A maior rede de estudos do Brasil

Micoses

Quem é o agente etiológico da tínea nigra e quais suas principais características?


2 resposta(s)

User badge image

Bit

Há mais de um mês

Olá. O agente etiológico da tínea nigra é o Hortaea werneckii, um fungo saprofítico encontrado em solos úmidos, húmus, e troncos de arvores podres de regiões tropicais e subtropicais. Após a incubação do fungo, que pode durar até 7 semanas, reconhece-se a doença pelas máculas negro-amarronzadas que não inflamam nem descascam na camada mais superficial da pele principalmente das palmas das mãos e das plantas dos pés. A cor escura é devido à habilidade que o fungo tem de secretar uma substância semelhante à melanina. Como outras dermatofitoses, a tinea nigra é contagiosa então é bom evitar encostar na area infectada enquanto não se tem certeza da cura total, que pode ser conseguida com agentes de imidazola comumente empregados para esse tipo de micose em +/- 4 semanas. Até mais. Espero ter ajudado.

Olá. O agente etiológico da tínea nigra é o Hortaea werneckii, um fungo saprofítico encontrado em solos úmidos, húmus, e troncos de arvores podres de regiões tropicais e subtropicais. Após a incubação do fungo, que pode durar até 7 semanas, reconhece-se a doença pelas máculas negro-amarronzadas que não inflamam nem descascam na camada mais superficial da pele principalmente das palmas das mãos e das plantas dos pés. A cor escura é devido à habilidade que o fungo tem de secretar uma substância semelhante à melanina. Como outras dermatofitoses, a tinea nigra é contagiosa então é bom evitar encostar na area infectada enquanto não se tem certeza da cura total, que pode ser conseguida com agentes de imidazola comumente empregados para esse tipo de micose em +/- 4 semanas. Até mais. Espero ter ajudado.

User badge image

Georgia

Há mais de um mês

Agente etiológico: Hortaea (Phaeoannellomyces) werneckii.Uma infecção fúngica superficial da pele caracterizada por máculas marrom a preta, que ocorrem geralmente sobre os aspectos palmar das mãos e, ocasionalmente, plantar e outras superfícies da pele. É de distribuição mundial, mas é mais comum em regiões tropicais da América Central e do Sul, África, Sudeste Asiático e na Austrália. Acredita-se que ocorrem no solo, composto, húmus e madeira em regiões úmidas tropicais e sub-tropicais. Uma vez que esta infecção fúngica acomete o extrato córneo da pele, que é o mais externo, o diagnóstico confirmatório é feito coletando-se o material cutâneo por meio de um raspado, colocado em cultura que, posteriormente, é analisada ao microscópio. Neste último é possível observar as hifas de coloração acastanhada, septadas e ramificadas de forma irregular, além de elementos em brotamento.O tratamento consiste na aplicação sobre a pele de medicamentos tópicos, como unguento de Whitfield, miconazol, cetoconazol, fluconazol, tintura de iodo e pomadas compostas por ácido salicílico.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes