A maior rede de estudos do Brasil

Que tipo de diurético age inibindo a anidrase carbônica, impedindo a recaptação do bicarbonato de sódio pelo néfron?

Se puder expliquem como eles impedem.


2 resposta(s)

User badge image

Gabriella

Há mais de um mês

Oi Karina, o protótipo dos diuréticos que inibem a anidrase carbônica é a Acetazolamida, para que você possa entender a ação deste fármaco, vou primeiro descrever a maneira como ocorre a reabsorção de bicarbonato de sódio no túbulo contorcido proximal do néfron, uma vez que é nesta porção do néfron que este diurético age.

As células do TCP possuem uma enzima denominada Anidrase Carbônica em suas bordas luminais e basolaterais (AC 4), bem como no citoplasma (AC2). Na borda luminal dessa células, há um anti-transportador Na+H+ que utiliza o gradiente eletroquímico do Na+ para lançar um H+ no lúmen tubular e reabsorve um Na+. No lúmen tubular, o íon HCO3-  reage com H+ para formar ácido carbônico. Este na presença da Anidrase Carbônica se dissocia em CO2 e H2O. O CO2, lipofílico, entra na célula e na presença da Anidrase Carbônica citoplasmática, reage com a água e forma ácido carbônico. Este ioniza e origina H+ e HCO3-. O HCO3- é reabsorvido juntamente com um Na+ para o interstício através de um co-transportador Na+HCO3- presente na membrana basolateral. O efeito final consiste no transporte de NaHCO3 do lúmen tubular para o interstício seguido da reabsorção de água.

Os inbidores da Anidrase Carbônica inibem fortemente as enzimas presentes na membrana celular e no citoplasma.

Oi Karina, o protótipo dos diuréticos que inibem a anidrase carbônica é a Acetazolamida, para que você possa entender a ação deste fármaco, vou primeiro descrever a maneira como ocorre a reabsorção de bicarbonato de sódio no túbulo contorcido proximal do néfron, uma vez que é nesta porção do néfron que este diurético age.

As células do TCP possuem uma enzima denominada Anidrase Carbônica em suas bordas luminais e basolaterais (AC 4), bem como no citoplasma (AC2). Na borda luminal dessa células, há um anti-transportador Na+H+ que utiliza o gradiente eletroquímico do Na+ para lançar um H+ no lúmen tubular e reabsorve um Na+. No lúmen tubular, o íon HCO3-  reage com H+ para formar ácido carbônico. Este na presença da Anidrase Carbônica se dissocia em CO2 e H2O. O CO2, lipofílico, entra na célula e na presença da Anidrase Carbônica citoplasmática, reage com a água e forma ácido carbônico. Este ioniza e origina H+ e HCO3-. O HCO3- é reabsorvido juntamente com um Na+ para o interstício através de um co-transportador Na+HCO3- presente na membrana basolateral. O efeito final consiste no transporte de NaHCO3 do lúmen tubular para o interstício seguido da reabsorção de água.

Os inbidores da Anidrase Carbônica inibem fortemente as enzimas presentes na membrana celular e no citoplasma.

User badge image

Melina

Há mais de um mês

Podem ser acetazolamida, metazolamida e diclorfenamida. Bloqueiam a reabsorção de bicarbonato de sódio no túbulo proximal, causando diurese de NaHCO3 e diminuição das reservas corporais totais de bicarbonato. Exemplos de usos terapêuticos: edema e glaucoma. Um dos efeitos adversos: Cálculos uretrais.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes