A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
AV1 Organização Estatal

Pré-visualização | Página 1 de 1

1 
 
 
 
Faculdade Estácio de Natal - Câmara Cascudo 
 
Aluno: Ricardo Diogenes Antunes Barreto 
Matricula: 202107381281 
Disciplina: Organização Estatal 
Professor: Higor Sousa 
Data: 07-10-2021 
 
Respostas: 
QUESTÃO 01) De acordo com a Carta Magna, no âmbito da competência legislativa 
concorrente, a competência da União limitar-se-á a estabelecer normas gerais. Inexistindo lei 
federal sobre normas gerais, os Estados exercerão a competência legislativa plena, para 
atender a suas peculiaridades. Nesse contexto, é correto afirmar que a superveniência de lei 
federal sobre normas gerais: (valor 1.0 ponto) 
 
b)suspenderá a eficácia da lei estadual apenas no que lhe for contrário. 
 
 
QUESTÃO 02) Conforme a Constituição Federal: (valor 1.0 ponto) 
 
c)De acordo com a Constituição Federal, os territórios federais não podem ser divididos 
em municípios. 
 
 
QUESTÃO 03) Lei complementar federal poderá autorizar os Estados a legislarem sobre 
questões 
específicas das matérias relacionadas na competência privativa da União. (valor 1.0 ponto) 
 
(x)Certo 
 
 
 2 
 
 
 
QUESTÃO 04) São princípios constitucionais expressos voltados à administração pública 
direta e 
indireta: celeridade, transparência, isonomia e pessoalidade. (Valor: 1.0 ponto) 
 
(x)Errado 
 
 
QUESTÃO 05) A Constituição da República Federativa do Brasil adotou, como forma de 
Estado, a federação. A existência dessa federação é caracterizada pela autonomia dos 
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios à União, nos termos da Constituição da 
República Federativa do Brasil. Nesse sentido existe hierarquia entre os esses entes políticos? 
Justifique. (valor 1.5 pontos) 
 
Não, As Atribuições estabelecidas pela Constituição para que os Entes Federados 
realizem suas funções (privativas ou comuns). As competências são distribuídas 
exclusivamente pela Constituição Federal de 1988. 
 
 
QUESTÃO 06) A clássica separação dos poderes se dá até hoje, na maioria dos Estados, e 
está consolidada pelo artigo 16 da Declaração Francesa dos Direitos do Homem e do Cidadão 
(1789) e prevista no artigo 2º da nossa Constituição Federal brasileira, sendo divididas e 
especificadas as funções de cada poder. Trata-se de um princípio fundamental do 
ordenamento jurídico brasileiro que o legislador constituinte originário consagrou, na Carta 
Política de 1988. Nesse sentido, poderá a separação dos poderes ser abolida por uma emenda 
Constitucional? Justifique. (valor 1.5 pontos) 
 
Não, As limitações explícitas são aqueles conteúdos que não poderão ser abolidas do 
texto da Constituição Federal de 1988. Nesse sentido, o art. 60, § 4º prevê expressamente 
que não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir: a forma 
federativa de Estado, o voto direto, secreto, universal e periódico, a separação dos 
Poderes, os direitos e garantias individuais. Ou seja, caso uma proposta de emenda à 
Constituição seja apresentada com o fim de abolir o voto secreto, por exemplo, esta irá 
“esbarrar” na limitação quanto à matéria. 
 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm
https://www.politize.com.br/separacao-dos-tres-poderes-executivo-legislativo-e-judiciario/
https://www.politize.com.br/separacao-dos-tres-poderes-executivo-legislativo-e-judiciario/
https://www.politize.com.br/direitos-individuais/
https://www.politize.com.br/historia-do-voto-no-brasil/

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.