9

Exercícios resolvidos: Princípios de Administração Financeira - 12ª Ed. 2010

Lawrence GitmanIBSN: 9788576053323

Elaborado por professores e especialistas

ALUNOS QUE TAMBÉM VISUALIZARAM

  • +3.202

Passo 1 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

a)

Vamos então calcular de cada fonte de financiamento:

(1)

Para capitais de terceiros a longo prazo, primeiros $450.000,00 o custo do capital antes do imposto de renda é calculado por meio da seguinte fórmula:

......(1)

Onde temos:

• rd = custo do capital antes do imposto de renda;

• I = juros anuais = $90;

• n = 15 anos = número de anos até a data de vencimento da obrigação;

• Nd = recebimentos líquidos com a venda do título (obrigação) = $960.

Passo 2 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Ao usarmos os números que temos na equação (1), teremos:

Passo 3 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Agora, vamos calcular o custo do capital depois do imposto de renda assim:

......(2)

Onde temos:

• rd = custo do capital antes do imposto de renda = 9,46%;

• ri = custo do capital depois do imposto de renda;

• T = alíquota do imposto de renda = 40% = 0,40.

Passo 4 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Então, teremos:

Passo 5 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(2)

Para capitais de terceiros a longo prazo, além de $450.000,00, usaremos a equação (2) de novo assim:

......(2)

Onde temos:

• rd = custo do capital antes do imposto de renda = 13%;

• ri = custo do capital depois do imposto de renda;

• T = alíquota do imposto de renda = 40% = 0,40.

Passo 6 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Então, teremos:

Passo 7 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(3)

Para ações preferenciais todos os valores usaremos a seguinte fórmula:

Onde temos:

• rp é o custo das ações preferenciais;

• Dp são os dividendos anuais em dólares = $9,80;

• Np rendimentos líquidos com a venda das ações = $65.

Passo 8 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Então, teremos:

Passo 9 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(4)

Para capital próprio ações ordinárias, primeiros $1.500.000,00, usaremos a seguinte fórmula:

......(3)

Onde temos:

• P0 = valor da ação ordinária = $12;

• D1 = Dividendo por ação esperado ao final do primeiro ano = $0,96;

• g = taxa de crescimento constante dos dividendos = 11%= 0,11.

Vamos usar os valores que temos na equação (3) então obteremos:

Passo 10 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(5)

Para capital próprio ações ordinárias, além $1.500.000,00, também usaremos a seguinte fórmula:

......(3)

Onde temos:

• P0 = valor da ação ordinária = $9;

• D1 = Dividendo por ação esperado ao final do primeiro ano = $0,96;

• g = taxa de crescimento constante dos dividendos = 11%= 0,11.

Passo 11 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Vamos usar os valores que temos na equação 11.5 então obteremos:

b)

Calculamos o ponto de ruptura por meio desta fórmula:

Onde temos:

• PRj = ponto de ruptura da fonte de financiamento j;

• VFj = volume de fundos disponível a partir de fonte de financiamento j a um dado custo;

• wj = peso na estrutura de capital (na forma decimal) da fonte de financiamento j.

Passo 12 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

O ponto de ruptura associado aos débitos a longo prazo é calculado assim:

Onde temos:

• VFj = $450.000,00;

• wj = 0,30.

Passo 13 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Vamos usar os dados acima teremos:

O ponto de ruptura associado às equidades comuns é calculado assim:

Onde temos:

• VFj = $1.500.000,00;

• wj = 0,60.

Passo 14 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Vamos usar os dados acima teremos:

c)

Vamos calcular médio ponderado de capital conforme nos mostra a tabela a seguir:

Imagem 31

Imagem 33

Passo 15 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Imagem 30

d)

Vamos traçar o gráfico que nos foi solicitado. Ele ficará assim:

Imagem 1

Passo 16 de 16keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

e)

Nós poderemos aceitar os projetos B, C, D, E e F, porque cada projeto tem a TIR (taxa interna de retorno) maior que o custo médio ponderado do capital. Estes projetos irão requerer um novo financiamento de $2.400.000,00.

Depoimentos de estudantes que já assinaram o Exercícios Resolvidos

Nathalia Nascimento fez um comentárioCEFET/RJ • Engenharia
Foi um apoio àquelas aulas que não acabam totalmente com as dúvidas ou mesmo naquele momento de aprender o conteúdo sozinha. Além disso, dispensou a necessidade de um orientador e por isso, permitiu que eu estudasse em qualquer local e hora.
Valdivam Cardozo fez um comentárioUFRB • Engenharia
Tive uma sensação maior de autonomia nos estudos, as vezes era frustante não conseguir resolver uma determinada questão e nem sempre os professores corrigem as listas que passam.