Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
50 pág.
Como fazer os Resultados de um artigo científico [Artigos científicos_Redigir, Publicar, Avaliar]

Pré-visualização | Página 1 de 14

7
Resultados
O objetivo da ciência é substituir as aparências por fatos e as impressões por demonstrações.
François Magendie, 1783-1855, fisiologista francês.
7.1 Para que serve a seção de resultados
7.2 Seleção das informações a apresentar
7.3 Estrutura da seção de resultados
7.4 Seleção de participantes para o estudo
7.5 Perdas de participantes
7.6 Características basais dos participantes no estudo
7.7 Resultados principais
7.8 Especificação dos resultados principais
7.9 Efeito do acaso nos resultados
7.10 Intervalo de confiança
7.11 Valor p
7.12 Características basais dos grupos
7.13 Confundimento(ou confusão de efeitos)
7.14 Análise estratificada
7.15 Análise multivariada
7.16 Interação
7.17 Análise de sensibilidade
7.18 Resultados adicionais
7.19 Múltiplas comparações
7.20 Análise de subgrupos
7.21 Hipótese prévia
7.22 Forma de apresentação dos resultados
7.23 Regras básicas para a apresentação dos resultados
7.24 Erros elementares a evitar na apresentação dos resultados
7.25 Estatística
7.26 Tamanho da seção de resultados
7.27 Sugestões
7.28 Comentário final
7.29 Referências
Na estrutura do artigo científico, logo após a seção introdutória (Capítulo 5) e a de método (Capítulo 6), tem lugar a seção que abriga os achados da pesquisa, assunto do presente capítulo. O roteiro utilizado para a apresentação dos temas é mostrado na seção 7.3 e detalhado nas seguintes. Intercalados aos temas do capítulo estão conceitos de metodologia científica, epidemiologia e estatística, úteis para a
análise crítica das evidências e para aprimorar o relato da investigação.
▸7.1 Para que serve a seção de resultados
O propósito da seção de resultados, como o próprio nome indica, é mostrar o que foi encontrado na pesquisa. São os dados originais obtidos e sintetizados pelo autor, com o intuito de fornecer resposta à questão que motivou a investigação. Os principais achados são apresentados acompanhados do respectivo tratamento estatístico, se dele houver necessidade.
Os leitores experientes, ao terem um artigo científico em mãos, procedem à leitura panorâmica do texto. Observam o título, inteiram-se do objetivo do relato e da conclusão dos autores, inspecionam o resumo e folheiam o restante do artigo, detendo-se em tabelas, figuras e frases sintetizadoras dos achados principais da investigação. Procuram os fatos novos trazidos pelo autor. Muitas dessas informações encontram-se na seção de resultados. Com o que verificam nessa inspeção preliminar, têm noção do conteúdo do artigo e da qualidade de sua apresentação, o que lhes permite decidir se prosseguem ou não na sua leitura. Daí a importância de bem expor os resultados da investigação.
▸7.2 Seleção das informações a apresentar
Os dados coletados em uma investigação referem-se principalmente a três
• •conjuntos de informação: Às características da amostra de participantes no estudo
· variável ou às variáveis principais da pesquisa; por exemplo, uso de •antidepressivos e desempenho ao volante Às demais variáveis, sejam as que
representam desfechos secundários ou as que têm de ser consideradas na análise dos dados. Entre essas últimas, estão as variáveis geradoras de confusão; por exemplo, o próprio estado depressivo e o gênero das pessoas no estudo da relação entre o uso de antidepressivos e desempenho ao volante. Também são coletadas informações que, de algum modo, são utilizadas na pesquisa – como as destinadas a verificar a qualidade da investigação.
▸A Seleção de informações durante o planejamento da pesquisa
Uma primeira seleção de variáveis é feita na fase de planejamento da pesquisa. O propósito consiste em só coletar dados utilizáveis na análise e interpretação dos achados. Uma conduta seguida por pesquisadores experientes é, na fase de planejamento da investigação, refletir sobre o assunto e estabelecer a análise que será feita. Somente os dados que serão utilizados na análise constarão do questionário utilizado na pesquisa. Os exemplos anexos foram trazidos para realçar a necessidade de reflexão sobre os dados a coletar e como serão analisados.
