A maior rede de estudos do Brasil

você acredita que o judiciário concederia a guada de um filho transexual em prejuízo do par heterossexual?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para completar essa questão devemos utilizar nossos conhecimentos sobre Biodireito. No que se trata da adoção – a preferência entre transexuais e heterossexuais, o judiciário deve avaliar de forma justa as condições dos pais de criarem a criança, independe da opção sexual ou por gênero.

Os pais devem ter condições psicológicas e financeiras de cuidar dos seus filhos e a ordem da adoção deve ser feita de forma a gerar a melhor qualidade de lar para a criança. O princípio da legalidade deve ser respeitado, assim como o de todos terem direitos iguais, como é prevista na Constituição

Para completar essa questão devemos utilizar nossos conhecimentos sobre Biodireito. No que se trata da adoção – a preferência entre transexuais e heterossexuais, o judiciário deve avaliar de forma justa as condições dos pais de criarem a criança, independe da opção sexual ou por gênero.

Os pais devem ter condições psicológicas e financeiras de cuidar dos seus filhos e a ordem da adoção deve ser feita de forma a gerar a melhor qualidade de lar para a criança. O princípio da legalidade deve ser respeitado, assim como o de todos terem direitos iguais, como é prevista na Constituição

User badge image

Évelin

Há mais de um mês

Eu acredito que a transexualidade da criança e a sexualidade/orientação sexual dos pais, em nada interfere para a decisão de guarda. O que se tem que observar é o que é melhor para a criança, seu bem estar, felicidade dentre outros requisitos elencados pelo ECA.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para completar essa questão devemos utilizar nossos conhecimentos sobre Biodireito. No que se trata da adoção – a preferência entre transexuais e heterossexuais, o judiciário deve avaliar de forma justa as condições dos pais de criarem a criança, independe da opção sexual ou por gênero.

Os pais devem ter condições psicológicas e financeiras de cuidar dos seus filhos e a ordem da adoção deve ser feita de forma a gerar a melhor qualidade de lar para a criança. O princípio da legalidade deve ser respeitado, assim como o de todos terem direitos iguais, como é prevista na Constituição

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para completar essa questão devemos utilizar nossos conhecimentos sobre Biodireito. No que se trata da adoção – a preferência entre transexuais e heterossexuais, o judiciário deve avaliar de forma justa as condições dos pais de criarem a criança, independe da opção sexual ou por gênero.

Os pais devem ter condições psicológicas e financeiras de cuidar dos seus filhos e a ordem da adoção deve ser feita de forma a gerar a melhor qualidade de lar para a criança. O princípio da legalidade deve ser respeitado, assim como o de todos terem direitos iguais, como é prevista na Constituição

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas