A maior rede de estudos do Brasil

Qual a diferença entre reclusão e detenção, segundo o código penal?


4 resposta(s)

User badge image

Hugo

Há mais de um mês

Art. 33 - A pena de reclusão deve ser cumprida em regime fechado, semi-aberto ou aberto. A de detenção, em regime semi-aberto, ou aberto, salvo necessidade de transferência a regime fechado. § 1º - Considera-se:  a) regime fechado a execução da pena em estabelecimento de segurança máxima ou média; b) regime semi-aberto a execução da pena em colônia agrícola, industrial ou estabelecimento similar; c) regime aberto a execução da pena em casa de albergado ou estabelecimento adequado. § 2º - As penas privativas de liberdade deverão ser executadas em forma progressiva, segundo o mérito do condenado, observados os seguintes critérios e ressalvadas as hipóteses de transferência a regime mais rigoroso:  a) o condenado a pena superior a 8 (oito) anos deverá começar a cumpri-la em regime fechado; b) o condenado não reincidente, cuja pena seja superior a 4 (quatro) anos e não exceda a 8 (oito), poderá, desde o princípio, cumpri-la em regime semi-aberto; c) o condenado não reincidente, cuja pena seja igual ou inferior a 4 (quatro) anos, poderá, desde o início, cumpri-la em regime aberto. § 3º - A determinação do regime inicial de cumprimento da pena far-se-á com observância dos critérios previstos no art. 59 deste Código. § 4o O condenado por crime contra a administração pública terá a progressão de regime do cumprimento da pena condicionada à reparação do dano que causou, ou à devolução do produto do ilícito praticado, com os acréscimos legais.
Art. 33 - A pena de reclusão deve ser cumprida em regime fechado, semi-aberto ou aberto. A de detenção, em regime semi-aberto, ou aberto, salvo necessidade de transferência a regime fechado. § 1º - Considera-se:  a) regime fechado a execução da pena em estabelecimento de segurança máxima ou média; b) regime semi-aberto a execução da pena em colônia agrícola, industrial ou estabelecimento similar; c) regime aberto a execução da pena em casa de albergado ou estabelecimento adequado. § 2º - As penas privativas de liberdade deverão ser executadas em forma progressiva, segundo o mérito do condenado, observados os seguintes critérios e ressalvadas as hipóteses de transferência a regime mais rigoroso:  a) o condenado a pena superior a 8 (oito) anos deverá começar a cumpri-la em regime fechado; b) o condenado não reincidente, cuja pena seja superior a 4 (quatro) anos e não exceda a 8 (oito), poderá, desde o princípio, cumpri-la em regime semi-aberto; c) o condenado não reincidente, cuja pena seja igual ou inferior a 4 (quatro) anos, poderá, desde o início, cumpri-la em regime aberto. § 3º - A determinação do regime inicial de cumprimento da pena far-se-á com observância dos critérios previstos no art. 59 deste Código. § 4o O condenado por crime contra a administração pública terá a progressão de regime do cumprimento da pena condicionada à reparação do dano que causou, ou à devolução do produto do ilícito praticado, com os acréscimos legais.
User badge image

Letícia

Há mais de um mês

 

No CP extraem-se quatro diferenças fundamentais entre as penas de reclusão e as de detenção. Inicialmente, a reclusão pode ser cumprida nos regimes fechado, semiaberto ou aberto. Já a detenção, somente nos regimes semiaberto e aberto. Em segundo lugar, no caso de aplicação cumulativa de penas de reclusão e de detenção, executa-se aquela por primeiro (art.69, caput, in fine, do CP). Posteriormente, isto é, depois de executada integralmente
a pena de reclusão, será cumprida a pena de detenção. Em terceiro lugar, a reclusão
pode ter como efeito da condenação a incapacidade para o exercício do pátrio poder
(atualmente poder familiar), tutela ou curatela, nos crimes dolosos cometidos contra
filho, tutelado ou curatelado (art. 92, II, do CP). Esse efeito não é possível na pena
de detenção. Finalmente, a reclusão acarreta na internação em caso de imposição de
medida de segurança, enquanto na detenção o juiz pode aplicar o tratamento
ambulatorial (art. 97, caput, do CP). Além disso, cumpre destacar a regra veiculada
pelo art. 2.º, III, da Lei 9.296/1996, autorizando a interceptação de comunicações
telefônicas de qualquer natureza como meio de prova somente nos crimes punidos
com reclusão. 
(Código Penal Comentado - Cleber Masson, ed.2014)

User badge image

Marcos

Há mais de um mês

A diferença básica está no início do cumprimento da pena, partindo do pressuposto que os crimes de maiores lesividades devem ser punidos de forma mais severa, aplica-se a Reclusão, já na forma Detenção seria classificados os crimes menos lesivos, iniciando o cumprimento da pena no Regime Semi-Aberto. (Vale dar uma veirficada LEP) 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes