A maior rede de estudos do Brasil

No cenário das Politicas Públicas de Saúde no Brasil, oque foi a revolta da vacina?

gostaria que ajudasse no resumo

Saúde Coletiva

UNINOVE


1 resposta(s)

User badge image

Renata Ferreira

Há mais de um mês

Foi quando a cidade do Rio de Janeiro, estava enfrentando diversas doenças como: tuberculose, peste bubônica, febre amarela, varíola, malária, tifo, cólera.  E então Oswaldo Cruz nomeado diretor geral de saúde pública, teve como missão de promover um saneamento de saúde pública, na cidade e erradicar a febre amarela, a peste bubônica e a varíola e com este intuito, em junho de 1904 o governo fez uma proposta de lei que tornava obrigatória a vacinação da população. Mesmo com 15 mil assinaturas contrárias, a lei foi aprovada no dia 31 de outubro.o fato que tiveram várias revoltas dentro da revolta, isto é, vários segmentos da população de diversas classes sociais e motivações políticas estiveram a frente destas agitações. Segundo o autor, a motivação para o povo se rebelar não era fundamentalmente econômica, e nem o deslocamento populacional ocasionado pelas mudanças ocorridas na cidade (embora, muitos estudiosos afirmem que a revolta ocorreu por uma soma de insatisfações com a política realizada, inclusive a remoção das moradias). Para ele, a Revolta da Vacina se distingue de protestos anteriores pela sua amplitude e intensidade baseada na justificativa moral.

Foi quando a cidade do Rio de Janeiro, estava enfrentando diversas doenças como: tuberculose, peste bubônica, febre amarela, varíola, malária, tifo, cólera.  E então Oswaldo Cruz nomeado diretor geral de saúde pública, teve como missão de promover um saneamento de saúde pública, na cidade e erradicar a febre amarela, a peste bubônica e a varíola e com este intuito, em junho de 1904 o governo fez uma proposta de lei que tornava obrigatória a vacinação da população. Mesmo com 15 mil assinaturas contrárias, a lei foi aprovada no dia 31 de outubro.o fato que tiveram várias revoltas dentro da revolta, isto é, vários segmentos da população de diversas classes sociais e motivações políticas estiveram a frente destas agitações. Segundo o autor, a motivação para o povo se rebelar não era fundamentalmente econômica, e nem o deslocamento populacional ocasionado pelas mudanças ocorridas na cidade (embora, muitos estudiosos afirmem que a revolta ocorreu por uma soma de insatisfações com a política realizada, inclusive a remoção das moradias). Para ele, a Revolta da Vacina se distingue de protestos anteriores pela sua amplitude e intensidade baseada na justificativa moral.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes