A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Estresse e sistema Imunológico

Pré-visualização | Página 1 de 1

O impacto do stress da vida moderna no sistema Imunológico
•	 O stress sempre esteve presente. Serve como estímulo, não apenas negativo. 
•	Agentes estressores: hiperpopulaçao, exercícios físicos intensos, ruidos, Desnutrição, acidentes, doenças crônicas, etc.
•	Nível normal de resistência – oscilando através do nível normal
•	ACTH – hormônio que induz produção de corticoide pela adrenal
ESTRESSE NA VIDA MODERNA
- Trabalho: insatisfação, subempregos, problemas financieros, competição, conflitos interpessoais, demandas dos chefes, impotência – pouco poder de decisão
- Relacionamento interpessoais
- Tempo, papéis pessoais, segurança por temor de roubo e violência, Financeiro por descontrole, dívidas etc. 
•	Estresse ocorre em todos as etapas da vida, inclusive durante a gestação, depressão pós parto, amamentação e sexualidade, retomada da atividade profissional. Na infância durante período escolar, na adolescência por ser época de mudança e aprendizados pessoais. Nesse caso, há tentativa de redução do stress por drogas ilícitas. 
•	Uso de celular: relações humanas precárias, estudos com falta de concentração pelo celular, facilidade para resolução de problemas e vício (nomofobia).
•	Senilidade: stress pela diminuição da força e da saúde, redução de renda, morte do cônjuge, perda de espaço e de autoridade e falta de programas de prevenção, etc. 
Burnout: síndrome ligada ao stress crônico ocupacional com consequências negativas na área profissional e pessoal. Acidentes ocupacionais, queda de produção e de qualidade do trabalho, etc. 
Esses problemas gerais causam hiper estimulação. 
Eixo HPA : hipotálamo – hipófase – adrenal – corticosteróides
Indicadores: dosagem de corticoides, glicose, LDH, úlcera, imunossupressão
Copyng: adaptação passiva: conformismo
Adaptação ativa: transformar a realidade
Tratamento/prevenção: 
Suor (exercícios), meditação são tratamentos relativos.
O que vale para um não vale para o outro, pois os indivíduos são diferentes. As formas mais utilizadas são medicamentos, bons para momentos de crise; autoajuda... ao fim, necessita de conhecimento individual para ações específicas que ajudam cada um. 
Psiconeuroimunologia auxilia na compreensão.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.