A maior rede de estudos do Brasil

Obrigação de gênero e obrigação de qualidade

Alguem poderia me indicar a diferença dessas dus hipóteses: a obrigação de genero e a obrigação de qualidade, que, se não me engano, estão englobadas na obrigação de fazer incerto.


1 resposta(s)

User badge image

Paulo

Há mais de um mês

Isso mesmo estão incluidas neste tipo de obrigação, ou seja, Dar coisa incerta é quando o devedor se compromete a entrega de um bem com gênero e quantidade. A escolha pertence ao devedor se o contrario não estiver estipulado em contrato, mas não poderá dar coisa pior, nem será obrigado a prestar coisa melhor. Antes da escolha, não poderá o devedor alegar perda ou deterioração da coisa, ainda que por força maior ou caso fortuito. A coisa incerta em algum momento será coisa certa, depois da concentração (é o ato da escolha da coisa incerta), para o credor fazer a escolha deve estar no contrato, se o contrato for omisso, caberá a escolha ao devedor, como foi dito anteriormente. Quando o credor souber da escolha do devedor, a obrigação passara a ser de coisa certa. Se antes o devedor escolher a coisa e não tiver comunicado ao credor e ela se deteriorar ou se perder ficara a cargo do devedor escolher outra coisa.

Esse foi um resumo rápido sobre o que é a obrigação de fazer de dar coisa incerta.  Bom agora vamos a resposta: gênero e qualidade. Obrigação de gênero por exemplo, o devedor tem a prestação de dar uma calça, no caso não foi especificado qual, poderá ser escura, clara, jeans,  etc. Na obrigação de qualidade por exemplo, o devedor tem uma prestação para com o credor, de um sofá feito de pluma ou uma calça jeans, estaremos diante de algo especifico e não geral.

Normalmente estas definições estão sempre atreladas na obrigação de fazer incerto.

Espero ter ajudado, se gostou não deixa de aprovar a resposta, boa sorte!

Isso mesmo estão incluidas neste tipo de obrigação, ou seja, Dar coisa incerta é quando o devedor se compromete a entrega de um bem com gênero e quantidade. A escolha pertence ao devedor se o contrario não estiver estipulado em contrato, mas não poderá dar coisa pior, nem será obrigado a prestar coisa melhor. Antes da escolha, não poderá o devedor alegar perda ou deterioração da coisa, ainda que por força maior ou caso fortuito. A coisa incerta em algum momento será coisa certa, depois da concentração (é o ato da escolha da coisa incerta), para o credor fazer a escolha deve estar no contrato, se o contrato for omisso, caberá a escolha ao devedor, como foi dito anteriormente. Quando o credor souber da escolha do devedor, a obrigação passara a ser de coisa certa. Se antes o devedor escolher a coisa e não tiver comunicado ao credor e ela se deteriorar ou se perder ficara a cargo do devedor escolher outra coisa.

Esse foi um resumo rápido sobre o que é a obrigação de fazer de dar coisa incerta.  Bom agora vamos a resposta: gênero e qualidade. Obrigação de gênero por exemplo, o devedor tem a prestação de dar uma calça, no caso não foi especificado qual, poderá ser escura, clara, jeans,  etc. Na obrigação de qualidade por exemplo, o devedor tem uma prestação para com o credor, de um sofá feito de pluma ou uma calça jeans, estaremos diante de algo especifico e não geral.

Normalmente estas definições estão sempre atreladas na obrigação de fazer incerto.

Espero ter ajudado, se gostou não deixa de aprovar a resposta, boa sorte!

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes