P2_08jun10
1 pág.

P2_08jun10


DisciplinaEconomia Monetária724 materiais15.724 seguidores
Pré-visualização1 página
ECO 1219 / Semestre 2010.1 / Segunda Prova (P2) 
Duração: 1 hora 20 minutos. Não haverá prorrogação. Administre seu tempo com inteligência! 
Observação importante 1: Prova sem consulta. A interpretação das questões faz parte da avaliação. 
Observação importante 2: Respostas a questões que não foram formuladas, mesmo sendo perfeitas, 
receberão nota ZERO. Não perca tempo com isso. 
Questão 1 (2,5 pontos): Escreva um breve ensaio descrevendo em detalhe o conceito de \u201cConstrained 
Discretion\u201d e a sua relação com o arcabouço de política monetária conhecido como \u201cInflation 
Targeting\u201d. Utilize argumentos econômicos e explique a intuição econômica de tal relação. 
Questão 2 (2,5 pontos): \u201cO esquema Selic faz parte de um conjunto de sofismas voltados para tornar o 
poder político refém do superpoder que o Banco Central se autoatribui. E que tem a meta de 
inflação \u2013 estabelecida arbitrariamente pelo BC \u2013 como um dos componentes principais da farsa. Pois 
basta o BC alegar que existem riscos de que a inflação não se enquadre nos limites que ele 
mesmo estabeleceu, para que o banco se diga obrigado a agir na defesa da moeda. Inibindo o 
governo, anulando os ministérios da área econômica, elevando sem controle os encargos do Tesouro, e 
criando um clima de incerteza que atemoriza o setor produtivo. E claro, provocando a euforia do 
mercado financeiro, e os aplausos dos seus asseclas. O risível é que o BC se vangloria do 
pseudosucesso em controlar a inflação. Enquanto, em verdade, os preços vêm sendo contidos às 
custas da valorização cambial e dos salários...\u201d [ênfases e sublinhados no original]1. Escreva uma resposta 
ao autor dos comentários acima mostrando claramente qual é a forma correta de entender o regime 
monetário que vigora no país. Utilize os argumentos apresentados no curso e os seus profundos 
conhecimentos sobre a economia brasileira. 
Questão 3 (2,5 pontos): De acordo com matéria publicada no jornal "O Globo" do último domingo 
(06/07/2010), "O Brasil já tem condições de reduzir a meta de inflação, congelada em 4,5% para o IPCA 
desde 2005 e até 2011". Utilizando os argumentos apresentados no curso e os seus profundos 
conhecimentos sobre a economia brasileira, aponte e discuta as vantagens e desvantagens de uma redução 
na meta de inflação para 2012 na reunião de junho do Conselho Monetário Nacional. 
Questão 4 (2,5 pontos): Num discurso proferido em outubro de 2002 (Asset Prices \u201cBubbles\u201d and 
Monetary Policy), Ben Bernanke afirmou: \u201cMy suggested framework for Fed policy regarding asset-
market instability can be summarized by the adage, Use the right tool for the job. (...) Let me discuss the two 
parts of this recommendation in a bit more detail. The first part of the prescription implies that the Fed 
should use monetary policy to target the economy, not the asset markets. (...) The second part of my 
prescription is for the Fed to use its regulatory, supervisory, and lender-of-last-resort powers to protect 
and defend the financial system. In particular, alone and in concert with other agencies, the Fed should 
ensure that financial institutions and markets are well prepared for the contingency of a large shock to 
asset prices...\u201d. Utilizando a argumentação do Bernanke e o que você sabe (ou deveria saber) sobre a 
economia brasileira, comente críticamente a atuação do Banco Central do Brasil na crise financeira de 
2008. 
Rio de Janeiro, 08 de junho de 2010 
                                                            
1 \u201cPorque a taxa Selic, uma aberração, tanto agrada ao mercado\u201d. Artigo publicado na edição de maio do Jornal dos Economistas, 
orgão oficial do Corecon-RJ e do Sindecon-RJ. O autor, Dércio Garcia Munhoz, é economista formado pela UnB, Mestre pela 
USP/FIPE e Notório Saber pela UnB. Foi professor titular da UnB e presidente do Conselho Federal de Economia. Atualmente 
é membro do Conselho Consultivo do IPEA.