A maior rede de estudos do Brasil

Ao caso da Louise, aluna da UnB morta por colega. Feminicídio?

A menina foi asfixiada com clorofórmio e morreu em decorrência disso. A motivação, ao que parece, foi em decorrência de não ter consentido com o início de um relacionamento amoroso com o réu. Trata-se de feminicídio? Professores e até o próprio reitor da Universidade utilizaram o termo. Qual a opinião dos doutores? Concordam ou não?

6 resposta(s)

User badge image

Luiza

Há mais de um mês

Enfim, discordo peremptoriamente dos doutores. Não caberiam as razões de condição do sexo feminino, nenhum dos dois incisos. Não se tratou de violência familiar, tampouco o crime foi praticado em razão dela ser mulher. Filio-me à posição que entende não ser cabível a qualificadora do feminicídio, assim como renomados juristas e os próprios delegado e promotor do caso. 

Agradeço às opiniões ;D

Enfim, discordo peremptoriamente dos doutores. Não caberiam as razões de condição do sexo feminino, nenhum dos dois incisos. Não se tratou de violência familiar, tampouco o crime foi praticado em razão dela ser mulher. Filio-me à posição que entende não ser cabível a qualificadora do feminicídio, assim como renomados juristas e os próprios delegado e promotor do caso. 

Agradeço às opiniões ;D

User badge image

Maria Nilva

Há mais de um mês

desculpem, ela foi morta porque ela rejeitou o assassino
User badge image

Luiza

Há mais de um mês

Inciso VI*, do 121 c/c com o I do parágrafo 2-A (violência doméstica e familiar)? Eles eram só conhecidos, como poderia ser violência doméstica ou familiar? Desculpe, não entendi.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes