A maior rede de estudos do Brasil

Todos são considerados atrasos nodal, exceto:


1 resposta(s)

User badge image

Deivison

Há mais de um mês

tem opção nao?

 

Perda de pacotes

Para entendermos como ocorre a perda de pacotes durante a tentativa de trasmití-lo de um sistema final a outro, primeiramente vamos examinar o que pode acontecer com este mesmo pacote enquanto transita da origem ao destino.

No processo de trasmissão, um pacote começa em um sistema final (a origem), passa por uma série de roteadores e termina sua jornada em um outro sistema final (o destino). Vamos chamar de o sistema final ou roteador. Quando um pacote viaja de um nó ao nó subsequente, sofre, ao longo deste caminho, diversos tipos de atraso em cada nó existente no caminho. Os mais importantes deles são o “Atraso de Processamento Nodal”, o “Atraso de Fila”, o “Atraso de Transmissão” e o “Atraso de Propagação”, juntos eles acumulam para formar o “Atraso Nodal Total

 

 

Agora que entendemos o conceito de Atraso fica muito mais claro enteder como ocorre a perda do pacote em si. Como parte de sua rota fim-a-fim entre origem e destino, o pacote é enviado do nó anterior por meio, por exemplo, de um roteador A até um roteador B. Nossa meta é caracterizar o atraso total no roteador A.

 

 

Note, na representação acima,  que o roteador A tem um enlace de saída que leva ao roteador B. Este enlace é precedido de uma fila (também conhecida como buffer). Quando o pacote chega ao roteador A, vindo do nó anterior,  o roteador examina o cabeçalho do pacote para determinar o enlace de saida apropriado e então o direciona ao enlace . Neste exemplo, o enlace de saída para o pacote é o que leva ao roteador B.

 

Um pacote pode ser transmitido por um enlace somente se não houver nenhum outro pacote sendo transmitido por ele e se não houver outros pacotes a sua frente na fila. Se o enlace estiver ocupado, ou com pacotes a espera,  o pacote recém chegado entrará na fila.

 

Pacotes enfileiram-se, esperam por sua vez. 

A fila que precede um enlace é capaz de conter um número finito de pacotes, porém sua formação depende bastante do projeto e do custo do comutador. Um pacote pode chegar e encontrar a fila cheia. Sem espaço disponivel para armazena-lo o roteador descartará este pacote, isto é, o pacote será perdido

tem opção nao?

 

Perda de pacotes

Para entendermos como ocorre a perda de pacotes durante a tentativa de trasmití-lo de um sistema final a outro, primeiramente vamos examinar o que pode acontecer com este mesmo pacote enquanto transita da origem ao destino.

No processo de trasmissão, um pacote começa em um sistema final (a origem), passa por uma série de roteadores e termina sua jornada em um outro sistema final (o destino). Vamos chamar de o sistema final ou roteador. Quando um pacote viaja de um nó ao nó subsequente, sofre, ao longo deste caminho, diversos tipos de atraso em cada nó existente no caminho. Os mais importantes deles são o “Atraso de Processamento Nodal”, o “Atraso de Fila”, o “Atraso de Transmissão” e o “Atraso de Propagação”, juntos eles acumulam para formar o “Atraso Nodal Total

 

 

Agora que entendemos o conceito de Atraso fica muito mais claro enteder como ocorre a perda do pacote em si. Como parte de sua rota fim-a-fim entre origem e destino, o pacote é enviado do nó anterior por meio, por exemplo, de um roteador A até um roteador B. Nossa meta é caracterizar o atraso total no roteador A.

 

 

Note, na representação acima,  que o roteador A tem um enlace de saída que leva ao roteador B. Este enlace é precedido de uma fila (também conhecida como buffer). Quando o pacote chega ao roteador A, vindo do nó anterior,  o roteador examina o cabeçalho do pacote para determinar o enlace de saida apropriado e então o direciona ao enlace . Neste exemplo, o enlace de saída para o pacote é o que leva ao roteador B.

 

Um pacote pode ser transmitido por um enlace somente se não houver nenhum outro pacote sendo transmitido por ele e se não houver outros pacotes a sua frente na fila. Se o enlace estiver ocupado, ou com pacotes a espera,  o pacote recém chegado entrará na fila.

 

Pacotes enfileiram-se, esperam por sua vez. 

A fila que precede um enlace é capaz de conter um número finito de pacotes, porém sua formação depende bastante do projeto e do custo do comutador. Um pacote pode chegar e encontrar a fila cheia. Sem espaço disponivel para armazena-lo o roteador descartará este pacote, isto é, o pacote será perdido

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes