Foco para os estudos: conheça a história do Ervei

foco para os estudos

“Foco” é a palavra que parece melhor representar Ervei Ribeiro Martins, estudante de 56 anos. Ele é um exemplo de dedicação e paixão pelo conhecimento. Fez a prova do Enem em 2014, depois de 30 anos afastado da sala de aula, em busca de um sonho: formar-se em Fisioterapia. Hoje, perto de conquistar o diploma, o estudante compartilhou com a gente sua história inspiradora e conselhos para uma jornada acadêmica de sucesso. Confira!

Trajetória de superação

De família humilde, Ervei nasceu em Pelotas, no Rio Grande do Sul. Ele concluiu o segundo grau com bastante dificuldade e não conseguiu realizar faculdade porque os pais não tinham condições de pagar a mensalidade. 

Apesar das dificuldades financeiras, sempre foi incentivado a estudar. Para ajudar a família, trabalhou como segurança de eventos. Além disso, empreendeu durante 15 anos como gerente de um comércio de cosméticos.


Optou por interromper o trabalho para dedicar-se aos estudos e ingressar na sua tão sonhada graduação. Com muito foco, colocou na rotina estudar, no mínimo, de 2 a 3 horas por dia.

A escolha pelo curso de Fisioterapia surgiu pelo contato que teve com a profissão através do pai, que era diabético e tinha acompanhamento fisioterapêutico:

Achei muito interessante porque vi na Fisioterapia uma oportunidade de melhorar a qualidade de vida das pessoas”.

Depois de fazer o Enem em 2014, foi aprovado para o curso na Universidade Estácio de Sá. Lá, ele estuda como bolsista até hoje.

A parceria com o Passei Direto

Ervei conheceu o Passei Direto em 2015 por meio de outros estudantes. E foi justamente no ano em que ingressou na faculdade. Desde então, acessar a rede de estudos tornou-se parte da rotina do estudante, que a considera uma fonte didática indispensável:

O Passei Direto é uma ferramenta acadêmica obrigatória. Tem muitos conteúdos bons, artigos, capítulos de livros… tanto conhecimento traz segurança, o que me ajuda a ter um bom progresso nos estudos”.

Além de acessar materiais compartilhados por outros estudantes, Ervei também publica seus próprios materiais e conta que a vontade de colaborar é o que o motiva a fazer isso:

Se eu puder ajudar quem está com dificuldade nos estudos, assim como já fui ajudado, irei ajudar”.

O segredo do foco

Afinal, de que maneira o estudante mantém tanto foco? Segundo ele, tudo tem a ver com uma coisa: determinação. Para Ervei, ter certeza do que você quer é o que dá a motivação necessária para superar os desafios e seguir em frente todos os dias. Por isso, recomenda o autoconhecimento para desenvolver a qualidade:

Se perder o foco constantemente, para, respira e repensa seus objetivos. Para manter a concentração, você tem que saber o que quer. É que nem namoro: se você não tem certeza que gosta da pessoa, qualquer coisa vai desviar sua atenção”.

Também se inspirou com a história do Ervei? Compartilhe essa matéria e motive outros estudantes =)