Exemplos 7.2 Dados de análise e interpretação complexas Exemplo 1 Informação sobre ocupação em pesquisa
Em trabalho preliminar de preparação da Classificação Brasileira de Ocupações, foram identificados 201.906 nomes de ocupações.1p.198 Portanto, quando se pergunta simplesmente qual a ocupação do entrevistado, sem preocupações de como o resultado será analisado, ao cabo de centenas de entrevistas produz-se uma lista imensa de ocupações, difícil de ser analisada por pessoas não especializadas na matéria. Como consequência, se o dado sobre ocupação é obtido sem prévio planejamento de como será analisado, raramente constará do relato da pesquisa, pela dificuldade que apresenta seu agrupamento.
Exemplo 2 Informação sobre grupo étnico/raça em pesquisa
Existe considerável diversidade e confusão sobre esses termos.1 p.193 Logo, no relato, o autor deve informar como coletou os respectivos dados. Que critérios foram usados? Quem definiu a categoria em que cada participante foi inserido, o entrevistador ou o entrevistado?
▸B Seleção de informações durante o planejamento da pesquisa
Mesmo seguindo minucioso planejamento, raramente, no relato da investigação, pode ser incluído tudo o que foi obtido na fase de coleta de dados. Se assim fosse, o leitor seria defrontado com enorme massa de informações, que mais o confundiria do que o auxiliaria na tarefa de entender os achados da pesquisa. A lógica da apresentação dos resultados é definida pelo autor, que tem de ser seletivo nessa tarefa. Apenas o essencial fará parte do texto, das tabelas e das figuras. Pode ser difícil diferenciar o essencial do acessório, mas é preciso excluir tudo o que, embora interessante, seja dispensável, por não estar diretamente ligado ao objetivo central da investigação. Os dados incluídos no relato serão os pertinentes para alcançar os objetivos da investigação.
▸7.3 Estrutura da seção de resultados
O leitor espera encontrar nesta seção, como em outras do artigo, sequência lógica de exposição dos temas.
▸A Tópicos a abordar na seção de resultados
Uma ordem de apresentação, aplicável a muitas investigações, é dada na Tabela 7.1. De início, mostra-se o que se conseguiu com o processo de seleção da amostra. Pelo menos, dois tipos de esclarecimentos são fornecidos: Tabela 7.1 Estrutura da seção de resultados de um artigo científico original e localização dos tópicos dessa estrutura nas seções do presente capítulo
Tópicos
Características dos participantes do estudo: a descrição da amostra.
Achado principal: a resposta à questão postulada na investigação.
Outros achados: objetivos secundários e informações adicionais relevantes, tais como resultados discrepantes ou em subgrupos.
Seção
7.4 a 7.6
7.7 a 7.17
7.18 a 7.25
· O processo de seleção da amostra utilizada na pesquisa (seções 7.4 e 7.5) As características dos participantes investigados (seção 7.6).
▸B Fontes de consulta para o relato da seção de resultados
Para auxiliá-lo no seu relato, o escritor de artigos científicos tem a sua disposição •muitas fontes de consulta, dentre as quais: Os livros sobre redação científica, como •o que o leitor tem em mãos As normas de Vancouver; a parte referente à preparação da seção de resultados consta da Tabela 7.2
· As instruções para autores; as de um conceituado periódico de medicina interna, também restrita à seção de resultados, estão transcritas na Tabela 7.3
· As recomendações para o relato de investigações, por tipo de estudo ou tema de pesquisa; no guia CONSORT, por exemplo, específico para a redação de estudos randomizados, constam várias recomendações para a seção de resultados do artigo científico; elas estão transcritas nos itens 13 a 19 da Tabela 4.6 (ver 4.9, Diretrizes específicas para o relato de investigações).
▸7.4 Seleção de participantes para o estudo
Em alguns relatos, uma ou poucas frases são suficientes para mostrar o que foi feito na
Página123456789...14