A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Respostas de questões relativas à Abordagem Contingencial - Teoria das Organizações - Administração

Pré-visualização | Página 1 de 1

Respostas das questões relativas à abordagem contingencial
1- Joan Woodward propõe os seguintes tipos de sistemas produtivos: Sistema de produção unitária e de pequenos lotes, Sistema de grandes lotes e em massa; e Sistema de produção por processo. O Sistema de produção unitária e de pequenos lotes, consiste em uma produção de unidade de acordo com o critério dos consumidores, há produção de protótipos, de pequenos lotes sob encomenda e por etapas de grandes equipamentos, sendo o trabalho executado do início ao fim pelos mesmos funcionários, havendo um alto grau de envolvimento destes com a organização e baixo índice de complexidade da tecnologia. O Sistema de produção de grandes lotes e em massa refere-se à produção de grandes lotes e em linhas de montagem, é também uma produção em massa e o índice de complexidade tecnológico e fabril é considerado médio. E por fim, o Sistema de produção por processo diz respeito à produção intermitente de produtos químicos em fábricas multifuncionais e há produção de fluxo contínuo de líquidos, gases e substâncias cristalinas; e também tecnologia com alta complexidade. Exemplificando cada caso, respectivamente, produção artesanal, produção seguindo o modelo fordista-taylorista e indústrias voltadas paro o ramo químico.
2- No que diz respeito aos aspectos organizacionais específicos estudados, Joan Woodward concluiu que a tecnologia é um fator extremamente relevante em uma organização, no entanto, é algo determinado pelos objetivos da mesma, ou seja, pelo o que ela anseia produzir e pelo mercado que deseja alcançar e sendo assim, encontra-se sistemas produtivos distintos, seja em razão do grau de complexidade técnica, desde de produção unitária e de pequenos lotes até produção por processo, isto é, de menos complexos até os que exigem maior complexidade. A pesquisadora também constatou que quanto maior é a complexidade da produção, maior é a possibilidade de controle sobre ela. Ademais, observou-se que transformações tecnológicas dentro de uma organização, tende a influenciar a estrutura organizacional, mudando-a.
3.1- A afirmativa está correta, em vista que quanto mais complexo um sistema produtivo for, maior é a possibilidade de controle sobre as operações de fabricação, porque o processo pode ser predeterminado. Como ocorre na produção de fluxo contínuo do Processo, onde há uma visão geral do processo e o equipamento em geral é regulado para um certo resultado, sendo as probabilidades de capacidade, assim como falhas na produção, reconhecidas rapidamente. O que difere a produção por projeto ou produção unitária e de pequenos lotes, sendo que há indivíduos executando tarefas do início ao fim em baixo nível de complexidade e, portanto, a plena capacidade pode não ser conhecida e muitas vezes impossível prever os resultados do trabalho produtivo.
3.2- A afirmativa está correta, em vista que grandes transformações tecnológicas têm sua correspondência quase essencial na estrutura de status de uma organização, em razão que determinadas funções como marketing, pesquisa e desenvolvimento, são distintamente organizadas e relacionadas em diferentes tecnologias. Dessa forma, por exemplo, no sistema de produção unitária , a pesquisa e o desenvolvimento são mais relevantes que as demais funções, ao mesmo tempo que na produção em massa, o foco é na produção e na produção por processo, o marketing é algo que vai mesmo receber uma atenção especial, conforme é afirmado na sentença.
4- Os sistemas propostos por Burns e Stalker consistem em Mecânico e Orgânico. O primeiro refere-se a um sistema organizacional que seria adequado a situações relativamente estáveis de mercado e tecnologia, cujas características são uma divisão administrativa segundo a qual cada indivíduo desempenha a tarefa precisamente definida que lhe é atribuída; uma hierarquia clara de controle, onde a responsabilidade em termos de conhecimento geral e a coordenação cabem exclusivamente à cúpula da hierarquia; há a valorização da comunicação, da lealdade à empresa e da obediência aos superiores, havendo também uma interação vertical entre superiores e subordinados; e reforço de controles burocráticos, ou seja, é um sistema fortemente articulado e burocrático. Um exemplo desse sistema é a Ambev e a General Motors. E por fim, o sistema orgânico é um tipo de sistema que seria adequado às condições de mercado turbulentas, quando existe grande concorrência e mudanças tecnológicas rápidas; cujas características são um ajuste contínuo e uma redefinição de tarefas correspondente, institucionalização da mudança como um elemento natural, há valorização da expertise, do técnico de alto nível que detém o conhecimento especializado; um ambiente gerencial que favorece a criatividade e inovações; e a administração tende a ser descentralizada e por objetivos, como também ocorre a comunicação a qualquer nível e existe um alto grau de envolvimento e compromisso com os propósitos da organização como um todo. Exemplificando esse sistema, temos a empresas Apple e Google.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.