14
Física para Cientistas e Engenheiros - Volume 1

Exercícios resolvidos: Física para Cientistas e Engenheiros - Volume 1

Gene Mosca, Paul Allen TiplerIBSN: 9788521617105

Elaborado por professores e especialistas

ALUNOS QUE TAMBÉM VISUALIZARAM

  • +8.645

Passo 1 de 7keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Conforme você estudou no capítulo 4, seção 6, deste livro, devemos aplicar a segunda lei de Newton para analisar as forças, na direção vertical, aplicadas na balança representada na Figura 1.

Passo 2 de 7keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Na Figura 1, vamos representar o diagrama de corpo livre para a balança, onde o referencial vertical é positivo no sentido para cima.

Imagem 1

Figura 1

Referência da Fig. 4-23 do livro

Passo 3 de 7keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Agora, vamos aplicar a segunda Lei de Newton na direção vertical do movimento da balança, conforme a seguir.

Passo 4 de 7keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Como a balança apresenta a mesma aceleração do elevador no sentido para cima, isto é, no mesmo sentido do referencial vertical , temos o sinal da aceleração positiva na Equação (1).

Passo 5 de 7keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Você deverá perceber que a medida da força realizada pela mola será igual a intensidade da força normal , onde, neste caso, vamos reescrever a Equação (1), assim:

Agora, vamos substituir, na Equação (2), por , assim:

Passo 6 de 7keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Para calcular a intensidade da força ,vamos substituir, na Equação (3), m por ; por 4,0 m/s² ; e por 9,81 m/s² , da seguinte forma:

Passo 7 de 7keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Portanto, a resposta para a questão é que: a leitura da escala da balança de mola, dentro do elevador, enquanto ele está parando é igual a 967 N.

Exercícios resolvidos no Capítulo 4.9

Depoimentos de estudantes que já assinaram o Exercícios Resolvidos

Nathalia Nascimento fez um comentárioCEFET/RJ • Engenharia
Foi um apoio àquelas aulas que não acabam totalmente com as dúvidas ou mesmo naquele momento de aprender o conteúdo sozinha. Além disso, dispensou a necessidade de um orientador e por isso, permitiu que eu estudasse em qualquer local e hora.
Valdivam Cardozo fez um comentárioUFRB • Engenharia
Tive uma sensação maior de autonomia nos estudos, as vezes era frustante não conseguir resolver uma determinada questão e nem sempre os professores corrigem as listas que passam.