4 segredos para conseguir uma bolsa de intercâmbio

 4 segredos para conseguir uma bolsa de intercâmbio

A oportunidade de ter tudo pago para estudar numa universidade renomada e conhecer outro país é sem dúvida nenhuma incrível. Por isso, muita gente sonha com uma bolsa de intercâmbio. Só que muita gente só faz isso mesmo: sonhar. Mas calma que o PD vai te contar 4 segredos para que você possa finalmente trazer o sonho do intercâmbio para a realidade. Confira:

Se inscreva

Todo mundo sabe que o primeiro passo para conseguir uma bolsa é se inscrever em um programa de intercâmbios. É, todo mundo sabe mesmo, mas pouca gente faz isso. Na hora da inscrição bate um medo de não ter proficiência na língua, de não ter notas boas o suficiente, de que no final não vai ter coragem de abandonar os pais e os amigos por tanto tempo, de que nem adianta tentar porque não tem chance de conseguir mesmo, etc, etc, etc.

Então, deixe essas desculpas de lado! Talvez você não consiga mesmo, mas talvez você consiga, não tem como saber a menos que você faça a inscrição.

Se inscreva em vários programas de intercâmbio

É, então, isso vale para todos os programas de intercâmbio que existem. Sim, mesmo aquele que tem uma única vaga para Harvard. Ou aquele que pede que você seja um especialista em malabarismo, afinal, dá tempo de fazer alguns meses de aulas de malabarismo antes da viagem! Brincadeiras à parte, você deve mesmo gastar tempo lendo tudo o que aparece no Google sobre intercâmbios nos países que te interessam e se inscrevendo em todos (todos mesmo, não estamos exagerando) os programas que der.

Escreva uma carta de motivação de arrepiar

Pensa só, você é o cara lá que decide quem ganha a bolsa de intercâmbio e será feliz na Europa (ou em qualquer outro lugar do mundo) sem pagar nada por meses. Você não conhece pessoalmente nenhum dos estudantes que se inscreveram. Tudo o que você tem de verdade sobre eles é uma carta de motivação, na qual eles contam um pouco sobre quem eles são, o que eles gostam de fazer, por que eles querem o intercâmbio e como essa viagem seria boa para a vida deles. É bom essa carta ser boa! Mas boa de verdade. Uma das melhores cartas que você já leu na sua vida.

Agora, volte a ser o estudante brasileiro sonhando com o intercâmbio e escreva a carta. Não implore, não minta, não use frases clichês, não exagere e, principalmente, não use tradutores automáticos. Adivinha qual carta não vai ser lida direito? Sim, aquela com um erro enorme de gramática bem na primeira frase.

Confie no seu taco

No final das contas, você tem que ficar na torcida de uma resposta positiva e confiar que suas habilidades serão suficientes para você conseguir a vaga. E daí que seu sotaque está longe de ser perfeito? Se eles quisessem alguém que falasse a língua igual a um nativo estariam dando a vaga a um nativo e não procurando um intercambista. Se a sua primeira carta de motivação não foi das melhores, não se preocupe, porque a prática faz a perfeição e no próximo processo seletivo tudo será mais fácil.

Então, enquanto você está aí na espera, as inscrições para um outro programa de intercâmbios começaram… você vai se inscrever, certo?! E se tiver alguma dúvida sobre o post é só deixar um comentário aqui para a gente!

Está à procura de um estágio também? Confira as vagas divulgadas aqui no blog!