A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
ENG1529 - 2012 Cap 10

Pré-visualização | Página 4 de 9

de barras é uma forma de representar um código alfanumérico, que viabiliza a 
captura automática de dados por meio de leitura óptica, nas operações automatizadas. 
Trata-se da representação gráfica, em barras claras e escuras, das combinações binárias 
utilizadas pelo computador. Decodificadas por leitura óptica, essas barras informam os 
números arábicos ou as letras que constituem o código de barras.
Existem diversos padrões diferentes de códigos de barra (ex: EAN/UCC-8; EAN/UCC-13; 
EAN/UCC-14; UCC/EAN-128; UCC-12), cada um deles uma quantidade maior ou menor 
de informações. Exemplo dos dados codificados: fabricante, produto, tipo embalagem, 
data de validade, etc.
Etiquetagem - Código de Barras
Exemplos:
10 – TI & Distribuição Física
Departamento de Engenharia Industrial
IND 1607 - Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Departamento de Engenharia Industrial
ENG 1529- Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Etiquetagem - Código de Barras
Alguns Produtos Utilizados
Impressoras
Impressoras térmicas ou ink-jet 
Impressão de etiquetas de código de barras 
Scanners de mão
Pistolas robustas para leituras de código de barras
Leitura laser ou CCD
Scanners com ou sem fio 
Scanners Fixos
Scanners para montagem fixa 
Leitura laser ou CCD 
Verificadores de qualidade
Equipamentos para verificação de qualidade 
de código de barras 
10 – TI & Distribuição Física
Departamento de Engenharia Industrial
IND 1607 - Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Departamento de Engenharia Industrial
ENG 1529- Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
As etiquetas com tecnologia RFID são também conhecidas como “etiquetas inteligentes”.
Essa tecnologia permite armazenar e recuperar informações em um circuito integrado (chip), 
via ondas de radiofreqüência, cuja principal função é a de efetuar a captura automática de 
dados a distância em objetos como, por exemplo, produtos, pallets, veículos, animais, 
pessoas. Utilizadas em outros ramos de atividades, que não a distribuição, como indústrias, 
pedágios e até no rastreamento de animais.
Essas etiquetas contém uma antena que permite que os objetos sejam monitorados ao longo 
da cadeia de distribuição em tempo real. Como as etiquetas de código de barra armazenam 
informações sobre as características dos produtos (data de validade, lote de fabricação, 
descrição do produto, etc.).
No atual estágio de desenvolvimento têm como principais dificuldades para implantação o 
custo unitário, aceitação universal da padronização e adaptação de processos e sistemas das 
empresas envolvidas.
Suas principais vantagens são grande capacidade de armazenagem de dados, leitura a 
distância sem visada, re-usabilidade e possibilidade de leitura e gravação nas diversas etapas 
da cadeia de distribuição.
Etiquetagem - RFID
Para superfície metálica Para PET Leitora
10 – TI & Distribuição Física
7
Departamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia Industrial
ENG 1529 ENG 1529 ENG 1529 ENG 1529 ---- Distribuição FísicaDistribuição FísicaDistribuição FísicaDistribuição Física
Professor: Rogério G. P LopesProfessor: Rogério G. P LopesProfessor: Rogério G. P LopesProfessor: Rogério G. P Lopes
Departamento de Engenharia Industrial
IND 1607 - Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Departamento de Engenharia Industrial
ENG 1529- Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Componentes do sistema
Os principais componentes são:
� Número EPC: Identificador global e único, utilizado para acessar os dados na rede 
EPC. Acomoda as informações do GTIN - Identificador Global de Item Comercial, que 
identifica os produtos no Sistema EAN UCC.
� Etiqueta EPC: Componente eletrônico (chip semicondutor) que tem o seu número de 
identificação gravado e um transmissor conectado a uma antena. As tags / 
transponders podem ser confeccionadas em todos os tamanhos e formatos, com 
espessura tão fina que permite a aplicação na superfície dos produtos. 
