12

Exercícios resolvidos: Manual de Contabilidade Tributária - 8ª Ed. - 2014

Paulo PêgasIBSN: 9788579871993

Elaborado por professores e especialistas

ALUNOS QUE TAMBÉM VISUALIZARAM

  • +2.455

Passo 1 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Para solucionarmos esta questão é preciso entender que o lucro real das empresas no ato da apuração dos impostos é ajustado pelas adições, pelas exclusões ou pelas compensações autorizadas pela legislação. O Lucro Líquido considerado é o lucro líquido do período de apuração antes da provisão para o IRPJ. As adições/Exclusões são registros contábeis que forem necessárias para a observância dos preceitos da legislação tributária relativos à determinação do lucro real e da base de cálculo da CSLL. Contudo, quando não o são, devido à natureza ser exclusivamente fiscal, ou forem diferentes dos lançamentos dessa escrituração, serão feitos no Lalur – Livro de Apuração do Lucro Real ou em livros auxiliares. Sabendo disso, acompanhe a resolução!

Passo 2 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Observe que as adições e as exclusões podem ser temporárias ou permanentes. As exclusões temporárias são receitas ou incentivos fiscais que não são tributáveis no exercício de competência contábil e que serão tributados em exercícios posteriores. As adições temporárias são despesas ou custos não dedutíveis temporariamente e que poderão ser excluídos em evento futuro. As exclusões são permanentes quando definidas pela legislação, dessa forma, não haverá a necessidade de adição futura e as adições são permanentes quando independentemente de qualquer evento futuro, serão indedutíveis pela legislação dessa forma não há exclusão futura.

Passo 3 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Com os dados fornecidos pela solução, é possível fazer a seguinte tabela:

A

N

o

Valor

de

aquisição

Valor

Residual

Valor depreciável

vida útil

Depreciação Contábil

Depreciação Fiscal

Exclusão temporária do IR

20

10

1000

160

1000-160 = 840

7 anos

(ano 1/7)

840/7 = 120

1000 x 20% = 200

200-120 = 80

20

11

1000

160

1000-160 = 840

7 anos

(ano 2/7)

840/7 = 120

1000 x 20% = 200

200-120 = 80

2012

1000

160

1000-160 = 840

7 anos

(ano 3/7)

840/7 = 120

1000 x 20% = 200

200-120 = 80

2013

1000-360 (depreciação acumulada contábil)

= 640

190

640-190 = 450

6 anos

(ano 4/6)

450/3 = 150

1000 x 20% = 200

200-150 = 50

2014

1000

160

1000-160 = 840

6 anos

(ano 5/6)

450/3 = 150

1000 x 20% = 200

200-150 = 50

2015

1000

160

1000-160 = 840

6 anos

(ano 6/6)

450/3 = 150

1000 x 20% = 200

200-150 = 50

Passo 4 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Agora, vamos analisar as alternativas!

Este item é incorreto, visto que as adições temporárias são despesas ou custos não dedutíveis temporariamente e que poderão ser excluídos em evento futuro. O que temos nos cálculos efetuados são exclusões temporárias que, no presente, são excluídas e, no futuro, serão adicionadas à base do IR.

Passo 5 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

b)

Este item é incorreto, visto que as adições temporárias são despesas ou custos não dedutíveis temporariamente e que poderão ser excluídos em evento futuro. O que temos nos cálculos efetuados são exclusões temporárias que, no presente, são excluídas e, no futuro, serão adicionadas à base do IR.

Passo 6 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

d)

Este item é incorreto, embora se trate do tipo certo de exclusão, o valor informado não é o correto a ser ajustado em 2013.

Passo 7 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Passo 8 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

e)

Passo 9 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Este item é incorreto, embora se trate do tipo certo de exclusão, o valor informado não é o correto a ser ajustado em 2013.

Passo 10 de 10keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Dessa forma, podemos afirmar que alternativa correta é a (d), a qual afirma que o registro contábil referente ao ajuste do confronto entre a depreciação contábil e depreciação fiscal é de R$ 50,00, ou seja, trata-se de uma exclusão temporária, pois há a diferença de caráter temporário. Deve-se receber o tratamento requerido pelas regras contábeis vigentes para reconhecimento e mensuração de imposto de renda e contribuição social, ou seja, serão diferidos e controlados na parte B do Lalur.

Depoimentos de estudantes que já assinaram o Exercícios Resolvidos

Nathalia Nascimento fez um comentárioCEFET/RJ • Engenharia
Foi um apoio àquelas aulas que não acabam totalmente com as dúvidas ou mesmo naquele momento de aprender o conteúdo sozinha. Além disso, dispensou a necessidade de um orientador e por isso, permitiu que eu estudasse em qualquer local e hora.
Valdivam Cardozo fez um comentárioUFRB • Engenharia
Tive uma sensação maior de autonomia nos estudos, as vezes era frustante não conseguir resolver uma determinada questão e nem sempre os professores corrigem as listas que passam.