A maior rede de estudos do Brasil

Porque existem pessoas que pagam a contribuição sindical mensal?

Na maioria das vezes a contribuição sindical é anual.Mais tem empresas que os funcionários pagam por mês.Porquê isso acontece?


7 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Paduan Seta Advocacia Verified user icon

Há mais de um mês

A cobrança mensal, possivelmente, é da da Constribuição Assistencial, que é cobrada obrigatoriamente dos funcionários que são associados ao sindicato de trabalho de sua categoria. Mas, ainda que seja obrigatório, é necessa´rio que o trabalhador autorize previamente a cobrança. Esta autorização deve ser feira por escrito e entregue no sindicato e também à empresa, que autoriza o desconto. 

A cobrança mensal, possivelmente, é da da Constribuição Assistencial, que é cobrada obrigatoriamente dos funcionários que são associados ao sindicato de trabalho de sua categoria. Mas, ainda que seja obrigatório, é necessa´rio que o trabalhador autorize previamente a cobrança. Esta autorização deve ser feira por escrito e entregue no sindicato e também à empresa, que autoriza o desconto. 

User badge image

sueli

Há mais de um mês

porque e escolha opcional.

User badge image

Allan

Há mais de um mês

É pesado o calendário de contas a pagar do início do ano: IPVA, IPTU, matrícula dos filhos, fora todas as outras que chegam todo mês. Mas a contribuição sindical não é só mais uma dentre tantas. “Este é o tributo mais democrático, que tem a melhor relação custo x benefício”, explica o vice-presidente da Região Sudeste da Fenacon (Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas) e diretor-sócio da consultoria contábil Ocam, Guilherme Tostes. Para ele, embora o pagamento da contribuição seja obrigatório, é através dela que o revendedor tem a chance de participar ativamente dos pleitos de sua classe, financiando a entidade que o representa. E o melhor: pode saber como seu dinheiro foi empregado. Para tanto, basta participar ativamente do seu Sindicato, votando e participando das reuniões, fazendo sugestões e críticas. “É exatamente a participação de cada revendedor que fortalece a revenda. O empresário que quer ver seu negócio regulado e protegido deve se unir e pagar”, explica o presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda Soares.

A contribuição sindical é obrigatória, conforme os artigos 578 a 591, Titulo IV, Capítulo III, da Seção I da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Tanto empresas, quanto empregados e profissionais liberais estão sujeitos a ela. O não pagamento pode gerar multas, juros, autuações pelo Ministério do Trabalho, cobrança judicial e impedimento de participação em licitações públicas. E mais: desde 17 de julho de 2009 a lei ficou ainda mais dura com aquele que deixa de pagar a contribuição sindical. Foi aprovada a Nota Técnica/SRT/MTE nº64/2009, enfatizando o artigo 608 da CLT, que obriga órgãos federais, estaduais e municipais a exigir das empresas que vão se registrar, ou renovar licença, a comprovação do recolhimento da contribuição sindical. Ou seja, aquele que não estiver com sua contribuição em dia não consegue alvará de funcionamento.

Interessante frisar ainda que o contador responsável pelo cálculo do tributo que não avisar o revendedor sobre sua obrigação tem responsabilidade sobre qualquer problema que seu cliente enfrentar, em decorrência do não pagamento.

User badge image

Wilian

Há mais de um mês

Uma dúvida, eles dizem que eu não posso cancelar a contribuição sindical mensal antes do Mês estipulado de dissídio, isso é verdade ou tenho direito de cancelar a hora que eu quiser ?

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas