A maior rede de estudos do Brasil

O que são biomateriais? Qual sua utilidade? Cite exemplos.

Gostaria de saber o que são esses materiais.


8 resposta(s)

User badge image

Euziana

Há mais de um mês

Biomaterial é uma substância ou uma mistura de substâncias, natural ou artificial, que atua nos sistemas biológicos (tecidosórgãos) parcial ou totalmente, com o objetivo de substituir, aumentar ou tratar.

Alguns exemplos de biomateriais são prótesesimplanteslentes de contato e marcapassos. Repare-se que a presença de biomateriais é imprescindível para a fabricação destes mesmos utensílios.

Ciências como a nanotecnologiaengenharia dos tecidos e engenharia dos materiais, têm vindo a desenvolver em conjunto importantes avanços no ramo dos biomateriais. Todo o processo de fabricação engloba várias etapas importantes: desde a seleção de material, onde existe uma vasta gama de opção, tendo em conta que podem ser utilizados metaisou ligas metálicas, materiais cerâmicoscompósitostecidos ou malhas de poliéster e polímeros de natureza variada; análise de quantidades (onde a medição e cotagem é fundamental); possíveis reações no organismo (onde se requer uma cuidada análise química, fisiológica e mecânica da relação biomaterial-organismo); etapas estas onde o papel das ciências referidas anteriormente tem uma importância crucial. É então fundamental um processo, todo ele meticuloso, para que o resultado seja o esperado e consequentemente para que o consumidor fique satisfeito. No entanto tudo isto implica grandes gastos econômicos, o que faz dos países mais desenvolvidos os únicos capazes de investir e consequentemente onde existe uma maior taxa de usufruto.

 

Os biomateriais são materiais inseridos no corpo humano para tratar, melhorar ou substituir qualquer tecido, órgão ou função do corpo, podendo ser de origem natural ou sintética. 

Dentre a ampla variedade de biomateriais sintéticos, os cerâmicos são cada vez mais importantes na clínica médica e odontológica para a regeneração do tecido ósseo e dentário e, mais recentemente, as terapias celulares.

Classificação

Os biomateriais podem ser classificados segundo sua resposta biológica e quanto à sua composição química. Levando-se em consideração a resposta biológica causada pelo biomaterial no tecido hospedeiro, podem ser classificados em:

Bioinertes - não provocam reação de corpo estranho no organismo e estão em contato direto com o tecido receptor. Exemplos: titânio, zircônia e alumina.

Biotolerados - moderadamente aceitos pelo tecido receptor e são geralmente envolvidos por tecido fibroso. Exemplos: aço inoxidável, ligas Cr-Co e polimetilmetacrilato (PMMA).

Bioativos - há ligação direta aos tecidos vivos devido aos íons, por exemplo, o Ca+2 e/ou PO4-2 presentes nos substitutos ósseos, que favorecem uma ligação química com o tecido ósseo. Exemplos: hidroxiapatita (HAp) e biovidros.

Reabsorvíveis - lentamente degradáveis e gradualmente substituídos pelos tecidos. Exemplos: fosfato tricálcio (TCP) e biovidros.

Quanto à composição química, podem ser classificados em metálicos, cerâmicos, poliméricos, compósitos e naturais.

As diferentes gerações de biomateriais

A observação da história dos materiais permite identificar três gerações de Biomateriais. 

A primeira mostra-se empírica, onde o acaso, e não o design, era responsável pela eficiência do biomaterial. Foi a era de ouro, aço, marfim, madeira, vidro, silicone, acrílico, polimetilmetacrilato, entre outros, utilizados para preencher, recobrir e conectar. O foco estava voltado para os biomateriais bioinertes.

A segunda geração empregou materiais comuns, mas com maior grau de engenharia, aplicando experiências da primeira geração e conectando conhecimentos de medicina, engenharia e ciência dos materiais. 

Nessa fase desenvolveram-se as ligas de titânio para implantes ortopédicos e dentais, os implantes ortopédicos de cobalto-cromo-molibdênio, os polietilenos de peso molecular muito alto (PMMA) para a reposição de articulação, as válvulas cardíacas e os marcapassos.

A utilização de materiais e implantes da bioengenharia constitui a terceira geração de biomateriais. Nesse campo, poucos são os exemplos no mercado, pois muitos estão em desenvolvimento. 

Exemplificam essa etapa os implantes teciduais engenherados para regenerar o tecido e não simplesmente substituí-lo, como a pele artificial (Integra® Life Science), cartilagem para regeneração de articulações (Carticel®, Genzyme Co.), cimentos ósseos reabsorvíeis, entre outros.

Biomaterial é uma substância ou uma mistura de substâncias, natural ou artificial, que atua nos sistemas biológicos (tecidosórgãos) parcial ou totalmente, com o objetivo de substituir, aumentar ou tratar.

Alguns exemplos de biomateriais são prótesesimplanteslentes de contato e marcapassos. Repare-se que a presença de biomateriais é imprescindível para a fabricação destes mesmos utensílios.

Ciências como a nanotecnologiaengenharia dos tecidos e engenharia dos materiais, têm vindo a desenvolver em conjunto importantes avanços no ramo dos biomateriais. Todo o processo de fabricação engloba várias etapas importantes: desde a seleção de material, onde existe uma vasta gama de opção, tendo em conta que podem ser utilizados metaisou ligas metálicas, materiais cerâmicoscompósitostecidos ou malhas de poliéster e polímeros de natureza variada; análise de quantidades (onde a medição e cotagem é fundamental); possíveis reações no organismo (onde se requer uma cuidada análise química, fisiológica e mecânica da relação biomaterial-organismo); etapas estas onde o papel das ciências referidas anteriormente tem uma importância crucial. É então fundamental um processo, todo ele meticuloso, para que o resultado seja o esperado e consequentemente para que o consumidor fique satisfeito. No entanto tudo isto implica grandes gastos econômicos, o que faz dos países mais desenvolvidos os únicos capazes de investir e consequentemente onde existe uma maior taxa de usufruto.

 

Os biomateriais são materiais inseridos no corpo humano para tratar, melhorar ou substituir qualquer tecido, órgão ou função do corpo, podendo ser de origem natural ou sintética. 

Dentre a ampla variedade de biomateriais sintéticos, os cerâmicos são cada vez mais importantes na clínica médica e odontológica para a regeneração do tecido ósseo e dentário e, mais recentemente, as terapias celulares.

Classificação

Os biomateriais podem ser classificados segundo sua resposta biológica e quanto à sua composição química. Levando-se em consideração a resposta biológica causada pelo biomaterial no tecido hospedeiro, podem ser classificados em:

Bioinertes - não provocam reação de corpo estranho no organismo e estão em contato direto com o tecido receptor. Exemplos: titânio, zircônia e alumina.

Biotolerados - moderadamente aceitos pelo tecido receptor e são geralmente envolvidos por tecido fibroso. Exemplos: aço inoxidável, ligas Cr-Co e polimetilmetacrilato (PMMA).

Bioativos - há ligação direta aos tecidos vivos devido aos íons, por exemplo, o Ca+2 e/ou PO4-2 presentes nos substitutos ósseos, que favorecem uma ligação química com o tecido ósseo. Exemplos: hidroxiapatita (HAp) e biovidros.

Reabsorvíveis - lentamente degradáveis e gradualmente substituídos pelos tecidos. Exemplos: fosfato tricálcio (TCP) e biovidros.

Quanto à composição química, podem ser classificados em metálicos, cerâmicos, poliméricos, compósitos e naturais.

As diferentes gerações de biomateriais

A observação da história dos materiais permite identificar três gerações de Biomateriais. 

A primeira mostra-se empírica, onde o acaso, e não o design, era responsável pela eficiência do biomaterial. Foi a era de ouro, aço, marfim, madeira, vidro, silicone, acrílico, polimetilmetacrilato, entre outros, utilizados para preencher, recobrir e conectar. O foco estava voltado para os biomateriais bioinertes.

A segunda geração empregou materiais comuns, mas com maior grau de engenharia, aplicando experiências da primeira geração e conectando conhecimentos de medicina, engenharia e ciência dos materiais. 

Nessa fase desenvolveram-se as ligas de titânio para implantes ortopédicos e dentais, os implantes ortopédicos de cobalto-cromo-molibdênio, os polietilenos de peso molecular muito alto (PMMA) para a reposição de articulação, as válvulas cardíacas e os marcapassos.

A utilização de materiais e implantes da bioengenharia constitui a terceira geração de biomateriais. Nesse campo, poucos são os exemplos no mercado, pois muitos estão em desenvolvimento. 

Exemplificam essa etapa os implantes teciduais engenherados para regenerar o tecido e não simplesmente substituí-lo, como a pele artificial (Integra® Life Science), cartilagem para regeneração de articulações (Carticel®, Genzyme Co.), cimentos ósseos reabsorvíeis, entre outros.

User badge image

Brunno

Há mais de um mês

Bom dia Wanderson,

Biomaterial é uma substância ou uma mistura de substâncias, natural ou artificial, que atua nos sistemas biológicos (tecidosórgãos) parcial ou totalmente, com o objetivo de substituir, aumentar ou tratar.

Alguns exemplos de biomateriais são prótesesimplanteslentes de contato e marcapassos. Repare-se que a presença de biomateriais é imprescindível para a fabricação destes mesmos utensílios.

Ciências como a nanotecnologiaengenharia dos tecidos e engenharia dos materiais, têm vindo a desenvolver em conjunto importantes avanços no ramo dos biomateriais. Todo o processo de fabricação engloba várias etapas importantes: desde a seleção de material, onde existe uma vasta gama de opção, tendo em conta que podem ser utilizados metaisou ligas metálicas, materiais cerâmicoscompósitostecidos ou malhas de poliéster e polímeros de natureza variada; análise de quantidades (onde a medição e cotagem é fundamental); possíveis reações no organismo (onde se requer uma cuidada análise química, fisiológica e mecânica da relação biomaterial-organismo); etapas estas onde o papel das ciências referidas anteriormente tem uma importância crucial. É então fundamental um processo, todo ele meticuloso, para que o resultado seja o esperado e consequentemente para que o consumidor fique satisfeito. No entanto tudo isto implica grandes gastos econômicos, o que faz dos países mais desenvolvidos os únicos capazes de investir e consequentemente onde existe uma maior taxa de usufruto.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Biomaterial

Espero ter ajudado...

User badge image

Yakal

Há mais de um mês

Quais sao as ligacao quimicas da biomaterias ?

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes