Buscar

Questão 4/10 - História e Historiografia da Escravidão do Brasil Considere as seguintes citações: “O trabalhador escravo de hoje assemelha-se ao ...

Questão 4/10 - História e Historiografia da Escravidão do Brasil Considere as seguintes citações: “O trabalhador escravo de hoje assemelha-se ao escravo negro, no tocante ao trabalho forçado ou obrigatório, em que sua liberdade é tolhida e o seu direito de ir e vir é monitorado por pistoleiros ou gatos armados, feito os capitães do mato de outrora.” Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: SIQUEIRA, Túlio Manoel Leles de. O Trabalho escravo perdura no Brasil do século XXI. Revista do Tribunal Regional do Trabalho 3ª Região. Belo Horizonte, v. 52, n. 82, p.127-147, jul.2010, p. 130. Considerando a passagem de texto e os conteúdos do livro-base História e Historiografia da Escravidão no Brasil, assinale a alternativa correta sobre a sociedade escravista no Brasil A A sociedade escravista no Brasil se caracterizou pela valorização do trabalho, como um elemento ligado à nobreza e, portanto, como algo que dignifica o homem. B Os traficantes de escravos eram vistos como homens indignos e imorais, eram execrados publicamente pelo negócio que realizavam. C Havia homens livres que tinham escravos e aqueles que não possuíam, os que possuíam eram os senhores, portanto ter ou não escravos era uma questão de status na sociedade escravista. D O trabalho duro dos escravos tanto no eito quanto o doméstico era valorizado, isso se reflete na sociedade atual, pela valorização do trabalho e dos salários. E As elites brancas tinham preconceito com o trabalho manual, ainda que o realizassem porque acreditavam que o senhor tinha que trabalhar para dar exemplo aos seus escravos.

Respostas

7 pessoas visualizaram e tiraram suas dúvidas aqui
User badge image

Ed Verified user icon

A alternativa correta é a letra C: Havia homens livres que tinham escravos e aqueles que não possuíam, os que possuíam eram os senhores, portanto ter ou não escravos era uma questão de status na sociedade escravista. O trecho citado do texto de Túlio Manoel Leles de Siqueira faz uma comparação entre o trabalho escravo no passado e no presente, mostrando que ainda há semelhanças entre as duas formas de exploração do trabalho. No entanto, essa comparação não tem relação com a valorização do trabalho na sociedade escravista brasileira, que se caracterizou pela exploração e desvalorização do trabalho escravo. Além disso, a letra B também está incorreta, pois os traficantes de escravos eram vistos como homens de negócios e não eram execrados publicamente. A letra D também está incorreta, pois o trabalho dos escravos não era valorizado na sociedade escravista, mas sim explorado. A letra E também está incorreta, pois as elites brancas não tinham preconceito com o trabalho manual, mas sim com o trabalho escravo, que era visto como uma atividade degradante.

0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta

User badge image