A maior rede de estudos do Brasil

Ausculta Pulmonar

Elabore um instrumento(check list) para a realização da ausculta pulmonar.


5 resposta(s)

User badge image

Kátia

Há mais de um mês

Os sons pulmonares podem ser mais bem ouvidos com um estetoscópio. Isso é chamado de auscultação.

 Sons pulmonares normais ocorrem em todas as partes do tórax, inclusive acima das clavículas e no fundo da caixa torácica. Com um estetoscópio, o médico pode ouvir os sons pulmonares normais, diminuídos ou ausentes, além de ouvir os sons pulmonares normais.

Os sons pulmonares ausentes ou diminuídos podem significar:

Ar ou líquido dentro ou em volta dos pulmões (pneumonia, insuficiência cardíaca, efusão pleural)

Espessura da parede torácica aumentada

Superinflação de uma parte dos pulmões (enfisema pode ser a causa disso)

Fluxo de ar reduzido para parte dos pulmões

Há vários tipos de sons pulmonares anormais. Os quatro mais comuns são:

 Estertores

Roncos

Estridor

Sibilo

Os estertores são pequenos sons de estalidos, borbulhas ou chocalhos no pulmão. Acredita-se que eles ocorram quando o ar abre espaços fechados. Estertores podem ser ainda descritos como úmidos, secos, finos e ásperos.

Roncos são sons que se assemelham ao ronco noturno. Eles ocorrem quando o ar é bloqueado ou a passagem se torna difícil pelas vias aéreas amplas.

Sibilos são sons agudos produzidos por vias aéreas estreitadas Eles podem ser ouvidos quando uma pessoa expira (exala). Os sibilos e outros sons normais podem algumas vezes ser ouvidos sem um estetoscópio.

O estridor é um som parecido com o sibilo ouvido quando uma pessoa respira. Normalmente é devido a um bloqueio do fluxo de ar na traqueia ou na parte traseira da garganta.

Causas

Bronquite aguda

Asma

Bronquiectasia

Bronquite crônica

Enfisema

Doença pulmonar intersticial

Obstrução das vias aéreas por um corpo estranho

Pneumonia

Edema pulmonar

Traqueobronquite

Os sons pulmonares podem ser mais bem ouvidos com um estetoscópio. Isso é chamado de auscultação.

 Sons pulmonares normais ocorrem em todas as partes do tórax, inclusive acima das clavículas e no fundo da caixa torácica. Com um estetoscópio, o médico pode ouvir os sons pulmonares normais, diminuídos ou ausentes, além de ouvir os sons pulmonares normais.

Os sons pulmonares ausentes ou diminuídos podem significar:

Ar ou líquido dentro ou em volta dos pulmões (pneumonia, insuficiência cardíaca, efusão pleural)

Espessura da parede torácica aumentada

Superinflação de uma parte dos pulmões (enfisema pode ser a causa disso)

Fluxo de ar reduzido para parte dos pulmões

Há vários tipos de sons pulmonares anormais. Os quatro mais comuns são:

 Estertores

Roncos

Estridor

Sibilo

Os estertores são pequenos sons de estalidos, borbulhas ou chocalhos no pulmão. Acredita-se que eles ocorram quando o ar abre espaços fechados. Estertores podem ser ainda descritos como úmidos, secos, finos e ásperos.

Roncos são sons que se assemelham ao ronco noturno. Eles ocorrem quando o ar é bloqueado ou a passagem se torna difícil pelas vias aéreas amplas.

Sibilos são sons agudos produzidos por vias aéreas estreitadas Eles podem ser ouvidos quando uma pessoa expira (exala). Os sibilos e outros sons normais podem algumas vezes ser ouvidos sem um estetoscópio.

O estridor é um som parecido com o sibilo ouvido quando uma pessoa respira. Normalmente é devido a um bloqueio do fluxo de ar na traqueia ou na parte traseira da garganta.

Causas

Bronquite aguda

Asma

Bronquiectasia

Bronquite crônica

Enfisema

Doença pulmonar intersticial

Obstrução das vias aéreas por um corpo estranho

Pneumonia

Edema pulmonar

Traqueobronquite

User badge image

Clístenes

Há mais de um mês

Muito obrigado Kátia.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes