Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Fisiologia renal - Cospusculo renal (Glomerulos e capsula de bowman)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sistema urinário
Componentes
Funções Estrutura renal
• Os rins são envolvidos por uma capsula
fibrosa
• Hilo renal  formado pela artéria renal
+ veia renal + pelve coletora (ureter)
• A artéria se ramifica e arteríolas
(arteríola aferente) para poder suportar o
fluxo sanguíneo  leva esse fluxo
sanguíneo pelo interior do glomérulo 
circula em capilares glomerulares  saída
desse fluxo sanguíneo através da arteríola
eferente
• As arteríolas e capilares não podem
receber a mesma pressão sanguínea que
as artérias
• Para que haja uma filtração e absorção
eficiente é necessário que haja um fluxo
sanguíneo adequado
• Recebem 25 % do débito cardíaco
• Unidade funcional = Néfron
• Néfrons não apresentam regeneração
Características
• Equilíbrio de água e eletrólitos do 
corpo 
• Secreção de hormônios e 
vitaminas 
• Excreção de produtos metabólicos 
e produtos químicos 
• Manutenção da homeostase
- Regulação da pressão arterial
- Regulação do equilíbrio ácido-base
• Dois rins (espaço retroperitonial) 
Única parte ativa (funcional)
• Dois ureteres
• Vesícula ou bexiga urinária
• Uretra
Sistema urinário
Nefron Tipos de nefrons
• Embora tenham os mesmos
componentes, a sua quantidade e tipo
pode variar de acordo com as espécies
- Ex: felinos possuem menor quantidade
de nefrons, porem, maior capacidade
funcional
Tipos de nefron
• Nefrons corticais: Estão em sua
totalidade presentes na região cortical
(cortex renal)
- Capilares glomerulares: vasos dos
nefrons corticais
• Nefrons justamedulares: Apresentam
um segmento tubular maior, distribuído na
região medular (medula renal) 
possuem maior capacidade de absorção e
filtração
- Capilares rectos vasos dos nefrons
justamedulares
- A porcentagem de nefrons
justamedulares varias entre as espécies:
Gato 100%; Humanos 14%; Suínos 3%
• Unidade funcional dos rins
• Responsável pela filtração, reabsorção 
e excreção
• Formação da urina:
filtração glomerular  reabsorção tubular. 
 secreção tubular (sai dos capilares e 
vai para os túbulos)  excreção final
• A pressão do glomérulo deve ser
sempre maior do que a pressão dos
túbulos para que o sangue vá para o
lugar certo. As pressões se igualam
quando há choque hipovolêmico
• A pressão tubular fica maior que a
glomerular em caso de obstrução (cálculo
renal), e consequentemente, o sangue
não consegue ir do glomérulo para os
túbulos → levando o animal à um quadro
de hidronefrose (acúmulo de líquido no
rim)
Sistema urinário
Determinantes da filtração glomerular
• Características da membrana do
capilar glomerular
• Fatores Hemodinâmicos
- Pressão Hidrostática (volume)
- Pressão Oncótica ou Coloidosmótica
(proteínas plasmáticas)
- Pressão exercida da corpúsculo
Glomerular
Membrana – capilar glomerular  é
formada por 3 laminas (paredes)
• Endotelio capilar:
- Camada mais interna
- Apresenta frenestrações por onde
passam boa parte das moléculas
(substrato)  levam em consideração
o peso molecular e a carga elétrica
dessa molécula (moléculas negativas
não passam)
Presença de proteína na urina pode significar 
uma lesão no glomérulo  proteínas não 
devem passar por essas membranas
• Membrana basal
- Promove sustentabilidade desses
capilares
- Formada por colágeno e fibras
proteinoglicanas
- Mias uma barreira que o sangue vai
enfrentar (filtra agua e pequenos solutos
e teoricamente impede a passagem de
proteínas
Membrana glomerular
Estrutura do nefron
• Corpúsculo renal  Filtração 
- Cápsula de Bowman
- Glomérulo
• Túbulos renais  Reabsorção e 
secreção
- Túbulo Proximal ou TCP
- Alça de Henle (ramos descendentes e 
ascendentes (delgado e espesso)
- Túbulo Distal
- Ducto Coletor
• Formado pelo glomérulo (capilares 
glomerulares) e a membrana que envolve 
esses glomérulos (capsula de bowman) 
Corpúsculo renal
Sistema urinário
- Osmótica  Da parede dos 
capilares glomerulares
- Pressão do espaço capsular 
corpúsculo de bowman
• Filtração  Do vaso (sangue) para
o túbulo
• Reabsorção  Reabsorver do
túbulo para o vaso
• Secreção  Secretar do vaso para
o túbulo
• Excreção  Excretar a urina para
fora do túbulo  uretra
• Urina com baixa densidade mas com 
hidratação  condição fisiológica
• Urina com proteína  problema no 
segmento glomerular (glomérulo filtra as 
proteínas)
• Urina com baixa densidade, porem, 
desidratado  problema no segmento 
tubular, pois são eles os responsáveis 
pela reabsorção tubular
Fatores hemodinâmicos
• Epitélio renal
- Camada mais externa
- Formada por podocitos
- Realiza o processo de filtração 
propriamente dito
- Recobre externamente o glomérulo
- Possui fendas de filtração  filtrado 
glomerular
• A pressão hidrostática deve ser 
sempre constante, e deve ser uma das 
maiores nos nefrons (capilares 
glomerulares) para que haja a passagem 
do sangue (filtração)
• São exercidas 3 pressões:
- Hidrostatica  do sangue nos vasos
Conceitos importantes