Algumas têm a capacidade adicional de gravação de novos dados, 
nesse caso as etiquetas são ativas, ou seja, têm fonte de energia. 
� Leitor de Radiofreqüência: Emite ondas magnéticas que aciona a etiqueta RFID, 
permitindo que transmita de volta a informação armazenada no micro-chip. Decodifica, 
verifica, armazena os dados e se comunica com o computador. 
Esse é o elemento que “lê” a etiqueta a distância.
Etiquetagem - RFID
10 – TI & Distribuição Física
Departamento de Engenharia Industrial
IND 1607 - Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Departamento de Engenharia Industrial
ENG 1529- Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
O Electronic Product Code, ou Código Eletrônico de Produtos, define uma nova arquitetura 
que utiliza recursos oferecidos pela tecnologia de radiofreqüência, e serve de referência para 
o desenvolvimento de novas aplicações. Tem como premissa fazer uso completo das mais 
recentes infra-estruturas, significando uma mudança de conceito na identificação, e 
principalmente no intercâmbio de informações. O EPC agiliza os processos e permite dar 
maior visibilidade aos produtos por meio da disponibilização de informações superior ao que 
se alcança hoje com as tecnologias disponíveis e utilizadas. É o rastreamento total, não 
somente de um processo ou de uma empresa, mas de cada produto individual aberto a toda a 
cadeia de suprimentos. 
Alguns Tipos de Ganho com o Uso do RFID:
• Redução dos níveis de inventário 
• Redução nos custos de transportes 
• Aumento de vendas 
• Redução do tempo de entrega 
• Redução nos custos logísticos 
• Início da colaboração entre os elos da cadeia como um todo.
Etiquetagem - RFID
A padronização permite que sendo gerada pelo fabricante de um produto seja reconhecida por 
qualquer empresa envolvida na cadeia de distribuição.
10 – TI & Distribuição Física
Departamento de Engenharia Industrial
IND 1607 - Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Departamento de Engenharia Industrial
ENG 1529- Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Coletores Veiculares
Montagem em empilhadeiras e veículos de transporte 
Interface RF 
Computadores Pen-based
Coletores de dados com entrada de dados com "caneta" 
Plataforma PocketPC ou Palm
Micro-terminais
Interfaces Homem-Máquina 
Equipamentos de baixo custo para ambientes agressivos 
Coletores Móveis
Interface por RF ou Batch 
Leitor de código de barras integrado 
http://www.harbor.com.br/equipamentos/coleta/
Coletores de Dados e Leitores Óticos
Têm como objetivo a coleta de dados no campo. A seguir alguns exemplos de 
equipamentos
Palm
10 – TI & Distribuição Física
Departamento de Engenharia Industrial
IND 1607 - Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Departamento de Engenharia Industrial
ENG 1529- Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Tecnologias na Distribuição Física
�Rastreamento de cargas e veículos (GPS)
�Computadores de Bordo
Eletrônica Embarcada
10 – TI & Distribuição Física
8
Departamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia Industrial
ENG 1529 ENG 1529 ENG 1529 ENG 1529 ---- Distribuição FísicaDistribuição FísicaDistribuição FísicaDistribuição Física
Professor: Rogério G. P LopesProfessor: Rogério G. P LopesProfessor: Rogério G. P LopesProfessor: Rogério G. P Lopes
Departamento de Engenharia Industrial
IND 1607 - Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Departamento de Engenharia Industrial
ENG 1529- Distribuição Física
Prof: Rogério Lopes
Rastreamento de Cargas e Veículos
As soluções de rastreamento de cargas e veículos são compostas de diversos elementos: 
�Computador de Bordo – (software e hardware). Tornam possível a existência, no 
veículo, de funcionalidades adicionais ao rastreamento. 
�Equipamento de GPS
�Sistema de Comunicação
�Central de Monitoramento - (software e hardware). 
Alem desses, outros componentes também podem fazer parte do sistema de 
rastreamento adicionando a esse outras funcionalidades