A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
N2 PRODUÇÃO DE COMUNICAÇÃO EM REDES

Pré-visualização | Página 3 de 3

Sugere-se atenção ao capítulo
1, “Mídias e redes sociais digitais”, e ao capítulo 8, “Estratégia de
Comunicação para as mídias digitais”.
Esse título está disponível na Biblioteca Virtual da Laureate.
Comunicação Multimídia e
Hipermídia
Nesse contexto de redes sociais, internet, digital, mobile e todos os recursos e tecnologias
disponíveis, saber lidar e construir uma mensagem que seja atrativa, sob o ponto de vista do
conteúdo e da tecnologia, é o desa�o que se coloca.
O digital é, naturalmente, multimídia; traz, no seu bojo e em sua operação, todas as linguagens,
recursos dos meios e mídias anteriores. É hipertextual, pois permite, se assim for desejado, que
se formem relações entre diferentes blocos e seções de conteúdo. Conforme evidencia Leão
(1999, p. 34):
O hipertexto é um documento digital composto por diferentes blocos de
informações interconectadas. Essas informações são amarradas por meio de
elos associativos: os links. Estes permitem que o usuário avance em sua leitura
na ordem que desejar.
Como expõe Santaella (2005, p. 392): “longe de ser apenas uma técnica, um novo meio para
transmissão de conteúdos preexistentes, a hipermídia é, na realidade, uma nova linguagem em
busca de si mesma”. Explorar e obter resultados da vastidão quase in�nita de recursos
ofertados pelos meios e mídias digitais, sejam redes sociais ou não, pode ser a diferença entre
o sucesso e os bons resultados ou o ostracismo empresarial.
Dessa maneira, por intermédio dos recursos e elementos oferecidos pelo hipertexto e pela
hipermídia, é possível gerar conteúdos variados em formato, linguagem, entre outros aspectos,
integrando vários meios, suportes e canais e os referenciando entre si, a �m de que um canal
gere visibilidade para todos os demais. Essa é uma excelente forma de maximizar resultados e
obter máxima visibilidade no contexto das estratégias de comunicação digital.
Conclusão
As redes digitais formam um ambiente excepcional para as interações sociais em todos os
níveis e oferecem oportunidades ímpares para o desenvolvimento de negócios e
empreendedores. Travar contatos com novos mercados, buscar, identi�car ou, até mesmo,
construir novas oportunidades. Transformar ideias em resultados rápidos. Tudo isso está ao
alcance de quem souber utilizar e aplicar os recursos e tecnologias da rede.
Explorar os recursos das redes sociais, dos sites, dos blogs, de todas as ferramentas e canais
digitais pode transformar um desconhecido em um expert ou um pequeno negócio em uma
multinacional. Sabendo se comunicar, colocar-se no ambiente e formar os relacionamentos de
LIVRO
Hipertexto, hipermídia: as novas ferramentas da
comunicação digital
Autora: Pollyana Ferrari
Editora: Contexto
Ano: 2007
Comentário: é uma obra com a participação e contribuição de
pro�ssionais e pesquisadores de várias áreas da comunicação.
Esse livro problematiza, por meio de capítulos de vários autores,
a questão dos novos formatos e recursos da comunicação
digital. Sugere-se atenção ao capítulo “Elementos das narrativas
digitais”, escrito por Nora Paul.
Esse título está disponível na Biblioteca Virtual da Laureate.
forma produtiva e construtiva para as partes, as chances de sucesso são muitas e estão ao
alcance de quem estiver disposto a buscar e construir.
Referências Bibliográ�cas
ANDREWS, K. R. The concept of corporate strategy. In: DE WIT, B.; MEYER, R. (org.). Strategy:
process, content, context. 3. ed. Filey: Thomson Learning, 2004.
ASTLEY, W. G. Towards an appreciation of collective strategy. Academy of Management
Review, v. 9, n. 3, p. 526-535, 1984.
BARBOSA, J. C. A validação dos princípios organizacionais por meio da atuação das
Relações Públicas nos processos comunicacionais. São Paulo, 2007. 282f. Tese (Doutorado
em Ciências da Comunicação) – Universidade de São Paulo Escola de Comunicação e Artes, São
Paulo, 2007.
BESSANT, J.; TIDD, J. Inovação e empreendedorismo. Porto Alegre: Bookman, 2019.
BUENO, W. C.  Estratégias de comunicação nas mídias sociais. Rio de Janeiro: Manole, 2017.
CASTELLS, M. A galáxia da internet: re�exões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio
de Janeiro: Zahar, 2003.
DEJOURS, C. Addendum: da psicopatologia à psicodinâmica do trabalho. In: LANCMAN, S.;
SZNELWAR, L. I. (org.). Christophe Dejours: da psicopatologia à psicodinâmica do trabalho. Rio
de Janeiro: Editora Fiocruz, p. 47-104, 2004.
FERRARI, P. Hipertexto, hipermídia: as novas ferramentas da comunicação digital. São Paulo:
Contexto, 2007.
GRAY, B.; WOOD, J. Collaborative alliances: moving from practice to theory. The Journal
Applied Behavioral Science, v. 27, n. 1-2, 1991.
KOTLER, P.; KELLER, K. L. Administração de Marketing. 14. ed. São Paulo: Pearson Education
do Brasil, 2012.
LEÃO, L. O labirinto da hipermídia. São Paulo: Iluminuras, 1999.
OLIVEIRA, N. SEO na prática: como gerar negócios para sua empresa através da internet.
Ceará: Quartel digital, 2013.
PAGANOTTI, J. A. Processo decisório. São Paulo: Pearson, 2016.
POWELL, J. 3 Milhões de pessoas na sua rede de contatos: como criar, in�uenciar e
administrar um negócio por meio das redes sociais. São Paulo: Editora Gente, 2010.
RIBAULT, M.; MARTINET, B.; LEBIDOIS, D. A gestão das tecnologias. Lisboa: Publicações Dom
Quixote, 1995. (Coleção gestão & inovação).
SANTAELLA, L. Matrizes da linguagem e pensamento: sonora, visual, verbal: aplicações na
hipermídia. São Paulo: Iluminuras, 2005.
SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 3. ed. São Paulo: Hucitec,
1999.
TERRA, C. F. Mídias Sociais e agora? São Paulo: Difusão, 2011.
TORRES, G. Redes de computadores. Rio de Janeiro: Nova Terra, 2009.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.