Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
SHELL SCRIPT - PROVA N2 (A5)

Pré-visualização | Página 1 de 2

PERGUNTA 1 
1. Variáveis servem para armazenar valores que serão manipulados 
posteriormente, em outras parte e momentos de execução dos 
programas escritos por intermédio de uma linguagem de 
programação, ou dos próprios scripts Shell. Sabemos que, em Shell 
Script, não há a possibilidade de passar parâmetros diretamente 
para as funções por intermédio de sua interface. Devemos passar 
os valores por meio de variáveis instanciadas em outras partes do 
script. 
Analise as afirmativas a seguir, identificando com “V” a(s) 
verdadeira(s) e com “F”, a(s) falsa(s). 
( ) A palavra “ export” tem por finalidade somente exportar uma 
variável para fora do escopo da função na qual ela foi definida. 
( ) O nome de uma variável não deve começar com número e nem 
deve conter caracteres especiais, com exceção do underline. 
( ) Para acessar o conteúdo de variáveis previamente criadas, deve-
se usar o símbolo “ $” precedendo o nome. Esse símbolo não é 
utilizado no momento da criação da variável. 
( ) O valor de uma variável é interpretado independentemente de 
ela aparecer entre aspas, apóstrofos ou crases. 
Assinale a alternativa com traz a sequência correta. 
 
 V; V; F; F. 
 
 V; F; V; F. 
 
 F; V; F; F. 
 
 F; V; V; F. 
 
 F; V; V; V. 
1 pontos 
PERGUNTA 2 
1. A plataforma GNU/Linux, embora seja privilegiada por ter inúmeros 
aplicativos e utilitários livres, nem sempre é plenamente atendida, 
devido à ausência de algumas aplicações em determinadas categorias. 
Uma delas está nas ferramentas de diagnóstico, nas 
quais softwares como o Everest, Sandra e PC Wizard, entre outros, 
existem somente para a plataforma Windows. 
Os discos rígidos, disquetes, tela, porta de impressora e modem, entre 
outros, são identificados no GNU/Linux por arquivos referentes a esses 
dispositivos no diretório: 
 
 /root 
 
 /lib 
 
 e/tmp 
 
 /home 
 
 /dev 
1 pontos 
PERGUNTA 3 
1. Na maioria das situações, os usuários que mudam para o sistema Linux 
têm dúvidas sobre o novo sistema. Uma dessas dúvidas é a respeito 
do funcionamento de seus arquivos e principalmente os arquivos que 
ficam ocultos. Diante desse quadro, como saber quem são os arquivos 
ocultos no Linux da mesma forma que é feita no “Explorer” do 
Windows? Um arquivo oculto, que não aparece nas listagens normais 
de diretórios, no GNU/Linux, é identificado por: 
 
 um hífen ( - ) no início do nome. 
 
 
uma extensão .occ. 
 
 
 
 
Title: Diretórios do sistema operacional Linux 
 
 uma extensão .hid. 
 
 um ponto ( . ) no início do nome. 
 
 um underline ( _ ) no início do nome. 
1 pontos 
PERGUNTA 4 
1. Os operadores relacionais verificam se o valor (ou o resultado) da 
expressão lógica à esquerda é igual ou diferente ao da direita, 
retornando um valor booleano. Também definem se o operando à 
esquerda é menor, menor ou igual, maior ou maior ou igual ao da 
direita, retornando um valor booleano. 
Um exemplo de operador relacional é: 
 
 % módulo. 
 
 + adição. 
 
 && E lógico. 
 
 || OU lógico. 
 
 != diferente. 
1 pontos 
PERGUNTA 5 
1. Em um sistema operacional com uma área de trabalho convencional, 
é comum acessarmos os arquivos por meio de interfaces gráficas, 
por ser mais fácil a abstração pelo usuário, as quais são abreviadas 
apenas como GUI ( Graphical User Interface). Contudo, na maioria 
dos servidores e outros sistemas corporativos, o acesso se dá por 
meio de um terminal, pois esse não requer interação com 
diferentes tipos de utilizadores. 
Como se chama o acesso a um sistema por meio de linhas de 
comando? 
 
