A maior rede de estudos do Brasil

qual a importãncia econõmica da escravidão indigena na era colonial?

av1 1á 5

7 resposta(s)

User badge image

Marta

Há mais de um mês

a escravião indigena tornou possivel a implantaçao e o desenvolvimento da lavoura açucareira na colõnia , mecanismo essencial para financiar o projeto colonizador e mercantilista da metrópole.

a escravião indigena tornou possivel a implantaçao e o desenvolvimento da lavoura açucareira na colõnia , mecanismo essencial para financiar o projeto colonizador e mercantilista da metrópole.

User badge image

Samuel

Há mais de um mês

O litoral brasileiro era repleto de tribos indígenas no começo do século XVI, época em que os portugueses chegaram ao Brasil. Como o objetivo principal dos colonos era a obtenção de lucro na nova terra conquistada, a opção pela escravidão indígena foi quase que imediata.

 

O auge da escravidão indígena no Brasil foi no período inicial da colonização, entre os anos de 1540 e 1580.

 

O escambo

 

A primeira “relação de trabalho” entre portugueses e índios brasileiros foi o escambo. Os portugueses ofereciam objetos (espelhos, apitos, cordas, facas e etc.) aos índios em troca do trabalho no corte e transporte de pau-brasil.

 

O trabalho nos engenhos

 

Com o estabelecimento dos engenhos de açúcar no nordeste do Brasil, os colonos precisavam de grande quantidade de mão-de-obra. Muitos senhores de engenho recorreram a escravização de índios. Organizavam expedições que invadiam as tribos de forma violenta, inclusive com armas de fogo, para sequestrarem os indígenas jovens e fortes para levarem até o engenho.  

 

O trabalho na região Norte

 

A mão-de-obra escrava indígena foi muito utilizada na segunda metade do século XVII, principalmente no Maranhão. Os índios foram usados em pequenas lavouras e também na exploração das "drogas do sertão". A falta e o alto custo dos escravos africanos fizeram com que os colonos optassem pelos índios. O uso dos nativos como escravos teve forte oposição dos jesuítas, que entraram em conflito com os colonos da região. Foi somente em 1682, com a criação da Companhia Geral de Comércio do Estado do Maranhão, que a mão-de-obra indígena começou a deixar de ser usada, sendo substituída pelos escravos africanos.

 

O comércio de escravos indígenas

 

Houve até um mercado de negócios com escravos indígenas. Comerciantes organizavam expedições de captura indígena para lucrar com a venda destes escravos aos senhores de engenho.(fonte:https://www.suapesquisa.com/historiadobrasil/escravidao_indigena.htm).OBS: Curta minha resposta, assim você contribui para o site.

 

User badge image

Etiene

Há mais de um mês

Nessa epoca a mão de obra conhecimento cultivo e plantação era indigena, com o colheita, começou haver interesse na exportação e importação do comercio e o andamento da cana de açucar e aquece o desenvolvimento do mercantilismo no brasil, o financiamento de recursos em  transportar e produzir a materia prima que empreendia o rumo do comercio, arrumar a casa para produção em massa suas iguaria da cana de açucar e industriais que se estalava em torno do empreendimento e o crescimento da metrópoles em desenvolvimento.  

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes