A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
UNIP - Universidade Paulista _ DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos_8

Pré-visualização | Página 1 de 2

MÓDULO 8 
EMPRÉSTIMO EM MOEDA ESTRANGEIRA 
 
As contas de Empréstimos e Financiamentos registram as obrigações da empresa junto a instituições
financeiras do país bem como do exterior. Os recursos captados junto a tais instituições tem a finalidade de
subsidiar aquisições (financiamento) ou para servir como capital de giro da empresa (empréstimos) a depender
da gestão da empresa quanto a sua estrutura de capital.
 
Nos contratos firmados entre as empresas e as instituições financeiras nacionais ou estrangeiras constam,
dentre outras, cláusulas que prevêem o valor do empréstimo/financiamento, a forma e a data da liberação, os
encargos incidentes e a forma de pagamento. 
 
Os empréstimos/financiamentos contratados em moeda corrente nacional são corrigidos monetariamente com
base nos índices previamente acordados no contrato. Por outro lado, quando o empréstimo/financiamento é
liquidado em moeda estrangeira, seus valores são atualizados pela variação cambial ocorrida entre a data do
empréstimo ou do último saldo atualizado e a data do balanço. 
 
Considere que a Indústria de Molas EME realizou um financiamento em moeda estrangeira para aquisição de
uma máquina. O contrato foi firmado em 12/01/X1, data da liberação do valor do financiamento no total de
US$80,000.00. A taxa de câmbio na data do contrato era de R$1,20 para US$1.00. O financiamento será pago
em 5 prestações conforme segue: 
 
Data do pagamento Valor da Prestação US$ R$
12/04/X1 US$10,000.00 1.00 1,30
12/07/X1 US$30,000.00 1.00 1,50
12/10/X1 US$15,000.00 1.00 1,70
12/01/X2 US$15,000.00 1.00 2,10
12/04/X2 US$10,000.00 1.00 2,30
Registro contábil na data do contrato (12/01/X1)
D - Máquina R$ 96.000,00 (US$80,000.00 * R$1,20) 
C - Financiamento em Moeda Estrangeira R$ 96.000,00 
 
À medida em que ocorrem os pagamentos das prestações previstas no contrato, primeiramente atualiza-se o
valor da dívida para que se apure a variação cambial, quando for o caso, e em seguida, calcula-se o valor da
prestação paga. Vejamos:
 
Data Valor da Dívida (US$) Taxa de Câmbio Valor da Dìvida (R$) Variação Cambial
12/01/X1 US$80,000.00 R$1,20 R$96.000,00 
 
12/04/X1 Atualização US$80,000.00 R$1,30 R$104.000,00 (R$8.000,00)
 Pagamento (US$10,000.00) R$1,30 (R$13.000,00) 
 Saldo devedor US$70,000.00 R$91.000,00 
 
12/07/X1 Atualização US$70,000.00 R$1,50 R$105.000,00 (R$14.000,00)
 Pagamento (US$30,000.00) R$1,50 (R$45.000,00) 
 Saldo devedor US$40,000.00 R$60.000,00 
 
12/10/X1 Atualização US$40,000.00 R$1,70 R$68.000,00 (R$8.000,00)
 Pagamento (US$15,000.00) R$1,70 (R$25.500,00) 
 Saldo devedor US$25,000.00 R$42.500,00 
 
31/12/X1 Atualização US$25,000.00 R$2,00 R$50.000,00 (R$7.500,00)
 
 Total (R$37.500,00)
 Variação monetária passiva
Em 12/04/X1: 
D - Variação Monetária Passiva (Resultado) R$ 8.000,00 
C - Financiamento em Moeda Estrangeira R$ 8.000,00 
D - Financiamento em Moeda Estrangeira R$ 13.000,00 
C - Caixa ou Bancos R$ 13.000,00 
Em 12/07/X1: 
D - Variação Monetária Passiva (Resultado) R$ 14.000,00 
C - Financiamento em Moeda Estrangeira R$ 14.000,00 
D - Financiamento em Moeda Estrangeira R$ 45.000,00 
C - Caixa ou Bancos R$ 45.000,00 
Em 12/10/X1: 
D - Variação Monetária Passiva (Resultado) R$ 8.000,00 
C - Financiamento em Moeda Estrangeira R$ 8.000,00 
D - Financiamento em Moeda Estrangeira R$ 25.500,00 
C - Caixa ou Bancos R$ 25.500,00 
Para fins de encerramento do Balanço Patrimonial em 31/12/X1, é necessário atualizar o valor do financiamento
pela taxa de càmbio da data do encerramento das demonstrações contábeis a fim de que seus passivos
estejam mensurados a seu valor de provável realização.
Exercício 1:
Dados de um financiamento externo obtido pela Comercial Exportadora Isacléia S/A:
a) Valor do Financiamento: US$200,000.00
b) Data da Operação: 31/12/20X0
c) Taxas de Câmbio (hipotéticas):
31/12/20X0 = R$1,00/US$1.00
30/06/20X1 = R$1,40/US$1.00
31/12/20X1 = R$1,80/US$1.00
d) Amortizações efetuadas
30/06/20X1 = US$100,000.00
31/12/20X1 = US$50,000.00
As perdas cambiais decorrentes da desvalorização do real frente ao dólar, ocorridas em função dos
pagamentos efetuados e da avaliação do saldo da obrigação em moeda estrangeira no balanço, somente foram
contabilizadas em 31/12/20X1.
Analise os dados fornecidos, faça os cálculos necessários e, em seguida, assinale a opção que contém a conta
de resultado debitada e o montante das perdas, respectivamente.
A)
Despesas administrativas = $120.000
B)
Variações monetárias ativas = $120.000
C)
Variações monetárias passivas = $120.000
D)
Variações monetárias ativas = $80.000
E)
Variações monetárias passivas = $80.000
Comentários:
Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários 
Exercício 2:
Na existência de saldo de obrigações com fornecedores relativos à aquisição de estoques, se indexado em
moeda estrangeira, quando da ocorrência de variação na taxa de câmbio, a atualização desse passivo deverá
ser registrado como:
A)
Acréscimos da conta de estoques.
B)
Ganhos com estoques importados.
C)
Incremento do custo da mercadoria vendida.
D)
Atualização dos saldos de estoque.
E)
Despesas de variação cambial.
Comentários:
Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários 
Exercício 3:
A EXP S/A adquiriu em 04/01/X1 diversos equipamentos, mediante financiamento de US$40,000.00, o qual foi
pago em 04 (quatro) prestações da seguinte forma:
04/03/X1 = US$15,000.00
04/07/X1 = US$10,000.00
04/11/X1 = US$8,000.00
04/03/X2 = US$7,000.00
Taxas de Câmbio
04/01/X1: US$1.00 = R$1,20
04/03/X1: US$1.00 = R$1,25
04/07/X1: US$1.00 = R$1,50
04/11/X1: US$1.00 = R$1,80
31/12/X1: US$1.00 = R$2,00
Considerando exclusivamente a operação descrita, na DRE de 31/12/X1, o valor das variações monetárias
passivas foi de:
A)
$14.150
B)
$15.250
C)
$14.750
D)
$16.000
E)
$12.050
Comentários:
Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários 
Exercício 4:
No ano de X1, a Tupiniquins Ltda. contratou um empréstimo em moeda estrangeira nas condições a seguir
apresentadas:
a) Valor do empréstimo obtido: US$150,000.00
b) Taxa de juros simples: 12% ao ano.
c) Data da liberação: 20/05/X1
d) Pagamento do principal, acrescido dos juros: 5 (cinco) parcelas semestrais, iguais e sucessivas, nas
seguintes datas: 20/11/X1; 20/05/X2; 20/11/X2; 20/05/X3; 20/11/X3.
e) Taxas de câmbio consideradas para o US$:
20/05/X1 = R$1,00
20/11/X1 = R$1,50
30/12/X1 = R$2,00
f) Considere o ano com 360 dias e o mês com 30 dias
Considerando unicamente esta operação, os saldos das contas referentes a bancos (no disponível) e as
despesas financeiras (no resultado), em 30/12/X1, são, respectivamente:
A)
$88.300 e $148.500
B)
$91.500 e $151.700
C)
$105.000 e $138.200
D)
$136.500 e $151.700
E)
$150.000 e $138.200
Comentários:
Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários 
Exercício 5:
A Cia. Alfa apresentava o seguinte balancete de verificação em 31/12/X1, data do encerramento do exercício
social:
Contas $ Contas $
Disponibilidades Bancárias 1.200 Imóveis de Uso 1.000
Capital 3.000 Fornecedores 2.150
Empréstimos a Pagar 2.000 Impostos a Recolher 450
Abatimentos sobre Vendas 208 Reserva Legal 150
Duplicatas a Receber 2.000 Lucros ou Prejuízos Acumulados ?
Estoques 1.842 Receita Bruta de Vendas 8.000
Investimentos em Coligadas 2.700 Impostos sobre Vendas 1.100
Despesas Administrativas 2.000 Custo das Mercadorias Vendidas 4.300
Depreciação Acumulada 100 
Informações adicionais sobre os ajustes a serem efetuados antes da elaboração das Demonstrações Contábeis
do exercício:
O saldo de empréstimos a pagar ($ 2.000) corresponde ao valor em reais (R$) de empréstimo obtido em
dólares dos Estados Unidos (US$), na data de 01/07/X1 com vencimento para 30/06/X2, quando deverão

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.