 Command line interface 
 
 System line commands 
 
 Text user interface 
 
 Blank system access 
 
 Clean Line Interactive 
1 pontos 
PERGUNTA 6 
1. Quando se trabalha com o gerenciamento de processos, é 
fundamental ter em mãos ferramentas capazes de lidar com o 
trabalho. Em um sistema convencional, temos processos que foram 
iniciados tanto pelo root quanto pelo usuário padrão. Nesse 
contexto, separar tais aplicações é importante, pois não se deve 
encerrar processos abertos pelo root sem algum motivo especial. 
Sabendo disso, qual dos comandos abaixo lista corretamente os 
processos abertos pelo usuário padrão “user38”? 
 
 list -p user38 
 
 killall user38 
 
 ps -u user38 
 
 grep user38 
 
 cat process user38 
1 pontos 
PERGUNTA 7 
1. Um comando é uma representação de uma ação, que pode ser 
solicitada pelo usuário, aplicativo ou programa. Um comando serve 
para alterar o fluxo de execução, baseado no valor verdadeiro ou falso 
de uma expressão lógica. 
Dessa forma, observe o exemplo em Shell Script a seguir. Dica: você 
precisará definir a tarefa a ser executada para saber qual o comando 
deve ser usado. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte: Elaborado pela autora, 2019. 
 
Esse exemplo serve para ilustrar uma aplicação do comando: 
 
 WHILE. 
 
 IF. 
 
 FOR. 
 
 DATE. 
 
 CUT. 
1 pontos 
PERGUNTA 8 
1. Nas Expressões Regulares, uma cadeia de caracteres pode ser 
representada por meio de seu padrão. Por exemplo, o padrão de 
um número de telefone celular representado pela expressão 
regular, com DDD, é: 
^\([1-9]{2}\) 9[0-9]{4}\-[0-9]{4}$ 
Na expressão regular, temos: 
• “^” e “$” → representam o início e o final da cadeia. 
• “\(“ e “\)” → denotam o abre e fecha parênteses. 
• “[1-9]{2}” → duas ocorrências de números que podem variar de 1 
a 9 (representação do DDD) 
• “9” → dígito 9 (todo celular inicia com o dígito 9). 
• “[0-9]{4}” → quatro ocorrências de dígitos que podem variar de 0 
a 9. 
• “\-” → o caractere “-” separando os campos do número do 
telefone. 
 
Para essa questão, analise as Expressões Regulares a seguir: 
I. ^(([0-9]{3}.[0-9]{3}.[0-9]{3}-[0-9]{2})|([0-9]{11}))$ 
II. ^([0-1][0-9]|[2][0-3]):[0-5][0-9]$ 
III. ^[a-z0-9.]+@[a-z0-9]+\.[a-z]+(\.[a-z]+)?$ 
IV. ^([0-9]{1,3}\.){3}[0-9]{1,3}$ 
Associe as Expressões Regulares com os seus respectivos 
significados: 
( ) Representa um endereço da Internet – endereço IP. 
( ) Representa as horas no formato “hh:mm”. 
( ) Representa um CPF (podendo conter pontos e hífen ou apenas 
números) 
( ) Representa um endereço de e-mail. 
Agora, assinale a alternativa que traz a ordem correta. 
 
 III; II; I; IV. 
 
 I; II; IV; III. 
 
 IV; II; I; III. 
 
 II; IV; I; III. 
 
 IV; II; III; I. 
1 pontos 
PERGUNTA 9 
1. A instanciação de uma variável por intermédio do retorno de um 
comando é extremamente útil em diversas situações. Uma das 
situações pode ser representada quando utilizamos o comando 
“LS”, pois tal comando lista o conteúdo de uma pasta (diretório). 
A partir dessas informações, analise o seguinte script: 
#!/bin/bash 
 
 
var=`ls` 
echo ${var[*]} 
A partir do script acima, analise as afirmativas a seguir: 
I. A variável “ var” será associada a uma lista contendo os nomes 
dos arquivos retornados pelo comando LS. 
II. O comando ECHO imprimirá todos os nomes contidos na lista 
representada pela variável “ var”. 
III. O comando ECHO imprimirá a frase “ echo ${var[*]}”. 
IV. A linha “ var=`ls`” poderia ser substituída por “ var=”ls”” . 
Assinale a alternativa que traz somente as afirmativas corretas. 
 
 III e IV. 
 
 I e II. 
 
 I e III. 
 
 II e IV. 
 
 I e IV. 
1 pontos 
PERGUNTA 10 
1. O Shell é uma linguagem de programação completa, ou seja, de quarta 
geração (4GL). É considerada uma ferramenta original e de protótipo 
rápido. Isso significa que ela é capaz de ensinar conceitos-chaves, 
como modularidade, reutilização e desenvolvimento. Além disso, o 
Shell Script dispõe de variáveis, construções condicionais, interativas e 
ambiente adapteavel ao usuário. Como com qualquer outra ferramenta, 
para usufrui-la, é necessário conhecer alguns comandos e recursos. 
Contudo, o mais importante é a criatividade! Muitos jogos eletrônicos 
são criados com a linguagem Shell, a exemplo de: 
 
 Mario Bros. 
 
 Pokemon. 
 
 Call of Duty. 
 
 Space Invaders. 
 
 The Legend of Zelda. 
1 pontos 
Clique
Página12