A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Atividade Contextualizada - AOL 5 - Direito Empresarial - Uninabuco

Pré-visualização | Página 1 de 1

GRUPO SER EDUCACIONAL 
UNIVERSIDADE JOAQUIM NABUCO 
CURSO: ADMINISTRAÇÃO 
DISCIPLINA: DIREITO EMPRESARIAL 
NOME DO PROFESSOR EXECUTOR: DAYANNA XIMENES 
NOME DO TUTOR: ANA FLAVIA GOMES 
ALUNO: ALLYF FERREIRA DO NASCIMENTO 01440891 
 
 
 
ATIVIDADE CONTEXTUALIZADA – AOL 5 
 
 
Prezado estudante, preparado para iniciarmos as pesquisas sobre o direito empresarial? 
Então vamos lá! 
 
Começo falando que o Registro Público de Empresas Mercantis e Atividades Afins é 
regulado pela Lei Especial 8.934/1994 e marco inicial das atividades empresariais nos 
termos do art. 967, do Código Civil. 
 
Considerando que o registro tem reflexos legais e administrativos, sua atividade de hoje 
é analisar a sua importância para o empresário, os seus stakholder, o fisco, o judiciário, 
os órgãos de fiscalização, etc. Para isso analise a Lei 8.934 e as disposições contidas no 
Código Civil e relacionadas ao registro. Em seguida elabore um texto que faça uma 
análise, a partir de um ponto de vista crítico e ao mesmo tempo realista, do que o 
registro público representa para o empresário, o Estado e a sociedade em geral, quais 
são as suas fortalezas e debilidades, e o que você mudaria na lei para facilitar e 
desburocratizar o registro? 
 
Esse é o objetivo desta atividade: pensar o que poderia ser feito de diferente ou melhor 
do que temos hoje em termos de registros mercantis e de atividades afins. Quando o 
texto estiver pronto, poste no seu ambiente virtual de aprendizagem. 
 
Boa pesquisa e boa prática! 
 
 
DIREITO EMPRESARIAL – REGISTRO PÚBLICO 
 
 
O registro público é de suma importância no geral para se formalizar o domínio 
sobre alguma coisa. Para se tornar proprietário de algo não basta apenas querer é 
necessário muito mais além, que é um dos papéis importantes do registro público. 
Ele também serve para todos os registros de pessoas jurídicas e naturais, 
registros de bens móveis, documentos e etc. A lei que rege todos os registros públicos é 
a lei de n° 6.015/73 e orienta consequentemente todo o processo de registro. 
Para todos os empresários, o registro público serve como pontapé inicial para dar 
vida e criação de sua empresa. Existem inúmeras obrigações, essas são estritamente de 
natureza formal e necessárias porque dizem respeito a todos os aspectos do seu 
segmento. Se o mesmo deixar de cumprir com as obrigações necessárias, poderá perder 
o direito de exercer as atividades e se tornando irregular. Alguns dos malefícios são: 
negatividade do crédito para fazer empréstimos, não poder comprar a prazo com os 
fornecedores, impossibilidade de vender para a administração pública se tornando uma 
empresa negativa, sonegadora de impostos e clandestina. 
Para o controle do Estado se torna algo mais amplo, pois irá controlar 
numericamente toda a movimentação da empresa, dados que são controlados por meio 
de arquivos digitais atualmente, ter detalhadamente todas as informações da empresa, 
evitando a sonegação e prática de atitudes ilícitas. 
E para a sociedade toda essa formalização é importante para dar mais 
credibilidade e confiabilidade nas empresas, além de que uma empresa registrada 
corretamente vai gerar receita para o Estado, fazendo com que os impostos recolhidos 
sejam aplicados para a melhoria e o bem comum, coisa que é bastante difícil de ver 
acontecer. Somos um país muito estruturado tributariamente e que recolhe muita receita 
diariamente. 
No meu ponto de vista são muitas as obrigações e pouco incentivo, 
principalmente para aqueles que tem um porte pequeno de empresa. É necessário criar 
políticas mais atrativas que gerem mais confiança para aqueles que sonham empreender 
e tirar seus sonhos do papel. 
Criar programas de crédito para microempreendedores, oferecer cursos gratuitos 
e acesso constante a informação, educação financeira na ementa das escolas. Tudo isso 
são formas de começas a fazer diferente, pois em um mundo globalizado devemos usar 
a tecnologia e a comunicação a favor de todos, gerando resultados positivos e melhoria 
contínua. 
 
 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
 
PARA QUE SERVEM OS REGISTROS PÚBLICOS? Jurisway, 2019. Disponível em: 
<jurisway.org.br/v2/pergunta.asp?idmodelo=2422>. Acesso em: 21 de Setembro de 
2021. 
 
REGISTROS PÚBLICOS. Sindiregis. Disponível em: <http://sindiregis.com.br/classe-
registral/registros-publicos/> Acesso em: 21 de Setembro de 2021.