11

Exercícios resolvidos: Princípios de Administração Financeira - 12ª Ed. 2010

Lawrence GitmanIBSN: 9788576053323

Elaborado por professores e especialistas

ALUNOS QUE TAMBÉM VISUALIZARAM

  • +3.387

Passo 1 de 4keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(a)

O custo médio ponderado corresponde ao custo futuro médio dos fundos num período a longo prazo. Esse custo é calculado através da ponderação do valor de cada tipo de capital pela ponderação na participação da estrutura a empresa. Com base nessas informações, calcularemos em dólares a seguir:

Cálculo do custo médio ponderado do capital da U.S. Computer Corporation (USCC).

Fonte de Capital

Peso (1)

Custo (2)

Custo ponderado

(1) x(2)

Capital de terceiros

60%= 0,60

6% = 0,06

0,036 ou 3,6%

Capital próprio

40%=0,40

14%=0,14

0,056 ou 5,6%

Total

1,00

9,2%

Podemos notar que o peso que se refere à soma das ponderações deve ser sempre igual a um. Também devemos lembrar que o custo é calculado com base no valor de cada capital. Dessa forma, o custo médio poderado encontrado do capital de terceiros e do capital próprio é igual a 9,2%

______________________________________________________________________

O custo médio ponderado do capital é de 9,2%. Sendo considerando um nível de risco para a empresa, a qual deverá aceitar todos os projetos que gerem um retorno maior que 9,2%.

Passo 2 de 4keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(b)

Calcularemos a seguir o valor presente do fluxo de caixa dos cinco primeiros anos do projeto, utilizando o custo médio ponderado do capital igual a 9,2%. Consideramos que a receita de vendas seja de $20 milhões por ano nos primeiros anos. Utilizaremos o custo médio como a taxa para encontrar o fator valor presente da anuidade ordinária a cada ano. Assim, obteremos:

Após descobrirmos o fator do valor presente de cada anuidade, podemos calcular o valor presente a seguir:

Cálculo do Valor Presente

____________________________________________________________

Ano Fluxo de caixa FVPi/n Valor Presente

(n)_______(1)_________________(2)_______________(1)x(2)________

1_______$ 20.000.000_______0,99912______________$_19.982.400___

2_______$ 20.000.000 ______ 2,08512______________$_41.702,400___

3_______$ 20.000.000______ 3,27972______________$ 65.594.400___

4_______$ 20.000.000_______4,57206______________$ 91.441.200___

5_______$ 20.000.000______ 5.99472______________$ 119.894.400__

Se o dólar valorizar em relação ao peso, o valor presente de cada anuidade tende a aumentar.

______________________________________________________________________

Assim, podemos compreender que se o dólar valorizar em relação ao peso, o valor presente de cada anuidade tende a aumentar.

Passo 3 de 4keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(c)

As taxas de câmbio sofrem oscilações do mercado devido a diversos fatores políticos e econômicos. A inflação é um dos fatores que afetam a taxa de câmbio entre dois países, podendo valorizar um e desvalorizar a taxa de câmbio do outro. A USCC poderia minimizar o risco de câmbio do projeto por meio de ajustes nas áreas de produção, compras e vendas, podendo reduzir, assim, os custos ou aumentar as receitas em dólares americanos. Dessa forma, as variações da taxa de câmbio influenciam nas contas individuais das demonstrações financeiras, essa situação de risco é denominada como exposição contábil.

As taxas de câmbio podem gerar impacto no valor da empresa, essa situação de risco é conhecida como exposição econômica.

Essa empresa poderá sofrer outros tipos de risco como políticos que se refere à implementação de regras ou normas por um governo anfitrião, no caso da empresa subsidiária chilena. Outro risco é conhecido como risco político macro e se refere à sujeição da empresa a um país estrangeiro em relação ao impacto das mudanças políticas, casos de revolução ou novas políticas econômicas. E um outro suposto risco que essa empresa poderia sofrer é o risco político micro que se refere a sujeição de um setor específico da empresa ou, também, no caso da empresa toda se submeter à políticas de um país estrangeiro específico.

_____________________________________________________________________

A empresa USCC poderá sofrer alguns riscos referentes às oscilações da taxa de câmbio no mercado em relação a sua subsidiária chilena, como de exposição econômica, exposição contábil, riscos políticos, macro ou micro.

Passo 4 de 4keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(d)

A empresa USCC poderá sofrer alguns riscos em relação a sua subsidiária chilena como os riscos de exposição contábil e de exposição econômica. Os riscos de exposição contábil se referem ao impacto das variações da taxa de câmbio sobre as contas da empresa. E a exposição econômica se refere ao impacto sobre o valor da empresa, em relação ao financiamento da estrutura de capital da subsidiária. Os riscos políticos também podem influenciar em normas e regras

A estratégia de financiamento mais recomendada seria melhor em pesos chilenos, que se refere a moeda local da empresa subsidiária, pois, minimiza o risco das flutuações da taxa de câmbio. Ao supormos que ocorre uma instabilidade política no Chile, país em que está localizado a subsidiária da empresa USCC, esse país assumirá os ativos e as operações da empresa. Nesse caso, a resposta continuaria sendo a mesma e o projeto continuaria sendo atrativo, pois o financiamento local tende a reduzir os riscos das oscilações das taxas cambiais.

Levando em consideração a possibilidade de que o Chile e os Estados Unidos firmassem um pacto bilateral econômico, ou seja, um acordo mútuo em que ambos fossem beneficiados, buscando a integração econômica dos países.

Assim, a empresa USCC dos Estados Unidos enfrentará riscos com as oscilações da taxa de câmbio no mercado ao realizar o financiamento de sua subsidiária no Chile. A fim de minimizar esse risco, a empresa poderá optar por realizar o financiamento na moeda local da subsidiária chilena.

Depoimentos de estudantes que já assinaram o Exercícios Resolvidos

Nathalia Nascimento fez um comentárioCEFET/RJ • Engenharia
Foi um apoio àquelas aulas que não acabam totalmente com as dúvidas ou mesmo naquele momento de aprender o conteúdo sozinha. Além disso, dispensou a necessidade de um orientador e por isso, permitiu que eu estudasse em qualquer local e hora.
Valdivam Cardozo fez um comentárioUFRB • Engenharia
Tive uma sensação maior de autonomia nos estudos, as vezes era frustante não conseguir resolver uma determinada questão e nem sempre os professores corrigem as listas que passam.