A maior rede de estudos do Brasil

qual conceito de pessoa em roma?

persona


3 resposta(s)

User badge image

Andrés

Há mais de um mês

Para um indivíduo ser reconhecido como pessoa em Roma deveria ter os seguintes pre-requisitos:

Tinha que “nascer” com vida perfeito. 

Tinha que ter formas humanas.

Mas não bastava ser “humano” para ser pessoa: os escravos não eram considerados pessoas e nem os bebês disformes.

Uma “pessoa” física era aquela capaz de direitos e obrigações jurídicas. 

 

Espero ter ajudado!

Uma “pessoa” física era aquela capaz de direitos e obrigações jurídicas. 

 

Para um indivíduo ser reconhecido como pessoa em Roma deveria ter os seguintes pre-requisitos:

Tinha que “nascer” com vida perfeito. 

Tinha que ter formas humanas.

Mas não bastava ser “humano” para ser pessoa: os escravos não eram considerados pessoas e nem os bebês disformes.

Uma “pessoa” física era aquela capaz de direitos e obrigações jurídicas. 

 

Espero ter ajudado!

Uma “pessoa” física era aquela capaz de direitos e obrigações jurídicas. 

 

User badge image

Genilson

Há mais de um mês

Com significação de homem em geral, independentemente de sua condição de sujeito de direito, tanto que se aplica aos escravos, que, em Roma, jamais foram sujeitos de direitos, mas sim, coisas, isto é, objetos de direitos. Também caput [status], embora às vezes empregado em sentido técnico, geralmente não o é.

User badge image

emanuel

Há mais de um mês

segundo Aristóteles, é mais evidente naqueles que desenvolvem de forma destacada a atividade intelectual própria da alma humana, como é o caso dos filósofos. Segundo as tradições platônica e aristotélica, a dignidade do homem seria proporcional a sua capacidade de pensar e conduzir a própria existência desde a razão.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes