10

Exercícios resolvidos: Princípios de Administração Financeira - 12ª Ed. 2010

Lawrence GitmanIBSN: 9788576053323

Elaborado por professores e especialistas

ALUNOS QUE TAMBÉM VISUALIZARAM

  • +3.228

Passo 1 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

A alternativa nos pede para calcular o quociente de troca, em termos de preço de mercado (QTPM), o lucro por ação (LPA) e o índice preço/lucro (P/L) da Procras Corporation e da Rome Industries.

Passo 2 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Primeiramente, calcularemos o QTPM com a seguinte fórmula:

Passo 3 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Passo 4 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Sendo:

Passo 5 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

QTPM = quociente de troca a termos de preço de mercado

PEA = preço corrente de mercado da empresa adquirente

QT = quociente de troca

PEV = preço corrente de mercado da empresa visada

Passo 6 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Ao substituirmos os dados na fórmula, temos:

Passo 7 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Passo 8 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Neste caso, o quociente de troca a termos de preço de mercado é de 0,64.

Passo 9 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Em segundo lugar, calcularemos o LPA das duas empresas, que obteremos com a divisão dos lucros disponíveis aos acionistas ordinários pela quantidade de ações ordinárias emitidas, da seguinte maneira:

Procras Corporation

Passo 10 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Rome Industries

Passo 11 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Passo 12 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Assim, o LPA da Procras é de $ 1,60 e o da Rome Industries é de $ 3

Passo 13 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Por fim, calcularemos o índice preço/lucro (P/L) das duas empresas, conforme abaixo:

Passo 14 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Procras Corporation

Passo 15 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Passo 16 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Rome Industries

Passo 17 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Passo 18 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(b)

Agora, o exercício nos pede para calcular qual será o lucro por ação, depois da fusão (LPAAF), que podemos calcular com a seguinte fórmula:

Sendo:

LPAAF = lucro por ação após a fusão

LEC = lucro da empresa compradora

LEA = lucro da empresa adquirida

QAEC = quantidade de ações da empresa compradora

QAEV = quantidade de ações da empresa adquirida

Passo 19 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Ao substituirmos os termos da fórmula, temos:

Passo 20 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

O lucro por ação, após a fusão será de $ 1,88.

Passo 21 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(c)

Precisaremos agora, calcular o índice preço/lucro (P/L) da Rome Industries, após a fusão. Com o LPA, após a fusão, calculado na letra b e com o índice P/L estimado pela Rome (18,5).

Passo 22 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Calcularemos o preço da ação, após a efetivação da fusão. Faremos o cálculo da seguinte maneira:

Passo 23 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Com isso, o preço da ação da Rome, após a fusão será de $ 34,78.

Passo 24 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(d)

Vamos calcular o valor de mercado total da Rome Industries, após a fusão com a Procras Corporation. Para isso, multiplicaremos o preço da ação da empresa pela quantidade de ações existentes no mercado.

Passo 25 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Antes da fusão, o valor de mercado da Rome é de $ 12.800.000 ($32 400.000 ações). Com a fusão, haverá aumento do preço de mercado e do número de ações, que elevará o valor total da empresa para $ 15.164.080 ($34,78 436.000 ações).

Passo 26 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Assim, percebemos uma variação positiva de valor de mercado da Rome Industries no valor de $ 2.364.000.

Passo 27 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(e)

Agora, deveremos analisar se a liquidação da Procras Corporation é um bom negócio para a Rome Industries.

Caso seja adotada esta opção, a ordem para pagamento dos credores, conforme informações do balanço patrimonial da empresa e de acordo com o Bankrupcy Reform Act de 1978 seria a seguinte:

Picture 6

Passo 28 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Tais despesas totalizariam a quantia de $ 1.000.000

Passo 29 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(f)

Conforme informado no exercício, a venda dos ativos da empresa geraria $ 3.200.000. Como os credores demonstrados na letra e, possuem prioridade, restaria aos demais credores a quantia de $ 2.200.000.

Passo 30 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Ao buscarmos os credores não prioritários, no balanço patrimonial da Procras, vemos que o total da dívida com eles é de $ 4.400.000. O valor restante da venda de ativos será dividido, proporcionalmente, entre cada um deles.

Passo 31 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

A Rome Industries possui em créditos a receber da Procras o montante de $ 1.900.000, que é exatamente 43,18% da dívida que esta possui com os credores. Assim, a Rome receberá com a liquidação apenas $ 949.960,00 (43,18% de $ 2.200.000)

Passo 32 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(g)

Ao analisarmos os resultados deste exercício, mais precisamente na alternativa d, o aumento do valor de mercado da Rome, mesmo com o ingresso dos acionistas da Procras, seria a alternativa mais viável ante a liquidação desta.

Além disso, haveria a possibilidade de abater eventuais prejuízos fiscais da empresa, em seu balanço patrimonial, maximizando os lucros dos acionistas da Rome. Por isso, devemos sugerir a possibilidade de aquisição da Procras Corporation.

Passo 33 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(h)

Para analisarmos a melhor escolha para os acionistas da Procras, devemos recordar que eles não receberão nada se a empresa for liquidada, visto que a venda dos ativos não é suficiente para cobrir as dívidas que a empresa possui com os seus credores.

Passo 34 de 34keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Por fim, com a aquisição os recursos injetados na Procras estarão seguros, pois haverá a troca de suas ações pelas da Rome Industries, uma empresa sadia e com um valor de mercado maior.

Depoimentos de estudantes que já assinaram o Exercícios Resolvidos

Nathalia Nascimento fez um comentárioCEFET/RJ • Engenharia
Foi um apoio àquelas aulas que não acabam totalmente com as dúvidas ou mesmo naquele momento de aprender o conteúdo sozinha. Além disso, dispensou a necessidade de um orientador e por isso, permitiu que eu estudasse em qualquer local e hora.
Valdivam Cardozo fez um comentárioUFRB • Engenharia
Tive uma sensação maior de autonomia nos estudos, as vezes era frustante não conseguir resolver uma determinada questão e nem sempre os professores corrigem as listas que passam.