2

Exercícios resolvidos: Elementos de Eletrônica Digital

Ivan Valeije IdoetaIBSN: 9788571940192

Elaborado por professores e especialistas

ALUNOS QUE TAMBÉM VISUALIZARAM

  • +1.432

Passo 1 de 3

NE (Não E)

Como já sabemos, em uma porta lógica “E”, para que haja saída positiva (1), temos que ter ambas as entradas em nível lógico “1”. E, para representarmos o circuito de uma porta “E”, utilizamos duas chaves, uma fonte e uma carga, todos ligados em série. Ou seja, para que haja corrente circulando pela carga, ambas as chaves precisam estar ligadas.

No caso de uma porta “NE”, temos o inverso de uma porta “E”, ou seja, somente quando ambas as entradas são positivas (1) é que o resultado se torna “0”.

Sendo assim, duas chaves em série, ambas ligadas em paralelo com a carga, representarão de forma satisfatória esse circuito, ou seja, quando ambas as chaves forem ligadas é que a carga não receberá corrente.

Sendo assim, o circuito fica da seguinte forma:

Imagem 3

NOU (Não Ou)

Como já sabemos em uma porta lógica “Ou”, para que haja saída positiva (1) temos que ter ao menos uma das entradas em nível lógico “1”. E, para representarmos o circuito de uma porta “Ou”, utilizamos duas chaves ligadas em paralelo entre si, uma fonte e uma carga ligadas em série. Ou seja, para que haja corrente circulando pela carga, ao menos uma das chaves precisa estar ligada.

No caso de uma porta “NOU”, temos o inverso de uma porta “OU”, ou seja, somente quando ambas as entradas não forem acionadas (0) é que o resultado se torna “1”.

Sendo assim, duas chaves em paralelo, ambas ligadas em paralelo com a carga, representarão de forma satisfatória esse circuito, ou seja, quando ambas as chaves forem desligadas é que a carga receberá corrente.

Sendo assim, o circuito fica da seguinte forma:

Imagem 4

lock Ver solução completa

Depoimentos de estudantes que já assinaram o Exercícios Resolvidos

Nathalia Nascimento fez um comentárioCEFET/RJ • Engenharia
Foi um apoio àquelas aulas que não acabam totalmente com as dúvidas ou mesmo naquele momento de aprender o conteúdo sozinha. Além disso, dispensou a necessidade de um orientador e por isso, permitiu que eu estudasse em qualquer local e hora.
Valdivam Cardozo fez um comentárioUFRB • Engenharia
Tive uma sensação maior de autonomia nos estudos, as vezes era frustante não conseguir resolver uma determinada questão e nem sempre os professores corrigem as listas que passam.