21_Para Entender a Terra - Cap 17
1 pág.

21_Para Entender a Terra - Cap 17


DisciplinaGeologia8.988 materiais66.686 seguidores
Pré-visualização1 página
Figura 17.16 Terraç 'e 2ré. a maré
baixa,a CriSLa\u20acXle'ar " b"rra de areia
durantea maréa ) é'" SL2. Também
estáexpostaa de;:n:ssão ~ e Je 2
cristae a praiasu?erior. _= 2>c2 rcplet2
de marcasde ondade . 020= o ce
maréemmuitoslugares.]2-5 .2en . e)
CAPÍTULO 17. Terrasobos Oceanos 439
Algumasformascomunsdepraias As praiasarenosas10D-
gase rasascrescemondeo apartedeareiaé abundante.fre-
qüentementeonde os sedimentosfriáveis formama co ta.
Nos locaisondeopós-praiaébaixoeosventossopramemdi-
reçãoao continente,largoscinturõesde dunasbordejama
praia.Se a linhadecostafor tectonicamenteelevadae asro-
chasforemresistentes,formam-sefalésiasalinhadasnacosta.
e quaisquerpequenaspraiasqueseformaremserãocompos-
taspormaterialerodidodasfalésias.Nos locaisondea costa
ébaixa,aareiaéabundantee ascorrentesdemarésãofortes,
sendoconstruídasextensasplaníciesde maréqueserãoex-
postasduranteamarébaixa.
O queaconteceseumdosapartesébloqueado- porexem-
plo,porumaparededeconcretoconstruídanotopodapraiapa-
rapreveniraerosão?Seaerosão,umdosprocessosqueforne-
ceareiaparaapraia,for impedida,o suprimentodeareiaserá
cortadoe,dessemodo,apraiaencolherá.Tentativasdesalvara
praiapodem,naverdade,destruí-Ia(verFigura17.1).
Erosãoe deposição naslinhaspraiais
A topografiadalinhapraial,comoado interiordocontinente,
é umprodutode forçastectônicaselevandoou rebaixandoa
crostaterrestre,da erosãodesgastando-ae da sedimentação
- aolongodopós-praia;daderivalitorâneaedacorrente
. aI;eapartirdosriosquechegamaomaraolongoda
::azendosedimentos.A praiaperdeareiaapartir:doven-
a arregaparaasdunasdepós-praia;daderivalitorânea
_ ::renteslongitudinais;edascorrentesdeáguasprofun-
_-=transportamsedimentosduranteastempestades.
- Xluverumbalançoentreo aportee a retiradadesedi-
~_apraiaestaráemequilíbrioemanteráamesmaforma
-e o aportee a retiradade sedimentosnão estiverem
_ dos,apraiacresceouencolhe.Osdesequilíbriosocor-
::.:::nralmenteem períodosde semanas,mesesou anos.
~e degrandestempestades,porexemplo,podemover
;::mdequantidadedeareiada praiaparaaságuasmais
-,,-oparaalémdoladomaisdistantedazonadesUlfe,es-
a praia.Então,numlentoretornoaoequilíbrio,num
de semanasdeclimamaisamenoe comondasmais
areiapodemover-separaa costae reconstruiruma
-ga.Semessemovimentoconstantedeareias,aspraias
:ornar-seincapazesderecuperar-sedo lixo, dosentu-
=~ algunstiposdepoluição.Dentrodeumanooudois,
o petróleodederramamentospodesertransportadoou
:no emboraresíduoscompichepossamserposterior-
- =--- abertosemalgunspontos.As praiaspoderiamlim-
_ idamenteseadeposiçãodelixo cessasse.
Linha de costa na marébaixa
Zona de
espraiamento
)I( )1
1 1
1 1
Linha de costa na maréalta
~
1 ,)\.-(----~*)I~(----
Antepraia Pós-praia Cinturão de dunas
Zona
de surfe
I(
1
1
Costa afora
(
.17 Perfilde umapraiamostrandosuasprincipaisfeições.