A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Aula 12 Avaliação do Equilíbrio

Pré-visualização | Página 1 de 1

Capacidade do organismo de manter posturas, 
posições e atitudes, compensando e anulando todas as 
forças que agem sobre o corpo. Vem de uma relação 
entre o centro de massa e centro de gravidade. Pode ser 
dividido em: 
 Estático: se refere a capacidade de manter uma 
postura com o mínimo possível de oscilação. Ex.: em pé 
parado. 
 Dinâmico: caracteriza a manutenção da postura 
ao realizar atividades que requerem um maior 
desempenho motor e que provoque perturbações do 
qual o corpo precisa se reajustar. Ex.: atividades que 
precisam realizar movimentos. 
 Base de apoio: ponto de suporte que pode se 
deslocar e mudar a partir do posicionamento e 
movimento que vamos realizar. Tem como princípio o 
centro e a linha de gravidade que passa no meio do 
corpo e serve para que a gente consiga manter a postura. 
 O equilíbrio se dá pela união: 
 Sistema visual: daquilo que podemos 
visualizar. 
 Sistema proprioceptivo: responsável por nos 
tornar aptos a localizar partes do nosso corpo com 
relação ao espaço. 
 Sistema vestibular: responsável por dar 
consciência a localização do corpo. 
 
 Observar as reações: oscilações do CG e 
estratégias motoras. 
 Quedas: frequência da queda, onde ocorreu, por 
que aconteceu, se tinha obstáculos 
 Segurança do paciente: deve ser colocada em 
primeiro lugar ao realizar os testes. 
 
 Em pé, postura confortável. 
 Em pé, pés unidos. 
 Em pé, semi-tandem. 
 Em pé, tandem. 
 Apoio unipodal (testar os dois lados). 
 Nos testes vai observar se houve um 
deslocamento inesperado do equilíbrio, se ele precisou 
de uma estratégia e que estratégia foi essa, ou se ele não 
conseguiu fazer o movimento e o porquê disso. 
 Teste de Romberg: paciente em pé com os pés 
unidos e com as mãos na lateral do corpo, ele ficará 
parado por 30 segundos com os olhos abertos e depois 
mais 30 com os olhos fechados. Nos dois analisa se 
houve algum deslocamento e/ou instabilidade. 
 
 
 Em pé, movimento do tronco: a partir do andar 
do paciente. 
 Andar alinhado: andar normal. 
 Andar em linha reta: tandem caminhando. 
 Caminhada lateral, para trás. 
 Marcha estacionária. 
 Andar e pivotear. 
 Andar em círculo. 
 Andar sobre calcanhares e ponta dos pés. 
 Passar sobre obstáculos ou ao redor deles. 
 Dependendo da situação é preciso levar em 
consideração a segurança do paciente, então em 
algumas situações alguns dos testes não poderão ser 
realizados, como andar sobre os calcanhares ou na ponta 
dos pés, pois vai gerar um grau de instabilidade muito 
grande, cabendo a gente decidir. 
 Nunca colocar duas dificuldades ao mesmo 
tempo para avaliar o equilíbrio do paciente. 
 
 Utilizado para avaliar o equilíbrio em diferentes 
situações. A pontuação total é de 28 pontos. Abaixo de 
19 indica risco 5x maior de quedas. 
 
 
 Paciente em pé, ereto e posição neutra faz uma 
flexão de braço e fazemos a marcação do ponto. Depois 
o paciente faz uma flexão de tronco e tentar alcançar o 
máximo que conseguir e faz a marcação. Depois 
medimos as distâncias inicial e final. 
 
 
 14 tarefas multifuncionais. Pontuação: 0 
(incapaz) a 4 (independente) cada item. 0 a 56 pontos. 
Abaixo de 50 = maior risco de quedas. 
Equilíbrio 
Avaliação do Equilíbrio 
Equilíbrio Estático 
Equilíbrio Dinâmico 
Índice de Tinetti 
Teste de Alcance Funcional 
Escala de BERG

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.