A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
30 pág.
FMEA Análise do Modo e Efeito das Falhas Potenciais

Pré-visualização | Página 1 de 6

Gestão e 
Desenvolvimento 
de Produto
Material Teórico
Responsável pelo Conteúdo:
Prof. Esp. Wilson Ferreira Domingues
Revisão Textual:
Profa. Dra. Selma Aparecida Cesarin
FMEA – Análise do Modo e Efeito das Falhas Potenciais
• Introdução
• Análise de Modo de Efeito de Falha Potencial – FMEA
• Diagrama de Blocos
• Fluxograma de Processos
• DFMEA – Design Failure Mode and Effect Analysis
• PFMEA – Process Failure Mode and Effect Analysis
• Conclusão Da Aula 
 · Permitir que o aluno tenha um primeiro contato com o método e que se 
torne apto a implementá-lo de forma efetiva no mercado de trabalho.
OBJETIVO DE APRENDIZADO
FMEA – Análise do Modo e Efeito
das Falhas Potenciais
Orientações de estudo
Para que o conteúdo desta Disciplina seja bem 
aproveitado e haja uma maior aplicabilidade na sua 
formação acadêmica e atuação profissional, siga 
algumas recomendações básicas: 
Assim:
Organize seus estudos de maneira que passem a fazer parte 
da sua rotina. Por exemplo, você poderá determinar um dia e 
horário fixos como o seu “momento do estudo”.
Procure se alimentar e se hidratar quando for estudar, lembre-se de que uma 
alimentação saudável pode proporcionar melhor aproveitamento do estudo.
No material de cada Unidade, há leituras indicadas. Entre elas: artigos científicos, livros, vídeos e 
sites para aprofundar os conhecimentos adquiridos ao longo da Unidade. Além disso, você também 
encontrará sugestões de conteúdo extra no item Material Complementar, que ampliarão sua 
interpretação e auxiliarão no pleno entendimento dos temas abordados.
Após o contato com o conteúdo proposto, participe dos debates mediados em fóruns de discussão, 
pois irão auxiliar a verificar o quanto você absorveu de conhecimento, além de propiciar o contato 
com seus colegas e tutores, o que se apresenta como rico espaço de troca de ideias e aprendizagem.
Organize seus estudos de maneira que passem a fazer parte 
Mantenha o foco! 
Evite se distrair com 
as redes sociais.
Mantenha o foco! 
Evite se distrair com 
as redes sociais.
Determine um 
horário fixo 
para estudar.
Aproveite as 
indicações 
de Material 
Complementar.
Procure se alimentar e se hidratar quando for estudar, lembre-se de que uma 
Não se esqueça 
de se alimentar 
e se manter 
hidratado.
Aproveite as 
Conserve seu 
material e local de 
estudos sempre 
organizados.
Procure manter 
contato com seus 
colegas e tutores 
para trocar ideias! 
Isso amplia a 
aprendizagem.
Seja original! 
Nunca plagie 
trabalhos.
UNIDADE FMEA – Análise do Modo e Efeito das Falhas Potenciais
Contextualização
A expectativa do consumidor deve ser plenamente atendida: essa é a meta da 
maior parte das companhias nas quais atuamos. Estar preparado para eventuais 
problemas que possam acontecer durante esse trajeto pode ser um diferencial 
também no que se refere à satisfação do cliente, pois estaremos evitando atrasos 
e problemas com a qualidade do produto. Já conhecer a maior parte dos riscos 
associados ao processo e possuir medidas previstas para atender em caso de 
necessidade auxiliam bastante a reduzir custos e mitigar os efeitos de eventuais 
eventos de risco.
Nesta unidade da Disciplina vamos conhecer o método FMEA – Análise do Modo 
e Efeito das Falhas Potenciais, uma ferramenta que tem caráter preventivo e que 
busca auxiliar a identificar potenciais falhas no processo e a estarmos preparados 
para saber como agir caso essas falhas aconteçam. 
8
9
Introdução
Neste momento já passamos por metade do nosso Curso e já avaliamos con-
ceitos gerais sobre métodos e ferramentas que certamente serão muito úteis em 
nossa jornada, quando estivermos gerenciando portfólio de produtos (seja criação 
ou manutenção).
Buscamos entender o contexto do surgimento do gerenciamento de qualidade 
dentro dos processos de gestão de portfólios de produtos e conhecemos alguns 
métodos que, caso implementados corretamente, certamente farão toda diferença 
nos nossos resultados.
