A maior rede de estudos do Brasil

O que ocorre quando um título não pago para, dolosamente na mão do devedor?


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

Quando ocorre a entrega do título ao devedor, por qualquer motivo, é firmada a presunção de pagamento (com quitação) das obrigações contidas no título, mas pode o credor, no prazo de 60 dias, comprovar que o pagamento não foi realizado, por todos os meios admitidos pelo Direito.

"Art. 324, do CC. A entrega do título ao devedor firma a presunção do pagamento.

Parágrafo único. Ficará sem efeito a quitação assim operada se o credor provar, em sessenta dias, a falta do pagamento."

Quando ocorre a entrega do título ao devedor, por qualquer motivo, é firmada a presunção de pagamento (com quitação) das obrigações contidas no título, mas pode o credor, no prazo de 60 dias, comprovar que o pagamento não foi realizado, por todos os meios admitidos pelo Direito.

"Art. 324, do CC. A entrega do título ao devedor firma a presunção do pagamento.

Parágrafo único. Ficará sem efeito a quitação assim operada se o credor provar, em sessenta dias, a falta do pagamento."

User badge image

ANA

Há mais de um mês

Muito obrigada Antonio !
User badge image

Antonio

Há mais de um mês

Apesar de estar meio atrasado, primeiro gostaria de ressaltar que, se a questão.se tratar de título executivo extrajudicial, a princípio, o dolo da posse pode até configurar crime. Isso porque o título executivo extrajudicial tem natureza jurídica de bem móvel. Do ponto de vista civil, a posse de má fé do título que seja extrajudicial é passível de indenização por ato ilícito civil. A existência da dívida só poderá ser provada por ação de conhecimento no juízo competente. É o q eu penso...

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas