6

Exercícios resolvidos: Microeconomia - 7ª Ed. 2010

Robert PindyckIBSN: 9788576052142

Elaborado por professores e especialistas

ALUNOS QUE TAMBÉM VISUALIZARAM

  • +5.406

Passo 1 de 8keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(a)

Ao partir das informações, calcularemos o produto marginal do trabalho: a produção extra devido à contratação de uma unidade adicional de trabalho. Assim, multiplicamos com o preço para calcularmos a receita do produto marginal do trabalho.

Passo 2 de 8keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Para chegarmos à quantidade maximizadora de lucros, usaremos como regra que a empresa só contratará trabalhadores somente enquanto tiver receita do produto marginal maior do que a remuneração nominal, ou até a receita ficar igual à remuneração.

Passo 3 de 8keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Temos, então, a seguinte tabela:

q

L

PMg L

RMgP L

0

0

-

-

20

1

20

40

35

2

15

30

47

3

12

24

57

4

10

20

65

5

8

16

70

6

5

10

Portanto, a empresa contratará 5 unidades de trabalho.

Passo 4 de 8keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(b)

Para essa questão, usaremos a tabela em (A), sendo que, com a mudança estabelecida, a empresa não irá mais optar em contratar 5 unidades de trabalho, pois seu benefício de $ 16/h é menor que o seu custo $ 21/h.

Passo 5 de 8keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

De forma lógica, a empresa optaria por 4 unidades de trabalho. Porém, o custo com L=4 é maior que o benefício, assim haveria prejuízo na contratação da 4ª unidade de trabalho.

Diante disso, a empresa acolheria 3 unidades ,e não 4, a não ser que as unidades fracionadas fossem permitidas.

(c)

Diante desses novos dados, a receita do produto marginal do trabalho ficará conforme a tabela seguinte:

q

L

PMg L

RMgP L

0

0

-

-

20

1

20

60

35

2

15

45

47

3

12

36

57

4

10

30

65

5

8

24

70

6

5

15

Segundo a tabela, a mudança no preço do produto não iria mudar o produto marginal do trabalho, mas alteraria a receita do produto marginal.

Passo 6 de 8keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

A empresa ainda optará pela contratação de 5 unidades, conforme o item (A). A 6ª unidade não seria contratada porque o seu benefício extra é menor que o custo extra. Já o lucro será maior que o do item (A).

Passo 7 de 8keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(d)

Para calcularmos os novos valores de produção, basta multiplicarmos os antigos valores por 1,25.

Com a revolução tecnológica, o número de unidades de trabalho de produção muda por um número de dados de unidades de trabalho; ainda, muda o produto marginal e a receita do produto marginal do trabalho.

Passo 8 de 8keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Assim, teremos a seguinte tabela com os novos valores:

q

L

PMg L

RMgP L

0

0

-

-

25

1

25

50

43,75

2

18,75

37,5

58,75

3

15

30

71,25

4

12,5

25

81,25

5

10

20

87,5

6

6,25

12,5

Como podemos observar, a empresa ainda optará pela contratação de 5 unidades de trabalho, sendo o lucro ainda maior do que no item (A).

Depoimentos de estudantes que já assinaram o Exercícios Resolvidos

Nathalia Nascimento fez um comentárioCEFET/RJ • Engenharia
Foi um apoio àquelas aulas que não acabam totalmente com as dúvidas ou mesmo naquele momento de aprender o conteúdo sozinha. Além disso, dispensou a necessidade de um orientador e por isso, permitiu que eu estudasse em qualquer local e hora.
Valdivam Cardozo fez um comentárioUFRB • Engenharia
Tive uma sensação maior de autonomia nos estudos, as vezes era frustante não conseguir resolver uma determinada questão e nem sempre os professores corrigem as listas que passam.