Saia do comum! Aprenda a falar sobre seu intercâmbio na entrevista

Em muitos processos seletivos, a realização de um intercâmbio é considerada um diferencial entre os candidatos. Porém, a maior parte das pessoas menciona sempre os mesmos aprendizados. Mais do que o fato de se conviver com pessoas e locais diferentes, outras experiências vividas em terras distantes podem ser valorizadas pelos recrutadores, e devem ser destacadas pelos candidatos. Por isso, fique atento às nossas dicas de o que falar sobre o seu intercâmbio na entrevista!

Destino escolhido

A escolha do local do intercâmbio  pode ser importante no processo seletivo de algumas empresas. Além de olhar a lista dos países mais procurados, você deve levar em consideração se o país destino e seu idioma são relevantes para sua carreira, como o alemão para engenharia ou o inglês para negócios. O recrutador pode ver com bons olhos sua disposição de viver no país referência para o mercado daquela empresa e entender melhor sua cultura.

Adaptação e flexibilidade

Estar longe de casa e da rotina familiar já é uma mostra de sua determinação  de ser independente e dar seus próprios passos. Aproveite para destacar em sua experiência no intercâmbio o que você aprendeu e como se virou no local. Uma forma de mostrar flexibilidade e independência também é buscar financiar seu intercâmbio com bolsas.

Experiências para a carreira

O empregador em potencial pode ficar bem impressionado se você mostrar que seu intercâmbio está ligado à sua carreira. Mas como fazer isso? Escolha cursos complementares ao de idioma ligados à sua área de atuação. Outra possibilidade é buscar estágios ou trabalhos que tenham relação ao seu campo de estudo, talvez até uma empresa que seja referência ou mesmo a matriz da companhia onde você está pleiteando um emprego.

Vida sem rotinas

Vivendo em outra comunidade, você vai precisar se adaptar facilmente a mudanças de rotina e costumes. Para o empregador em potencial, essa vivência pode mostrar que você pode aceitar mudanças na carreira, como transferências de cidades ou países. Destaque na entrevista como você conseguiu se adaptar e se você estará disposto a passar por essas mudanças novamente durante seu crescimento profissional.

Atividades no seu tempo livre

Mesmo longe de casa, você terá um tempo vago em seu intercâmbio entre os estudos e viagens. Aproveite esse tempo para participar de um voluntariado local, onde você terá a oportunidade de praticar o idioma e ainda fazer o bem para outros. Você também pode procurar ampliar sua rede de networking, procurando conselhos, sindicatos ou representações de sua área de atuação. Assim você também receberá informações sobre como o mercado local se comporta e como se diferencia do mercado brasileiro.

Agora que você já sabe como incluir seu intercâmbio em seu currículo e sua entrevista de emprego, faça questão de mencionar como essa experiência ela influenciou no desenvolvimento da sua carreira e quais habilidades você desenvolveu ao longo desse período fora. Tem mais alguma coisa que você acha interessante mencionar sobre seu intercâmbio? Conte para nós nos comentários!