Fazendo uma retrospectiva breve sobre os temas abordados, podemos ver 
que as ferramentas e métodos apresentados focam bastante a questão do 
planejamento, para que tenhamos uma execução saudável e previsível. Falando no 
meio profissional, assim como nas nossas vidas, quanto mais previsível for o nosso 
negócio, mais seguro e atrativo ele se torna em termos de investimentos.
Mas você já deve estar pensando: “Mas geralmente as coisas não saem como nós 
planejamos” ou mesmo “Podemos até planejar algo, mas quase sempre acontece 
alguma coisa que pode mudar tudo”. 
Sim caro aluno, como você mesmo já deve ter constatado na vida, sempre pode 
acontecer eventos indesejados e incertos.
De acordo com a norma ABNT ISO 31000:2009 (ABNT, 2009), que trata da 
Gestão de Riscos, riscos nada mais são que o “efeito da incerteza nos objetivos”. 
Vamos falar um pouco mais sobre essa norma no nosso último módulo do Curso.
Mas o importante é pensarmos que tudo o que fazemos ou planejamos, mesmo 
quando seguimos todos os critérios apresentados pelo PPAP ou pelo APQP, 
anteriormente abordados, está sujeito a eventos incertos que podem ser indesejados.
Uma compra pela Internet não chegar dentro do prazo solicitado, a possibilidade 
de chuva no dia da final da partida de tennis em campo aberto, a possibilidade de nos 
perdermos indo a um lugar novo, tudo isso é possível (mesmo que remotamente ou 
quase certo) que aconteça; então, são riscos que podem acontecer na nossa vida. 
Em termos de processo, uma parte do equipamento quebrar durante a produção, 
uma das peças produzidas sair fora do padrão, acabar a luz durante o processo 
de fabricação, também são riscos que podem estar associados. Quando essas 
possibilidades se tornam reais, tornam-se eventos e deixam de ser riscos, pois já se 
tornaram realidade. 
Mas eu consigo eliminar a possibilidade dos riscos se tornarem reais? 
Ex
pl
or
9
UNIDADE FMEA – Análise do Modo e Efeito das Falhas Potenciais
Conviver com potenciais falhas dentro de um processo sem gerenciá-las pode 
ser muito arriscado, ainda mais quando falamos de processos complexos nos quais 
um simples desvio pode comprometer todo o funcionamento do sistema e gerar 
centenas de dólares em prejuízos. Dessa forma, visando a minimizar os riscos de 
suas operações, foram criadas ferramentas de gerenciamento de riscos e, entre 
elas, o método de Análise de Modo de Efeito de Falha Potencial, conhecido como 
FMEA (Failure Mode and Effect Analysis).
De acordo com Rodrigues (2010) uma das primeiras metodologias para viabilizar 
a análise de falhas em processos foi implementada em meados do século XX pelo 
exército americano e também pela NASA e a indústria aeroespacial. Já na indústria 
automotiva, a ferramenta foi disseminada, assim como no caso do APQP e PPAP, 
pela Ford, GM e Chrysler, a fim de atender aos requisitos das normas de qualidade 
vigentes na década de 1990.
Análise de Modo de Efeito de Falha 
Potencial – FMEA
O propósito do uso dessa ferramenta é viabilizar o reconhecimento de potenciais 
falhas que possam vir a acontecer no processo e, assim, identificar ações que 
possam viabilizar a eliminação da possibilidade de ocorrência dessas falhas ou 
mitigar seus impactos, caso aconteçam. A ferramenta também pode ser aplicada 
para identificar essas falhas em produtos e, em ambos os casos, é usada também 
para os efeitos e causas dessas falhas no Sistema.
No caso do FMEA aplicado aos processos, ele é denominado PFMEA (Process 
Failure Mode and Effect Analysis); quando aplicado ao projeto, é denominado 
DFMEA (Design Failure Mode and Effect Analysis).
Entre as vantagens do uso da ferramenta para o gerenciamento dessas falhas está 
alcançarmos um processo mais previsível, viabilizando, assim, aumentar a confiabili-
dade dos resultados esperados, reduzindo custos e tempo com correções no caso de 
eventos de risco. As modificações são executadas da forma melhor planejada, nas 
quais já conhecemos os principais impactos que podem causar no processo.
É muito importante

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.