A maior rede de estudos do Brasil

Existe linguagem animal?

Linguística: Formalismo


1 resposta(s)

User badge image

Rafaela Costa

Há mais de um mês

De acordo com os conceitos acerca da linguagem, não existe uma linguagem animal, mas há comunicação. Se procurarmos exemplos sobre uma linguagem animal encontraremos o famoso exemplo das abelhas, e de seus movimentos que indicam localização e direção de onde está o alimento. Assim como as abelhas outros animais fazem a mesma coisa: se comunicam de várias formas para "informar" de algum perigo entre outras necessidades. No entanto, várias pesquisas mostram que esses sinais são formas únicas e que não se decompõem em outras formas de comunicação. Uma pesquisa feita com um papagaio verificou que o animal era capaz de memorizar várias palavras, porém não conseguia juntar as palavras e formar uma sequência lógica; outra pesquisa observou que um gorila, ao tentar pegar um alimento que não estava ao seu alcance, utilizou-se de uma varinha que estava próxima a ele para arrastar o alimento para perto, mas em uma situação diferente o gorila não sabia, ou não identificou, a varinha como algo que pudesse auxilia-lo.

Assim fica clara a existência de uma comunicação animal, mas não de uma linguagem animal.

(Essa é uma resumida conclusão sobre um trabalho que fiz a respeito da "linguagem" animal).

De acordo com os conceitos acerca da linguagem, não existe uma linguagem animal, mas há comunicação. Se procurarmos exemplos sobre uma linguagem animal encontraremos o famoso exemplo das abelhas, e de seus movimentos que indicam localização e direção de onde está o alimento. Assim como as abelhas outros animais fazem a mesma coisa: se comunicam de várias formas para "informar" de algum perigo entre outras necessidades. No entanto, várias pesquisas mostram que esses sinais são formas únicas e que não se decompõem em outras formas de comunicação. Uma pesquisa feita com um papagaio verificou que o animal era capaz de memorizar várias palavras, porém não conseguia juntar as palavras e formar uma sequência lógica; outra pesquisa observou que um gorila, ao tentar pegar um alimento que não estava ao seu alcance, utilizou-se de uma varinha que estava próxima a ele para arrastar o alimento para perto, mas em uma situação diferente o gorila não sabia, ou não identificou, a varinha como algo que pudesse auxilia-lo.

Assim fica clara a existência de uma comunicação animal, mas não de uma linguagem animal.

(Essa é uma resumida conclusão sobre um trabalho que fiz a respeito da "linguagem" animal).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes