Buscar

resposta correta O paralelo realizado pelo poema "Estatística" de Sidónio Muralha, entre o necessário para se destruir e para criar, para salvar um...

resposta correta O paralelo realizado pelo poema "Estatística" de Sidónio Muralha, entre o necessário para se destruir e para criar, para salvar uma vida ou acabar com muitas, para saciar a fome ou desprezar tal condição em que muitos vivem, evidencia: A) A contradição a que nossa sociedade está entregue, cujos valores perpetuados nem sempre preconizam (valorizam) o bem comum e a preocupação com o outro. B) O descaso de nossos políticos para com a fome, a miséria e a doença no mundo. C) O absurdo que é gasto com coisas supérfluas (desnecessárias) como os conflitos políticos, enquanto as pessoas têm suas necessidades relegadas a segundo plano. D) Uma denúncia da forma desrespeitosa como a vida vem sendo tratada nas mais diferentes classes e instituições sociais.
Ainda não temos respostas

Você sabe responder essa pergunta?

Crie uma conta e ajude outras pessoas compartilhando seu conhecimento!


✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Perguntas relacionadas

Materiais relacionados

Materiais recentes

Perguntas Recentes