Introdução à Teoria Geral da Administração

Introdução à Teoria Geral da Administração

Idalberto Chiavenato

Ano: 2014 | Editora: ManoleISBN 9788520440469
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • avaliações

Resumo

Durante longos anos, a Administração foi considerada uma atividade paralela e apenas complementar ao comando das organizações em geral e das empresas em particular. Seu surgimento, no início do século passado, como uma ciência focada na busca da eficiência do trabalhador no chão da fábrica provocou uma verdadeira revolução no mundo organizacional.Posteriormente, envolveu a organização como uma totalidade, em um amplo processo administrativo de planejar, organizar, dirigir e controlar; mais à frente, englobou também as pessoas e os grupos sociais como atores e protagonistas do processo. Tudo dentro da abordagem prescritiva e normativa sobre o como fazer.Em seguida, absorveu o estruturalismo da sociologia organizacional e também o behaviorismo da psicologia organizacional. E não parou por aí. Incorporou os conceitos básicos da Teoria de Sistemas e abriu seus horizontes para o ambiente e o mundo globalizado – palco dos desafios atuais em termos de complexidade, mudanças e transformações rápidas – e a incerteza e a imprevisibilidade deles resultantes. Captou conceitos da relatividade da física quântica e assumiu o caráter da conectibilidade e da contingencialidade, nas questões administrativas, e da predominância cada vez maior dos aspectos intangíveis sobre os tangíveis, bem como da tecnologia da informação. Tudo dentro de uma abordagem descritiva e explicativa sobre o que fazer.Assim, ingressamos no século XXI, enfrentando novos desafios, como aprendizagem organizacional, conhecimento corporativo, mudanças disruptivas, flexibilização, inovação, capital intelectual, governança corporativa, competitividade e sustentabilidade. E o uso intensivo da tecnologia da informação em um mundo cada vez mais conectado. É pouco?Todo esse processo ocorreu em pouco mais de cem anos do seu nascimento como ciência. Hoje, a Administração é a melhor maneira de tornar as organizações mais integradas, flexíveis, inovadoras, competitivas e sustentáveis e de conduzi-las em direção a um futuro que certamente será bem diferente do presente.E o que vem por aí? A imperativa necessidade de construirmos uma nova geração de administradores dotados de competências para dar conta de um mundo novo e de organizações excelentes, para proporcionar satisfação e retornos a todos os stakeholders envolvidos.