A maior rede de estudos do Brasil

Em uma perspectiva antropológica, quem é o homem? Quem é ele em si mesmo?

Em uma perspectiva antropológica, quem é o homem? Quem é ele em si mesmo?


1 resposta(s)

User badge image

Paulo

Há mais de um mês

O Homem é um existente que tem consciência de si e do mundo que o circunda. Mas isso não é suficiente para explicá-lo. O Homem é mais do que isso, ele é complexo, pois é insatisfeito; é insatisfeito porque pensa e faz escolhas. Esse emaranhado de problemas ocorre, entre outros, pelo fato de que o Homem não se satisfaz. Sendo insatisfeito lança-se, constantemente, em novas experiências a fim de modificar o que o circunda. E modificando seu ambiente, modifica-se a si mesmo. A partir disso podemos dizer que, para entendermos o Homem, é necessária a

“Compreensão de todas as formas vitais e da natureza da própria vida. Em outras palavras, faz-se necessário um conhecimento acerca do dinamismo vital que é comum aos homens e aos animais dos mais simples aos mais complexos. Interessa ao estudioso da antropologia física conhecer os mecanismos vitais todos, desde os processos de reprodução e de genética ao da conservação. Não menos importante para um estudo desse tipo é o conhecimento da geografia O homem é um animal terrestre e o mundo físico é uma condição síne qua non para sua sobrevivência”. (MELLO, 1982, p. 37)

Isso nos leva a afirmação de que o Homem é diferente de todas as demais realidades. Aliás o Homem é o único que consegue perceber essa diferença. Ele percebe-se no mundo dando-lhe significado ou criando significado para a existência dos existentes. E como conseqüência dessa significação, o homem cria funções e utilizações para as realidades com as quais se relaciona. Isso implica dizer que o Homem manipula o mundo recriando-o de acordo com as circunstâncias ou necessidades.

 

http://meuartigo.brasilescola.com/filosofia/uma-antropologia-cultura*ii-homem-que-realidade-essa.htm

Espero que tenha ajudado. Se gostou aprova a resposta!

O Homem é um existente que tem consciência de si e do mundo que o circunda. Mas isso não é suficiente para explicá-lo. O Homem é mais do que isso, ele é complexo, pois é insatisfeito; é insatisfeito porque pensa e faz escolhas. Esse emaranhado de problemas ocorre, entre outros, pelo fato de que o Homem não se satisfaz. Sendo insatisfeito lança-se, constantemente, em novas experiências a fim de modificar o que o circunda. E modificando seu ambiente, modifica-se a si mesmo. A partir disso podemos dizer que, para entendermos o Homem, é necessária a

“Compreensão de todas as formas vitais e da natureza da própria vida. Em outras palavras, faz-se necessário um conhecimento acerca do dinamismo vital que é comum aos homens e aos animais dos mais simples aos mais complexos. Interessa ao estudioso da antropologia física conhecer os mecanismos vitais todos, desde os processos de reprodução e de genética ao da conservação. Não menos importante para um estudo desse tipo é o conhecimento da geografia O homem é um animal terrestre e o mundo físico é uma condição síne qua non para sua sobrevivência”. (MELLO, 1982, p. 37)

Isso nos leva a afirmação de que o Homem é diferente de todas as demais realidades. Aliás o Homem é o único que consegue perceber essa diferença. Ele percebe-se no mundo dando-lhe significado ou criando significado para a existência dos existentes. E como conseqüência dessa significação, o homem cria funções e utilizações para as realidades com as quais se relaciona. Isso implica dizer que o Homem manipula o mundo recriando-o de acordo com as circunstâncias ou necessidades.

 

http://meuartigo.brasilescola.com/filosofia/uma-antropologia-cultura*ii-homem-que-realidade-essa.htm

Espero que tenha ajudado. Se gostou aprova a resposta!

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes