A maior rede de estudos do Brasil

Qual a diferença entre corpo de delito e exame de corpo de delito?

.


7 resposta(s)

User badge image

Paulo

Há mais de um mês

Essa é tranquila Tatiane. Veja bem, a resposta é até simples e direta: O exame de corpo de delito é um ato em que os peritos descrevem suas observações e se destina a comprovar a existência do delito. Já o corpo delito é o próprio crime em sua tipicidade.

Tatiane, espero ter ajudado. Bons estudos e boa sorte!

Essa é tranquila Tatiane. Veja bem, a resposta é até simples e direta: O exame de corpo de delito é um ato em que os peritos descrevem suas observações e se destina a comprovar a existência do delito. Já o corpo delito é o próprio crime em sua tipicidade.

Tatiane, espero ter ajudado. Bons estudos e boa sorte!

User badge image

Tatiane

Há mais de um mês

Obrigada pela ajuda Paulo!

User badge image

Vinícius

Há mais de um mês

Nobre colega, dá-se o nome de Corpo de Delito ao local do crime com todos os vestígios materiais deixados pela infração penal, trata-se dos elementos corpóreos sensíveis aos sentidos humanos, ou seja, aquilo que se pode ver, tocar, etc. O exemplo mais utilizado pela doutrina é o cadáver exposto ao chão, as roupas que a vítima utilizava naquele momento, os objetos encontrados ao redor do corpo e que apresentam possuir relação com o crime, entre outros.

Entretanto, outra situação interessante pode ocorrer acerca do tema, como, por exemplo, na combinação dos arts. 158 e 167, ambos do Código de Processo Penal. No primeiro artigo citado, a lei determina que o exame de corpo de delito é obrigatório sempre que a infração penal deixar vestígios, possibilitando-se o exame de corpo de delito indireto, que é feito através de prova testemunhal. Por sua vez, a interpretação que se faz do art. 167 do CPP é de que o exame de corpo de delito indireto (realizado através de prova testemunhal), somente ocorrerá se os vestígios desaparecerem, o que pode ocorrer em função da demora em se efetuar o laudo, ou se os criminosos retiraram os vestígios para dificultarem a prova, etc. Do contrário, ou seja, havendo ainda vestígios sensíveis aos sentidos humanos, o exame de corpo de delito deve ser obrigatoriamente feito de forma direta, não havendo o seu suprimento por prova testemunhal.

Em resumo, se a infração deixar vestígios o exame direto é obrigatório; sendo que o exame indireto, feito através de prova testemunhal, somente será possível se os vestígios desaparecerem.

 

Abraço!!

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes