Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
Título do artigo científico [Artigos científicos_Redigir, Publicar, Avaliar]

Pré-visualização | Página 1 de 5

10
Título
Deve-se empregar as palavras na linguagem científica, com o mesmo rigor com que se empregam os símbolos em matemática.
Plácido Barbosa, Dicionário de Terminologia Médica Portuguesa, 1917.
10.1 Para que serve o título
10.2 Especificidade do título
10.3 Tipos de título
10.4 Título indicativo
10.5 Título informativo
10.6 O que deve conter o título
10.7 O que não deve conter o título
10.8 Tamanho do título
10.9 Título abreviado
10.10 Sugestões
10.11 Comentário final
10.12 Referências
Otítulo é a parte mais lida de um texto, o seu cartão de visita.1 Logo, há razão suficiente para o autor dedicar máxima importância na sua elaboração. Veremos, no capítulo, particularidades que podem ser úteis para compor o título de um artigo
científico.
▸10.1 Para que serve o título
Nenhuma síntese de um texto é tão concisa quanto o título. O título tem o objetivo de, resumidamente, informar o conteúdo do artigo científico e destacar os pontos
relevantes e inovadores da pesquisa. Também para situar o trabalho no conjunto de obras sobre o assunto.
Na sua preparação, persegue-se o objetivo de produzir um que resuma fielmente de que se trata o texto. Se esse objetivo for alcançado, o autor terá os benefícios imputados ao título adequado.
▸A Benefícios de um título adequado
Algumas razões para justificar esmero na preparação de um título de artigo científico estão listadas na Tabela 10.1. O título aparece em posição de destaque em índices bibliográficos, bases de dados, listas de referências e muitas situações em que a obra é mencionada. Funciona como chamariz para atrair o leitor e auxiliá-lo a decidir se dedica ou não tempo para inspecionar o texto correspondente. Se o título parece apropriado, o leitor se interessa em ler o resumo. Caso contrário, passa adiante (ver exemplo).
A escolha de material para leitura é feita de diversas maneiras, dentre as quais, pela inspeção de lista de artigos publicados em periódico científico ou de obras obtidas por pesquisa nas bases de dados bibliográficos do tipo LILACS e MEDLINE. A correta indexação de artigo nessas bases depende sobremaneira do título adequado que tenha. Se o título não corresponder ao conteúdo do trabalho, pode resultar em má indexação e, consequentemente, dificuldade de ser localizado em pesquisas bibliográficas. Detalhes sobre indexação são assunto do Capítulo 13.
Um bom título tende a interessar o editor e predispô-lo, favoravelmente, em relação ao artigo. Isso não é pouco, pois o editor é a pessoa-chave no processo de aceitação ou recusa de um texto submetido para publicação em periódico científico. Após o artigo ser publicado, um bom título tende a interessar leitores e aumenta a chance de o texto ser lido e citado por outros pesquisadores.
Tabela 10.1 Razões para justificar um bom título de artigo científico
O título é a parte mais divulgada da obra.
O bom título inspira logo boa impressão.
O título constitui o elo de ligação entre a pesquisa e o leitor.
O título adequado auxilia os interessados na seleção dos textos para leitura.
Por meio do título ocorre o primeiro contato do editor com o artigo - e o editor é a pessoa mais importante na decisão de publicar ou não um artigo.
Exemplo 10.1 Triagem de artigos pela inspeção do título2
Em obra muito apreciada pelos adeptos da epidemiologia clínica, são sugeridos quatro caminhos iniciais para rastrear bons artigos: 1. Observar o título; 2. Verificar a lista de autores; 3. Ler o resumo e 4. Considerar o local de realização da pesquisa. Em relação ao primeiro item da lista, há a seguinte recomendação: “se o título não é interessante ou útil, deixe o artigo de lado e passe para o próximo da lista.”
▸B O bom título inspira logo boa impressão
Em qualquer atividade humana, causar boa primeira impressão é caminho para o sucesso. Evidentemente, um trabalho científico não pode ser qualificado com base nas impressões dos leitores, método mais adequado ao jornalismo. Será avaliado pelo conteúdo importante, pela contribuição ao conhecimento, pelo acréscimo à ciência. Contudo, é importante constar que, se o título for inteligentemente arranjado, com respeito à experiência acumulada dos que produzem e dos que divulgam relatos científicos, ele trará mais benefícios se comparado aos títulos mal construídos.
▸10.2 Especificidade do título
O Manual da Editora Abril assinala: “Os melhores títulos que você já leu têm curtas e poucas palavras.”3 Melhor ainda se veicular no mínimo de palavras o máximo de informação.4 Deve também ser exato, claro e atraente. Essas constatações servem para qualquer título. Faremos a seguir comparação entre títulos de livros, de notícias de jornais e de artigos científicos. Eles veiculam diferentes tipos de informação.
▸A Inspeção de título de livros
A concisão é claramente observada em títulos de livros.
Exemplos 10.2A Títulos de livro
· Livros de literatura A Odisséia, A Bíblia, Os Lusíadas, Os Maias, Dom Casmurro.
· Livros técnicos Biologia molecular, Epidemiologia: teoria e prática, Epidemiologia moderna, Estatística aplicada, Histologia básica, Medicina interna, Métodos quantitativos em medicina.
▸B Inspeção de matérias publicadas em revistas e jornais leigos
O título das manchetes de revistas e jornais leigos deve ser conciso e causar impacto. Na edição de 20 de julho de 2005 da revista semanal Veja, foi realçado que,
“tão importante quanto o conteúdo das reportagens, é a forma de apresentá-lo”. A tarefa cabe à editoria de Arte, continua a matéria do periódico, que é composta por 21 designers e capitaneada por um diretor. Essa diretoria tem a atribuição vital de elaborar a capa. “Uma boa capa é aquela que resume a essência da reportagem escolhida para ser o carro-chefe da edição. Além disso, a capa tem de ser atrativa – pela beleza, pelo impacto ou, sempre que possível, por ambas as qualidades.”
Pessoal especializado em criar manchetes curtas e atraentes é contratado com o propósito de vender a edição. As manchetes visam a interessar os leitores, de modo que procurem saber mais sobre as notícias. “Para funcionar, (o título) precisa ter impacto. Sem impacto, não chamará a atenção. Se não chamar a atenção, será inútil.”3 Observe, nos exemplos anexos, que não foram aleatoriamente escolhidos, o apelo ao sensacionalismo, procedimento não recomendado para artigos científicos.
Exemplo 10.2B Títulos chamativos de notícias em jornais leigos
· Safenaram o safado Essa manchete apareceu em jornal, no início da década de 1980. O leitor a relacionava automaticamente ao fato de importante figura da política nacional, um presidente da república, ter sido submetido a essa mesma operação no dia anterior. No entanto, ao ler a notícia, tomava-se conhecimento de que se tratava de um prisioneiro da cadeia local que fora acometido por angina de peito, submetendo-se a exames médicos. O tratamento indicado foi a cirurgia, sendo implantadas pontes de safena no paciente.
· Avó está grávida do neto A notícia foi estampada na primeira página de vários jornais em outubro de 2007. Ao ler a matéria, o leitor era informado de que a “agente de saúde RPS, 51 anos, está grávida de um menino que é, na verdade, seu neto. No início do ano, ela implantou em seu útero embriões da filha, CM, 27, fertilizados in vitro em uma clínica particular de… ”. Meses depois o jornal publicou outra notícia com o seguinte título sobre o produto da gravidez: Mulher dá à luz sua própria neta.
▸C Inspeção de título de artigo em periódicos científicos
Cada artigo científico deve ter título com certas características, dentre as quais, ser exato, claro, conciso, atraente e explicativo. Conterá os pontos centrais do trabalho, com suficiente detalhe para diferenciá-lo dos demais (ver exemplos). O bom título tende a despertar interesse, permite classificá-lo em categoria própria e possibilita ao pesquisador encontrar o artigo nas pesquisas bibliográficas. Por isso, a concisão é, por vezes, sacrificada, dentro de certos limites, para incluir características da investigação.
Exemplo
Página12345