8

Exercícios resolvidos: Probabilidade Aplicações a Estatística

Paul MeyerIBSN: 9788521602941

Elaborado por professores e especialistas

ALUNOS QUE TAMBÉM VISUALIZARAM

  • +1.684

Passo 1 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Para resolver este problema, vamos utilizar nossos conhecimentos sobre somas de variáveis aleatórias, utilizando a Lei dos grandes números. Acompanhe!

Passo 2 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(a)

Para encontrar o número n de peças que devem ser inspecionadas para que a probabilidade de peças boas seja 0,98 e a frequência relativa difira de 0,02 por menos de 0,05, vamos aplicar a seguinte equação desenvolvida a partir da lei dos grandes números:

Passo 3 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

O único termo que não foi fornecido pelo enunciado é o n, já que é ele que queremos calcular. A probabilidade p foi dada por 0,98, o termo é fornecido como sendo 0,05 e o termo foi dado por 0,02. Portanto, vamos substituir nesta desigualdade e encontrar o valor de n:

Passo 4 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Portanto, o valor mínimo peças supervisionadas deverá ser de .

Passo 5 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

(b)

Vamos, agora, encontrar o valor de n com uma probabilidade de se encontrar peças defeituosas sendo p. Conforme estudamos, quando não conhecemos o valor de p, devemos empregar o fato de que p(p-1) toma seu valor máximo quando p=1/2. Desta forma, termos que:

Passo 6 de 6keyboard_arrow_downkeyboard_arrow_up

Portanto, o valor mínimo de peças que devem ser inspecionadas, quando não conhecemos a probabilidade de a peça ser defeituosa, é de .

Depoimentos de estudantes que já assinaram o Exercícios Resolvidos

Nathalia Nascimento fez um comentárioCEFET/RJ • Engenharia
Foi um apoio àquelas aulas que não acabam totalmente com as dúvidas ou mesmo naquele momento de aprender o conteúdo sozinha. Além disso, dispensou a necessidade de um orientador e por isso, permitiu que eu estudasse em qualquer local e hora.
Valdivam Cardozo fez um comentárioUFRB • Engenharia
Tive uma sensação maior de autonomia nos estudos, as vezes era frustante não conseguir resolver uma determinada questão e nem sempre os professores corrigem as listas que passam.