Maria e João celebram escritura pública de união estável sob regime de comunhão parcial de bens.

Após dois anos, Maria casa-se com José, por comunhão parcial de bens.
Sem que este saiba de sua união estável. Passando as noites com um e os dias com outro. Após 32 anos, Maria falece. João e Jose encontram-se diante do juíz do inventário. Pode-se considerar os dois relacionamentos como família?

#Família
#Casamento
#uniao-estavel
Disciplina:Direito de Família e Sucessões1.519 materiais