56
Estática - Mecânica Para Engenharia - 12ª Ed. 2011

Exercícios resolvidos: Estática - Mecânica Para Engenharia - 12ª Ed. 2011

R C HibbelerIBSN: 9788576058151

Elaborado por professores e especialistas

ALUNOS QUE TAMBÉM VISUALIZARAM

  • +18.127

Passo 1 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Vamos determinar a força em cada corda para o equilíbrio da caixa de . A corda permanece na horizontal devido ao rolete em , e tem um comprimento de . Considerar . Para mais detalhes, você pode verificar na Figura do Problema 3.1 na página 68 deste livro.

Passo 2 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Os problemas de equilíbrio de forças coplanares para uma partícula podem ser resolvidos se usarmos o seguinte procedimento:

Diagrama de corpo livre (DCL):

1- Estabeleça os eixos x e y com qualquer orientação adequada.

2- Identifique todas as intensidades e direções das forças conhecidas e desconhecidas no diagrama.

3- O sentido de uma força que tenha intensidade desconhecida é assumido.

Passo 3 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Equações de equilíbrio:

1-Aplique as equações de equilíbrio e .

2-As componentes serão positivas se forem direcionadas ao longo de um eixo positivo e, negativas, se forem direcionadas ao longo de um eixo negativo.

3-Como a intensidade de uma força é sempre uma quantidade positiva, então, se a solução produzir um resultado negativo, isso indica que o sentido da força é oposto ao mostrado no diagrama de corpo livre (que foi assumido).

Passo 4 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

A Figura 1 mostra o DCL (diagrama de corpo livre).

Passo 5 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Para a geometria da Figura 1, temos:

Podemos aplicar as equações de equilíbrio no diagrama de corpo livre como mostrado na Figura 1:

Passo 6 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Portanto, a resposta para a questão é que as forças em cada corda e são , respectivamente.

Exercícios resolvidos no Capítulo 3

Depoimentos de estudantes que já assinaram o Exercícios Resolvidos

Nathalia Nascimento fez um comentárioCEFET/RJ • Engenharia
Foi um apoio àquelas aulas que não acabam totalmente com as dúvidas ou mesmo naquele momento de aprender o conteúdo sozinha. Além disso, dispensou a necessidade de um orientador e por isso, permitiu que eu estudasse em qualquer local e hora.
Valdivam Cardozo fez um comentárioUFRB • Engenharia
Tive uma sensação maior de autonomia nos estudos, as vezes era frustante não conseguir resolver uma determinada questão e nem sempre os professores corrigem as listas que passam.