minha apol

QUESTAO1/10

De fato, as primeiras obras de teoria do currículo buscaram constituir um campo epistemológico no qual a seleção e ordenação do conhecimento escolar tornaram-se objeto de intervenção científica e política. A assepsia de tal modelo desenraizou o campo de sua origem imersa nos embates políticos sobre a democratização da educação e sobre as finalidades da escola em relação à transmissão da cultura encerrando o currículo em práticas discursivas de natureza administrativo-pedagógica. Concebida como uma atividade teórica, a elaboração e planejamento do currículo implicaram maior controle sobre o conhecimento e sobre professores e alunos. Esta abordagem predominou no currículo norte-americano durante boa parte do século XX, a despeito de outras posições contrárias, alcançando sua expressão máxima com o modelo de objetivos de Tyler nos anos 1950.”

XAVIER, Libânia Nacif (org). Escola, culturas e saberes. Rio de Janeiro: FGV, 2005. p. 80.

De acordo com o texto acima e os conteúdos abordados no livro base, assinale a alternativa que caracterizam a concepção de Tyler:

A

Seu foco estava no aluno, e toma o currículo como um meio para a consecução de objetivos determinados por eles e suas experiências.

B

Pensa o currículo como experiência necessária para conduzir o processo, sendo guiado pela experiência que determinaram os objetivos, sempre centrado no aluno.

C

Seu foco está no professor, e encara o currículo como um meio para alcançar os objetivos e fins da educação.

D

Seu foco está no método, partindo da discussão de quais os fins da educação, propõem objetivos a serem alcançados e quais experiências são adequadas para alcançá-los.

E

Pensa o currículo como um meio para se alcançar objetivos, pensando quais experiências o professor possui para transmitir ao aluno.

 

 

QUESTÃO2/10                                                                      

Segundo Pedra:“O termo currículo, por exemplo, já foi definido:

1) como uma série estruturada de resultados; 2) como um conjunto de matérias; 3) como conjunto de experiências que os estudantes desenvolvem sob a tutela da escola e 4) como intento de comunicar os princípios essenciais de uma proposta educativa.

Ultimamente, vem sendo entendido como uma seleção de conhecimentos extraídos de uma cultura mais ampla”.

PEDRA, José Alberto. Currículo e conhecimento: níveis de seleção do conteúdo. Em Aberto, Brasília, ano 12, n.58, abr./jun. 1999, p. 30. Disponível em: < http://www.emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/854/766>. Acesso em 27/12/2014.

A variedade de sentidos do termo currículo se deve, dentre outros aspectos, às diferentes concepções e visões filosóficas.


De acordo com o texto acima e os conteúdos abordados nas aulas e no livro-base, analise as afirmativas a seguir que contemplem tais fatores:

I. O currículo é uma área de pesquisa e estudo estritamente técnica, que se volta apenas para questões relativas a procedimentos, técnicas e métodos.

II. Na teorização sobre currículo podem-se dar diferentes ênfases: currículo como resultado, currículo como experiência, currículo como princípio.

III. Cada concepção de currículo traz em si uma opção política, isso se deve à tradição crítica de currículo, a partir da qual sua elaboração e compreensão passa a ser guiada por questões sociológicas, políticas e epistemológicas.

IV. A variação conceitual do termo currículo se deve às diferentes realidades e não à interpretação que dado autor tem sobre o termo. 

São corretas as afirmativas:


A

Afirmativas I e III, apenas.

B

Afirmativa IV, apenas.

C

Afirmativas II e IV, apenas.

D

Afirmativas II e III, apenas.

E

Afirmativas I, II e IV, apenas.

 

 QUESTAO 3/10

Leia o texto a seguir:

“A conformação das políticas educacionais brasileiras ao processo de mundialização da educação envolveu sérios conflitos entre o MEC – associado aos seus parceiros principais, como o CONSED, a UNDIME e CNTE, principalmente nos anos 90- e a sociedade civil organizada em torno do Fórum em Defesa da Escola Pública na LDB e mobilizada nos Congressos Nacionais de Educação. Estes embates expressaram a direção e o ritmo que tomaram as políticas educacionais no Brasil dos anos 90, no conflito entre o projeto neoliberal de sociedade e de educação – desde os anos 90 com uma face socialdemocrata, na defesa do Programa de Educação para Todos – e o projeto democrático de massas, na defesa da educação pública de qualidade para todos, para todos os níveis.

MELO, Adriana Almeida Sales de. A mundialização da educação: consolidação do projeto neoliberal na América. Maceió: EDUFAL, 2004. p. 256 

Com base no texto acima e nos conteúdos abordados no livro sobre as mudanças ocorridas na década de 1990 com as políticas educacionais brasileiras. Analise as sentenças a seguir, assinalando V para as afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas Falsas:

( ) Neste momento histórico instala-se uma postura de afastamento do Estado da educação, principalmente financeiramente, considerando a educação um “bem público”.

( ) Implanta-se um discurso de apoio e voluntariado da comunidade junto à escola com vista a sua melhoria.

( ) O Estado afasta-se da escola, principalmente financeiramente, por compreendê-la como reprodutora da estrutura social, defendendo uma renovação institucional, na qual a comunidade tem papel fundamental.

( ) Passa-se a compreender a educação como aquela capaz de transformar a vida dos indivíduos e de formá-lo enquanto cidadão apto a atender às do novo modelo de mercado.

 

Agora, marque a sequência correta:

A

V, F, V, V

B

F, V, V, F

C

F, F, V, V

D

V, F, V, F

E

V, V, F, V  

 

04/10

Em um contexto de negligência com a educação, em 1932, surge um dos principais escritos da educação brasileira que dá grande relevância à função social da escola.

 Que documento é esse?

Analise as proposições abaixo e, após, selecione a alternativa correta.

A

Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova.

B

A publicação da Lei 8.658/32.

C

A Carta de Bolonha.

D

O Ratio Studiorum.

E

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira 9394/96.

 

Questão 5/10

A proposição dos quatro pilares da educação – aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver junto e aprender a ser – do próximo milênio assenta-se na defesa de uma concepção da educação como um processo permanente. 

DUARTE, Newton. Vigotski e o "aprender a aprender": crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria Vigotskiana. 4ª. Ed. São Paulo: Editora Autores Associados, 2011, p. 51.

 

GROCHOSKA (2012) propõe um referencial de perfil do aluno, que parte dos quatro pilares sugeridos pelos relatórios de Delors: ser, conviver, conhecer e fazer. Com base nesse referencial, analise as proposições abaixo e, após, selecione a alternativa que apresenta características do pilar “Aprender a ser”:

A

Afetividade, perseverança, pensamento crítico equilíbrio emocional.

B

Solução de problemas, capacidade de argumentar, espírito de equipe e imperatividade.

C

Capacidade de dialogar,  criticidade e intolerância.

D

Liderança, empreendedorismo e incoerência.

E

Espirito empreendedor, diálogo e competência.

                                                                                                                                                                                                       

 

 

QUESTÃO 06/10

De acordo com Penin e Vieira (2000, citado por GROCHOSKA, 2012, p. 20), “Com o movimento da Revolução Francesa e da Independência dos EUA, há cerca de 200 anos, passa a se perseguir o ideal de uma escola a qual tivessem acesso não apenas para os filhos das elites, como das massas trabalhadoras. Foi a partir desse momento que se iniciaram as discussões sobre a necessidade da escola para todos”.

GROCHOSKA, Marcia Andreia. Organização Escolar: perspectivas e enfoques. Curitiba: Ibpex, 2012, p. 20

 

Nesse contexto, um importante evento, mencionado por Grochoska (2012), marcou o início do ensino ministrado pela primeira vez em instituições específicas. Que evento foi esse? 
Analise as proposições abaixo e, após, selecione a alternativa correta.

A

A I Guerra Mundial.

B

A criação da primeira universidade.

C

A II Guerra Mundial.

D

A industrialização.

E

A Guerra Fria.

 

 

 

QUESTÃO 07/10

Currículo é uma construção social do conhecimento, pressupondo a sistematização dos meios para que esta construção se efetive; a transmissão dos conhecimentos historicamente produzidos e as formas de assimilá-los, portanto, produção, transmissão e assimilação são processos que compõem uma metodologia de construção coletiva do conhecimento escolar, ou seja, o currículo propriamente dito."

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto Político-Pedagógico da Escola: uma construção possível. Campinas: Papirus, 1995p.26-27.

 Analise as sentenças sobre currículo e suas definições, assinalando V para as afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas falsas.


( ) Os conhecimentos historicamente produzidos pelo homem são transmitidos pela escola de forma ordenada a fim de possibilitar ao aluno a compreensão significativa destes.

( ) O currículo é imparcial, sendo uma ponte entre a escola e a sociedade, principalmente quando elaborado pela administração escolar e aplicado pelos professores.

( ) A sistematização e organização curricular se dão sob a reflexão do que, como e para que ensinar determinado conteúdo.

( ) Questões econômicas, políticas, culturais e históricas envolvem a elaboração curricular, por isso ele não pode ser considerado como apenas um conjunto de conteúdos e formas de ensinar.
 

Marque a sequência correta:

A

V, F, V, F

B

V, F, V, V

C

V, V, V, F

D

F, F, V, V

E

F, V, V, F

 

Questão 8/10

“Sinteticamente, as DCNs (Diretrizes Curriculares Nacionais) propõem:


1) Um currículo centrado nas competências básicas

Esta proposta baseia-se no que está disposto na LDB, sobretudo nos artigos 32, 35 e 36 que apontam como objetivos da Educação Básica e do Ensino Médio, entre outros, os seguintes: a capacidade de aprender e continuar a aprender, a aquisição de conhecimentos e habilidades, a capacidade de relacionar a teoria com a prática, a preparação básica para o trabalho e a cidadania.

A busca de uma escola que prioritariamente desenvolva competências básicas apoia-se na suposição de que nesse final de século o futuro do jovem é sempre um projeto em aberto e que provavelmente ele viverá períodos de aprendizagem intercalados à experiência profissional”

CASTRO, Amélia D. C.; CARVALHO, Anna M. P. Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2005. p. 43.

 

Com base no que foi tratado nas aulas e no livro-base sobre o currículo organizado por competências analise as sentenças a seguir, assinalando V para as afirmativas Verdadeiras e F para as afirmativas Falsas:

( ) Esta concepção de ensino equipara a escola à empresa, por pensar na formação do cidadão ativo e não apenas um consumidor.

( ) O modelo de competências é defendido pelo mercado, pois ele viria a contribuir para a formação do “tipo” de trabalhador necessário para novo paradigma tecnológico.

( ) O currículo, quando organizado por competências, tem como prioridade a transmissão de conhecimentos para a formação do ser reflexivo e em segunda instância também pensa na possível formação para a inserção no mercado de trabalho.

( ) Ao ser efetivada na organização curricular, a concepção por competências direciona a seleção de conteúdos a serem trabalhados na escola à sua utilidade no mundo.

 

Agora, marque a sequência correta:

A

V, F, V, V

B

F, V, V, F

C

F, F, V, V

D

F, V, F, V

E

V, V, V, F

 

QUESTAO9/10

[...] surge o cidadão e com este a compreensão da educação como direito e necessidade de todos, cabendo ao Estado o dever de proporcionar a educação para todos. A Educação também aqui é vista como responsável pela promoção do progresso e do desenvolvimento. A crença que pela razão o homem se emanciparia perdurou por muito tempo.

Nesse período, expressões como emancipação, revolução, progresso, desenvolvimento entre outras, destacam-se nesse discurso. A modernidade rejeitava a reprodução do mundo que havia se constituído até ali; fazia-se necessária a constituição de um novo paradigma.

A formação de professores para a educação de jovens e adultos em questão / organizadora: Tania Maria de Melo Moura - Maceió : EDUFAL, 2005. p. 29

De acordo com Grochoska (2012), há cerca de 200 anos, dois eventos marcaram o início das discussões sobre a escola para todos. Que acontecimentos foram esses?

GROCHOSKA, Marcia Andreia. Organização Escolar: perspectivas e enfoques. Curitiba: Ibpex, 2012, p. 20

Analise as proposições abaixo e, após, selecione a alternativa correta.

A

A II Guerra Mundial e a queda do Império Romano.

B

As Cruzadas e o início da Idade Média.

C

A Revolução Francesa e a Independência dos Estados Unidos.

D

A Independência do Brasil e a Independência dos Estados Unidos.

E

A Guerra Fria e o Manifesto dos Pioneiros.

QUESTÃO 10/10

Segundo GROCHOSKA (2012) “o diretor é a figura de maior importância no contexto educacional, centralizando o poder, trabalhando num contexto hierarquizado”.

Essa afirmativa refere-se a qual modelo de gestão?

Analise as proposições abaixo e, selecione a alternativa correta.

A

Autogestionária.

B

Democrático-participativa.

C

Técnico-científica.

D

 

E

 

 

 

 gabarito  1 e  2 d   3 a  4 a  5 a  6 b  7  b  8 b 9  c  10 c 

Disciplina:Currículo Escolar1.519 materiais

7 resposta(s)

Carregar mais