A maior rede de estudos do Brasil

O que são práticas judiciárias?

terei em breve uma prova e desejo saber isso, estava em meio a minha apostila.


1 resposta(s)

User badge image

Paulo

Há mais de um mês

O tema está longe de ser pacífico. O conceito deve variar de acordo com a finalidade e o conteúdo do cargo.

A Lei n. 12269/2010 definiu "prática jurídica" para fins de ingresso nas carreiras jurídicas no âmbito do Executivo Federal: "Considera-se prática forense, para fins de ingresso em cargos públicos privativos de Bacharel em Direito, no âmbito do Poder Executivo, o exercício de atividades práticas desempenhadas na vida forense, relacionadas às ciências jurídicas, inclusive as atividades desenvolvidas como estudante de curso de Direito cumprindo estágio regular e supervisionado, como advogado, magistrado, membro do Ministério Público ou da Defensoria Pública, ou servidor do judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Advocacia Pública com atividades, ao menos parcialmente, jurídicas." (art. 30).
O conceito é amplo. O CNJ e o CNMP adotam uma definição mais restrita:

E terminando, ainda dispõe a Resolução 40 do CNMP sobre o seu conceito, semelhante o que dispõe o art. 59 da Resolução 75/2009 do CNJ.

Méritos ao blogger de http://joseadercio.blogspot.com.br/2010/06/pratica-juridica-um-conceito-quase.html, que fez a coletânea elencando as definições.

Espero ter ajudado, Boa Sorte! Se gostou não esqueça de aprovar a resposta!

O tema está longe de ser pacífico. O conceito deve variar de acordo com a finalidade e o conteúdo do cargo.

A Lei n. 12269/2010 definiu "prática jurídica" para fins de ingresso nas carreiras jurídicas no âmbito do Executivo Federal: "Considera-se prática forense, para fins de ingresso em cargos públicos privativos de Bacharel em Direito, no âmbito do Poder Executivo, o exercício de atividades práticas desempenhadas na vida forense, relacionadas às ciências jurídicas, inclusive as atividades desenvolvidas como estudante de curso de Direito cumprindo estágio regular e supervisionado, como advogado, magistrado, membro do Ministério Público ou da Defensoria Pública, ou servidor do judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Advocacia Pública com atividades, ao menos parcialmente, jurídicas." (art. 30).
O conceito é amplo. O CNJ e o CNMP adotam uma definição mais restrita:

E terminando, ainda dispõe a Resolução 40 do CNMP sobre o seu conceito, semelhante o que dispõe o art. 59 da Resolução 75/2009 do CNJ.

Méritos ao blogger de http://joseadercio.blogspot.com.br/2010/06/pratica-juridica-um-conceito-quase.html, que fez a coletânea elencando as definições.

Espero ter ajudado, Boa Sorte! Se gostou não esqueça de aprovar a resposta!

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes